Questões de Medicina: Patologia Especial - Conhecimento Específico - com Gabarito

Questões de Medicina: Patologia Especial - Conhecimento Específico - com Gabarito

QUESTÃO 21
UFTM 2018: A respeito da polipose adenomatosa familiar, assinale a afirmativa CORRETA:

A. Adenocarcinoma colorretal se desenvolve em 100% dos pacientes e colectomia profilática é o tratamento padrão.

B. É causada por mutações no gene KRAS e pode estar associada a várias manifestações extra-intestinais.

C. É uma doença autossômica recessiva na qual os pacientes desenvolvem numerosos adenomas colorretais na adolescência.

D. Os adenomas nessa síndrome caracteristicamente apresentam arquitetura serrilhada em toda a extensão das glândulas, incluindo a base das criptas, dilatação das criptas e crescimento lateral.

Resposta.

QUESTÃO 22
UFTM 2018: Assinale, dentre as características abaixo, aquela que é comum no adenocarcinoma colorretal com instabilidade de microssatélites:

A. Associação com doença inflamatória intestinal idiopática
B. Diferenciação mucinosa
C. Evolução clínica desfavorável
D. Localização no cólon esquerdo

QUESTÃO 23
UFTM 2018: A respeito das cardiomiopatias, assinale a afirmativa CORRETA:

A. A cardiomiopatia hipertrófica é de causa genética em 100% dos casos e cursa com disfunção cardíaca diastólica.

B. A cardiomiopatia restritiva cursa com disfunção cardíaca sistólica e fração de ejeção do ventrículo esquerdo menor que 40%.

C. A causa mais comum de cardiomiopatia dilatada é a gestação.

D. Na cardiomiopatia arritmogênica do ventrículo direito não há comprometimento das câmaras cardíacas esquerdas.

QUESTÃO 24
UFTM 2018: Assinale, dentre as cardiopatias congênitas abaixo, aquela que causa cianose precoce após o nascimento:

A. Coarctação da aorta
B. Comunicação interventricular
C. Ducto arterioso patente
D. Transposição das grandes artérias

QUESTÃO 25
UFTM 2018: Assinale a alternativa CORRETA:

A. A doença de Lyme é caracterizada pela presença de endarterite obliterativa (arterite de Heubner) acompanhada de inflamação perivascular rica em mononucleares.

B. Leucoencefalopatia multifocal progressiva é encefalite causada por príons e desmielinização é o principal efeito patológico.

C. Malformações arteriovenosas são o tipo mais comum de malformação vascular clinicamente significante do sistema nervoso central.

D. O líquor na meningite bacteriana é caracterizado por pleocitose linfocítica, elevação moderada de proteínas e glicose quase sempre normal.

QUESTÃO 26
UFTM 2018: Das seguintes alterações, assinale aquela que NÃO é característica do ‟fibroadenoma com alterações complexas”:

A. Alteração papilar apócrina
B. Calcificações epiteliais
C. Cistos maiores que 3mm
D. Hiperplasia de células colunares

QUESTÃO 27
UFTM 2018: A respeito das neoplasias do pulmão, assinale a alternativa CORRETA:

A. Neoplasias com mutações no gene KRAS aparentemente estão associadas com pior prognóstico.
B. O tipo histológico mais associado ao surgimento de síndromes paraneoplásicas é o carcinoma de grandes células.
C. Pacientes com mutações no gene EGFR apresentam má resposta ao tratamento com inibidores da tirosinoquinase.
D. Tumores de até 3cm de diâmetro com padrão lepídico puro são classificados como carcinoma bronquíoloalveolar.

QUESTÃO 28
UFTM 2018: A respeito da síndrome da angústia respiratória aguda (SARA), assinale a alternativa CORRETA:

A. A reparação da lesão é possível através da proliferação de pneumócitos tipo I e de células endoteliais.
B. Na fase proliferativa do dano alveolar difuso, pode haver acúmulo de colágeno em quantidade equivalente ao encontrado na fibrose intersticial crônica.
C. Nessa condição, o aumento da pressão hidrostática capilar pulmonar leva a edema pulmonar difuso e bilateral.
D. Prevenção da trombose venosa profunda é a melhor maneira de se prevenir a SARA.

QUESTÃO 29
UFTM 2018: Sobre as hemorragias intracranianas, correlacione a primeira e a segunda colunas, e assinale a afirmativa CORRETA ao final:

COLUNA 1
A) HEMORRAGIA SUBARACNOIDEA
B) HEMATOMA EPIDURAL
C) HEMATOMA SUBDURAL
D) HEMORRAGIA INTRAPARENQUIMATOSA

COLUNA 2
( ) microaneurismas de Charcot-Bouchard
( ) aneurisma sacular roto
( ) ruptura das veias-ponte
( ) zona descolável de Marchant

A sequência CORRETA é:

A. A, C, B, D
B. B, D, C, A
C. C, B, A, D
D. D, A, C, B

QUESTÃO 30
UFTM 2018: Assinale a alternativa CORRETA:

A. Abscesso subareolar recidivante manifesta-se como descarga papilar serosa, sanguinolenta ou amarelada associada a nódulo palpável e doloroso.

B. Cicatriz radial se refere a nódulo mamário maior que 10mm de margens estreladas e centro fibroelastótico com dúctulos ou túbulos de permeio.

C. Hiperplasia ductal atípica é lesão epitelial proliferativa caracterizada por multicentricidade e bilateralidade.

D. Lobulite linfocítica apresenta-se como nódulo mamário e é lesão imunomediada e frequentemente associada ao diabetes melito.
QUESTÃO 31
UFTM 2018: A descrição na citologia cérvico-vaginal de organismo com formato de pera, redondo ou oval, cianofílico, com núcleo pálido e excêntrico e frequentes grânulos citoplasmáticos eosinofílicos, nos remete ao diagnóstico de:

A. Candida sp
B. Gardnerela vaginalis
C. Trichomonas vaginalis
D. Actinomyces

QUESTÃO 32
UFTM 2018: A presença na citologia cérvico-vaginal de células com diferenciação escamosa exibindo cariomegalia, discreto aumento da relação núcleo/citoplasmática e hipercromasia e cromatina irregularmente distribuída, sugere:

A. Células escamosas atípicas de significado indeterminado
B. Lesão escamosa intra-epitelial de baixo grau
C. Lesão escamosa intra-epitelial de alto grau
D. Carcinoma epidermoide invasor

QUESTÃO 33
UFTM 2018: São critérios diagnósticos para carcinoma papilífero de tireoide segundo o sistema de Bethesda:

A. Grupamentos celulares em monocamada ou em “favo de mel” com abundante coloide e células com núcleos redondos ou ovoides com cromatina granular.

B. Esfregaço hipercelular rico em linfócitos em diferentes estágios de maturação, coloide escasso e ocasionais células foliculares com abundante citoplasma granular, núcleos aumentados e proeminentes nucléolos.

C. Grupamentos sinciciais ou papilares com células exibindo núcleos aumentados, com fendas longitudinais e pseudo-inclusões citoplasmáticas intranucleares.

D. Esfregaço moderadamente celular com grupamentos densos, microfolículos e células isoladas, exibindo núcleos uniformes, hipercromáticos, com nucléolos inconspícuos e coloide escasso.

QUESTÃO 34
UFTM 2018: Homem, 70 anos, com linfadenomegalia generalizada e hepatoesplenomegalia. Ao exame do linfonodo nota-se população linfoide monótona, substituição difusa da arquitetura normal, pequenos linfócitos com contornos discretamente irregulares, cromatina condensada, escasso citoplasma, tendo ocasionais pró linfócitos de permeio. À imuno-histoquímica as células são positivas para CD20, CD23 e CD5. O provável diagnóstico é:

A. Linfoma folicular
B. Linfoma linfocítico
C. Linfoma de Hodgkin
D. Linfoma T periférico

QUESTÃO 35
UFTM 2018: O perfil imuno-histoquímico abaixo é característico do linfoma de células do manto:

A. Ciclina D1 positivo, CD20 negativo, CD5 negativo e CD23 positivo
B. Ciclina D1 negativo, CD20 negativo, CD5 positivo e CD23 positivo
C. Ciclina D1 positivo, CD20 positivo, CD5 positivo e CD23 negativo
D. Ciclina D1 negativo, CD20 positivo, CD5 negativo e CD23 negativo

QUESTÃO 36
UFTM 2018: A principal causa de insuficiência renal aguda em adultos é:

A. Necrose tubular aguda
B. Necrose cortical difusa
C. Glomerulonefrite difusa e aguda
D. Infartos renais

QUESTÃO 37
UFTM 2018: Homem, 65 anos, com massa renal à direita de 5cm, com coloração heterogênea e áreas císticas. À microscopia, havia proliferação de células com citoplasmas claros, núcleos redondos centrais, cromatina delicada e pequenos nucléolos evidentes, separadas em pequenos ninhos por delicada rede capilar. A principal hipótese diagnóstica é:

A. Carcinoma de células claras
B. Carcinoma cromófobo
C. Carcinoma papilar
D. Carcinoma sarcomatoide

QUESTÃO 38
UFTM 2018: Com relação ao adenocarcinoma de endométrio, marque a alternativa CORRETA:

A. O carcinoma tipo II ou seroso é mais comum em pacientes jovens.
B. O tipo mais comum que corresponde a 80% dos casos é dito tipo I ou endometrioide.
C. O carcinoma tipo II ou seroso está relacionado à exposição estrogênica, hipertensão e obesidade.
D. O carcinoma tipo I é agressivo, apresentando, em geral, disseminação linfática e intraperitoneal precoce.

QUESTÃO 39
UFTM 2018: São características dos tumores de Brenner do ovário:

A. São neoplasias constituídas por células epiteliais colunares com mucina citoplasmática e, em geral, de comportamento maligno.
B. São neoplasias provenientes do epitélio de superfície do ovário com diferenciação glandular serosa.
C. São tumores que se originam de células do estroma ovariano, na maioria das vezes, de comportamento borderline.
D. São neoplasias constituídas por células epiteliais lembrando urotélio e geralmente de comportamento benigno.

QUESTÃO 40
UFTM 2018: Com relação à etiopatogênese da tireoidite de Hashimoto, marque a alternativa INCORRETA:

A. É uma doença autoimune que resulta na destruição da glândula e gradual e progressiva insuficiência da função tireoideana.
B. Apresenta autoanticorpos circulantes contra tireoglobulina e tireoide peroxidase na grande maioria dos pacientes.
C. Ocorre perda de tolerância aos autoantígenos tireoideanos através de anormalidades das células T reguladoras.
D. Aumento da tireoide causado por defeito na síntese dos hormônios tireoideanos, em geral associado à deficiência dietética de iodo.

Resposta.

Questões de Medicina: Patologia Especial - Conhecimento Específico - com Gabarito Questões de Medicina: Patologia Especial - Conhecimento Específico - com Gabarito Reviewed by Redação on julho 25, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.