Prova de Odontologia para Residência USP 2019 com Gabarito

Prova de Odontologia para Residência USP 2019 com Gabarito

QUESTÕES DE:
PORTUGUÊS/INTERPRETAÇÃO DE TEXTO (01 - 10)
CONHECIMENTO GERAL (11 - 20)

QUESTÃO 21
USP 2019: Mulher, 23 anos, com sete meses de gravidez, apresenta massa lobulada, pediculada, 1 cm de diâmetro na região anterior da gengiva da maxila, que envolve as faces vestibular e palatina. Tem coloração avermelhada e sangra ao mínimo toque. O diagnóstico para a descrição acima é o (a)

(A) lesão periférica de células gigantes.
(B) gengivite hiperplásica crônica.
(C) granuloma piogênico.
(D) gengivite papilar.
(E) gengivite granulomatosa.

RESPOSTA.

QUESTÃO 22
USP 2019: Qual doença autoimune sistêmica crônica é representada pelas seguintes características?

I. Envolve as glândulas salivares e lacrimais, resultando em xerostomia (boca seca) e xeroftalmia (olhos secos).

II. Pode apresentar, em cerca de um terço dos pacientes, tumefação difusa e firme das glândulas salivares.

III. Pode‐se observar, ao exame histopatológico da glândula salivar, infiltração linfocítica com destruição das unidades acinares.

Trata‐se da

(A) sialodenose.
(B) sialometaplasia necrosante.
(C) sialoadenite bacteriana aguda.
(D) queilite glandular.
(E) síndrome de Sjögren.

RESPOSTA.

QUESTÃO 23
USP 2019: Tumor odontogênico altamente recidivante que pode originar‐se de remanescentes celulares do órgão do esmalte, do revestimento epitelial de um cisto odontogênico ou das células da camada basal da mucosa oral.

Ocorre entre a 3ª e a 7ª década de vida. Apresenta crescimento lento e localmente invasivo. Pode ocorrer tumefação indolor ou expansão do maxilar. Cerca de 85% das lesões ocorrem na mandíbula, com mais frequência na região de corpo e ramo ascendente da mandíbula.

Seu diagnóstico e aspecto radiográfico são:

(A) mixoma; bolhas de sabão.

(B) ameloblastoma intraósseo sólido convencional ou multicístico; bolhas de sabão.

(C) ameloblastoma periférico; erosão óssea.

(D) tumor odontogênico epitelial calcificante (tumor de Pindborg); uni ou multilocular com margens festonadas e bem definidas.

(E) ameloblastoma unicístico; área radiotransparente que circunda a coroa de um terceiro molar inferior incluso.

RESPOSTA.

QUESTÃO 24
USP 2019: Constituem sinais vitais de uma infecção odontogênica grave, EXCETO

(A) febre.
(B) taquicardia.
(C) taquipneia.
(D) dor.
(E) aumento da pressão sistólica.

RESPOSTA.

QUESTÃO 25
USP 2019: Uma infecção no primeiro molar inferior esquerdo que perfura o osso cortical lingual, acima do músculo milo‐hioideo, envolverá o espaço

(A) bucal.
(B) submassetérico.
(C) submentoniano.
(D) sublingual.
(E) submandibular.

RESPOSTA.

QUESTÃO 26
USP 2019: O exame de imagem indicado para a avaliação do disco da articulação temporomandibular  é a

(A) radiografia panorâmica.
(B) radiografia oblíqua lateral.
(C) ressonância nuclear magnética.
(D) tomografia computadorizada sem contraste.
(E) planigrafia.

RESPOSTA.

QUESTÃO 27
USP 2019: Paciente apresenta fratura óssea facial com irregularidade do plano oclusal inferior e pequena laceração na área gengival anterior inferior. Para esse caso, o diagnóstico é de fratura __________, devendo ser solicitada radiografia ____________.

Os espaços devem ser corretamente preenchidos por:

(A) da mandíbula; posteroanterior.
(B) dentária; panorâmica.
(C) dentária; periapical.
(D) da maxila; submento‐vértex.
(E) da mandíbula; de Waters.

RESPOSTA.

QUESTÃO 28
USP 2019: Para o planejamento da extração de um terceiro molar mandibular incluso e impactado, a radiografia de primeira escolha é a

(A) panorâmica.
(B) periapical.
(C) towne.
(D) posteroanterior.
(E) oblíqua lateral.

RESPOSTA.

QUESTÃO 29
USP 2019: Um terceiro molar mandibular posicionado posteriormente, com metade da coroa coberta pelo ramo mandibular e com a superfície oclusal localizada entre o plano oclusal e a linha cervical do segundo molar pode ser classificado, segundo Pell e Gregory, em classe

(A) IIB.
(B) IB.
(C) IIIA.
(D) IC.
(E) IIA.

RESPOSTA.

QUESTÃO 30
USP 2019: Um paciente foi vítima de trauma de face, apresentando queixa de dor no incisivo central maxilar direito. Ao exame físico intra-oral, observa‐se apenas metade da coroa dentária acima da gengiva. À percussão dentária, o dente emitiu som metálico. Ao exame radiográfico, observou‐se ausência do espaço periodontal ao redor do ápice.

Qual o diagnóstico e o exame radiográfico a ser solicitado para o caso descrito acima?

(A) luxação lateral (deslocamento lateral); radiografia periapical.
(B) intrusão; radiografia periapical.
(C) extrusão; radiografia periapical.
(D) avulsão; radiografia posteroanterior.
(E) concussão; radiografia panorâmica.

RESPOSTA.

QUESTÃO 31
USP 2019: As fraturas de terço médio da face incluem aquelas que afetam a maxila, o zigoma e o complexo naso‐órbito‐etmoidal e são classificadas em LeFort I, II e III.

LeFort I resulta da separação da maxila das _________________ e das estruturas nasal e zigomática.

LeFort II resulta da separação da maxila e do complexo nasal da órbita e das estruturas _________________.

LeFort III resulta da separação do complexo naso‐órbito‐etmoidal, zigomas e _______________ da base do crânio.

Os espaços devem ser corretamente preenchidos, respectivamente, por:

(A) lâminas pterigoides; naso‐órbito‐etmoidais; maxila.
(B) lâminas pterigoides; zigomáticas e nasais; maxila.
(C) estruturas naso‐órbito‐etmoidais;zigomáticas e nasais; órbita.
(D) estruturas naso‐órbito‐etmoidais; zigomáticas; maxila.
(E) lâminas pterigoides; maxilares; órbita.

RESPOSTA.

QUESTÃO 32 - ANULADA

QUESTÃO 33
USP 2019: As técnicas de inserção incremental dos compósitos

(A) objetivam unir o maior número de paredes para reduzir o estresse de polimerização, quando aplicadas nas faces proximais das cavidades Classe II.

(B) devem utilizar maior área aderida em relação à área livre de cada incremento para facilitar o escoamento do material.

(C) foram criadas para propiciar melhor relação entre as áreas aderida e livre, de modo a permitir melhor controle do estresse de polimerização.

(D)são responsáveis, quando aplicadas, pela redução da deformação de cada incremento.

(E) padronizam o uso de incrementos que sejam menores que 1 mm³.

RESPOSTA.

QUESTÃO 34
USP 2019: A classificação das lesões cariosas e cavidades dentárias criada por Black

(A) determina que Classe IV corresponde à lesão que se estende do ângulo incisal até 2/3 da face palatina e no máximo 1/3 da face vestibular.

(B) baseia‐se na extensão da lesão e tem por objetivo facilitar o registro das informações.

(C) inclui a lesão cariosa que se estende exclusivamente em face vestibular dos dentes na Classe V.

(D) descreve a Classe II como sendo lesões que se localizam somente em faces proximais ou as que envolvam todas as faces dos dentes posteriores.

(E) contempla, na Classe VI, as lesões localizadas em ponta de cúspide dos dentes posteriores que se estendem até as fissuras e cicatrículas.

RESPOSTA.

QUESTÃO 35
USP 2019: O processo de polimerização das resinas compostas

(A) une quimicamente os polímeros que compõem a matriz orgânica do produto.

(B) inclui a necessária unidade de fotoativação que emite obrigatoriamente o mesmo comprimento de onda, independentemente do tipo ou fabricante.

(C) aquece mais, reduzindo a durabilidade da lâmpada, quando realizado com aparelhos baseados em diodo emissores de luz.

(D) envolve, para ser efetivo, a participação de um fotoiniciador que pode ser a canforquinona.

(E) inclui a necessária unidade de fotoativação cuja intensidade da luz garante a correta polimerização do material.

RESPOSTA.

QUESTÃO 36
USP 2019: O acabamento e o polimento de uma restauração em resina composta, em uma cavidade Classe III de Black,

(A) são dispensáveis, quando utilizada a técnica de incrementos mínimos porque já há brilho natural do material.

(B) devem ser iniciados com brocas chama de vela douradas.

(C) na face palatina, os contatos devem ser checados e ajustados após polimento final utilizando lixas de granulação fina.

(D) na face vestibular, devem ser finalizados com uma camada fina do produto para aumentar o brilho.

(E) na face vestibular, devem ser realizados idealmente na sessão subsequente.

RESPOSTA.

QUESTÃO 37
USP 2019: O ramo da mandíbula visto pela norma lateral assemelha‐se a um retângulo. Suas bordas posterior e inferior encontram‐se no ângulo da mandíbula, onde se distingue a _________(1)___________. A borda superior é uma curva, conhecida como _________(2)___________, disposta entre o _________(3)___________ e o _________(4)___________ composto de um estreitamento chamado ________(5)_______ e de uma saliência robusta chamada _________(6)__________.

Os espaços devem ser corretamente preenchidos por:

(A) (1) tuberosidade massetérica; (2) curva do processo condilar; (3) processo coronoide; (4) processo condilar; (5) colo da mandíbula; (6) cabeça do côndilo.

(B) (1) fossa massetérica; (2) curva do processo condilar; (3) corpo do processo coronoide; (4) processo condilar; (5) meato condilar; (6) cabeça do côndilo.

(C) (1) tuberosidade mandibular; (2) curva do processo condilar; (3) corpo do processo coronoide; (4) corpo do côndilo; (5) meato condilar; (6) cabeça da mandíbula.

(D) (1) tuberosidade massetérica; (2) incisura da mandíbula; (3) processo coronoide; (4) processo condilar; (5) colo da mandíbula; (6) côndilo da mandíbula.

(E) (1) fossa massetérica; (2) incisura da mandíbula; (3) processo coronomandibular; (4) corpo do côndilo; (5) colo da mandíbula; (6) côndilo mandibular.

RESPOSTA.

QUESTÃO 38
USP 2019: Entre as manifestações bucais da imunodepressão causada pelo HIV, pode‐se citar a sífilis, que é uma infecção

(A) fúngica, cujo diagnóstico é clinico.

(B) bacteriana, cujo diagnóstico é clinico.

(C) fúngica, cujas manifestações clínicas mais comuns incluem manchas avermelhadas e/ou pápulas.

(D) viral, cujas manifestações clínicas mais comuns incluem pápulas e/ou nódulos.

(E) bacteriana, cujas manifestações clínicas mais comuns incluem ulcerações ou erosões.

RESPOSTA.

QUESTÃO 39
USP 2019: Condições clínicas, como: cetoacidose, poliúria, polifagia, polidipsia, neuropatia e nefropatia, são comumente encontradas em pacientes com

(A) autismo.
(B) paralisia cerebral.
(C) leucemia mieloide aguda.
(D) diabetes mellitus.
(E) hipertensão arterial.

RESPOSTA.

QUESTÃO 40
USP 2019: A anorexia nervosa é um tipo de transtorno psiquiátrico que tem como uma de suas características a

(A) distorção da autopercepção corporal.
(B) mesma incidência em homens e mulheres jovens.
(C) provocação de vômitos.
(D) compulsão por atos repetitivos.
(E) disfagia.

RESPOSTA.

QUESTÃO 41
USP 2019: A classificação clínica estabelecida por Ruggiero e colaboradores, para diagnosticar osteonecrose induzida por bifosfonatos em maxila ou mandíbula, é considerada Estágio 2 quando

(A) há necrose óssea, porém é assintomática.

(B) só é possível diagnosticar   no exame radiográfico porque não há exposição de tecido ósseo necrosado.

(C) ocorre exposição de tecido ósseo necrótico associado a dor e infecção.

(D) ocorre durante o uso concomitante de corticoides.

(E) há exposição óssea necrótica e fratura patológica.


QUESTÃO 42
USP 2019: Se compararmos crânios adultos de ambos os sexos, o feminino apresenta

(A) protuberâncias maiores, porém mais lisas.
(B) as margens supraorbitais mais volumosas.
(C) os seios frontais mais volumosos, porém com paredes mais finas.
(D) contorno mais angular quando visto de perfil.
(E) processos mastoides idênticos aos do homem.


QUESTÃO 43
USP 2019: A teoria do receptor específico é a mais aceita para explicar o mecanismo de ação dos anestésicos locais. Segundo ela, o receptor encontra‐se

(A) na membrana celular.
(B) no citoplasma.
(C) na membrana nuclear.
(D) no núcleo.
(E) na mitocôndria.


QUESTÃO 44
USP 2019: Os vasoconstritores são drogas que alteram a perfusão sanguínea. O papel deles na solução anestésica é

(A) aumentar a velocidade de absorção do anestésico local.
(B) reduzir o tempo da anestesia.
(C) reduzir o risco de toxicidade sistêmica do anestésico local.
(D) exacerbar o sangramento local.
(E) aumentar o fluxo sanguíneo local.


QUESTÃO 45
USP 2019: Segundo a classificação da FDA (Food and Drug Administration), sobre os riscos de medicamentos usados durante a gravidez, os medicamentos da categoria C são aqueles em que “estudos demonstraram risco fetal em animais e sobre os quais não há estudos em humanos”. Um dos medicamentos deste grupo é

(A) multivitaminas.
(B) acetominofeno.
(C) dipirona.
(D) lidocaína.
(E) aspirina.


QUESTÃO 46
USP 2019: A sensibilidade dolorosa dentinária ou hiperestesia dentinária é mais bem explicada pela teoria

(A) de que as fibras finas dos túbulos dentinários são diretamente atingidas pelos estímulos.
(B) hidrodinâmica, que se baseia na presença de fluido dentinário nos canalículos.
(C) de que os odontoblastos funcionam como receptores sensitivos.
(D) do óxido nítrico como neurotransmissor nos canalículos.
(E) de que a polpa dentária é muito inervada.


QUESTÃO 47
USP 2019: A abfração é uma lesão cervical não cariosa que se caracteriza por ser uma lesão decorrente de

(A) sobrecarga oclusal.
(B) placa bacteriana no colo dental.
(C) ação química ou perimólise.
(D) bebidas fermentadas.
(E) distúrbios alimentares (bulimia).


QUESTÃO 48
USP 2019: A Receita de Controle Especial no Brasil é utilizada, entre outros medicamentos, em

(A) anti‐inflamatórios inibidores da COX‐1 e antibióticos.
(B) antibióticos e antidepressivos tricíclicos.
(C) antibióticos e analgésicos não opioides.
(D) analgésicos opioides e analgésicos anti‐inflamatórios não hormonais.
(E) colutórios e enxaguantes bucais.


QUESTÃO 49
USP 2019: A enzima ciclo‐oxigenase (COX) catalisa a conversão do ácido araquidônico em

(A) prostaglandina, leucotrieno e bradicinina.
(B) prostaglandina, bradicinina e serotonina.
(C) prostaglandina, prostaciclina e tromboxano.
(D) bradicinina, serotonina e histamina.
(E) bradicinina, histamina e leucotrieno.


QUESTÃO 50
USP 2019: A taquifilaxia, definida por Malamed como “aumento da tolerância a uma droga ministrada repetidamente”, é explicada em parte pela ocorrência de

(A) dor.
(B) infecção.
(C) aumento do pH tecidual.
(D) hiponatremia.
(E) hemorragia localizada e formação de coágulo.

Prova de Odontologia para Residência USP 2019 com Gabarito Prova de Odontologia para Residência USP 2019 com Gabarito Reviewed by Redação on novembro 22, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.