Prova de Serviço Social para Residência USP 2019 com Gabarito

Prova de Serviço Social para Residência USP 2019 com Gabarito

QUESTÕES DE:
PORTUGUÊS/INTERPRETAÇÃO DE TEXTO (01 - 10)
CONHECIMENTO GERAL (11 - 20)

QUESTÃO 21
USP 2019: Leia o trecho da poesia a seguir:

[...]
Homogêneos o branco e os uniformes,
há a hierarquia
dos sapatos e estratégias de classe na hierarquia
dos sapatos: micro políticas de fôlego curto, tacones lejanos  
                      [por um dia, bicos finos como um tricórnio,
ouromel nos calcanhares, um pouco de abismo
nos saltos agulha. Para os de cima.
[...]
Cançado apud Matos, 2013, p. 39.

Considerando‐se as críticas a respeito das particularidades relacionadas ao trabalho na saúde descritas pelo autor, é correto afirmar que esta poesia

(A) foi escrita por importante liderança da Frente Nacional Contra a Privatização do SUS e expressa a histórica horizontalidade nas relações de trabalho com os/as médicos/as.

(B) mostra a importância do fortalecimento sobre a noção de hierarquização dos profissionais da saúde.

(C) foi escrita por um paciente durante um período de internação hospitalar e revela a disputa de poder e a hierarquização nas relações de trabalho na área da saúde.

(D) retrata momentos históricos da saúde quanto à dissolução das relações de poder.

(E) demonstra que, apesar das tensões presentes no trabalho coletivo, a maioria das questões desta área ocorre de maneira isolada, sem influência da produção do trabalho capitalista.

RESPOSTA.

QUESTÃO 22
USP 2019: Um dos princípios fundamentais da ética profissional da/o assistente social é a defesa da liberdade como valor ético central. Os fundamentos do Serviço Social ancoram‐se na seguinte concepção de liberdade:

(A) capacidade humana de escolha livre e consciente que sofre determinações imutáveis para se realizar.

(B) condição histórica da humanidade para sobrevivência nos limites da sociabilidade burguesa.

(C) condição humanitária para cada homem exercer seu livre arbítrio, não atingindo a liberdade do outro.

(D) capacidade humana de escolha livre e consciente e capacidade prática de criar condições para sua realização.

(E) capacidade de realizar‐se enquanto ser social sem que prejudique ou influencie as escolhas do outro.

RESPOSTA.

QUESTÃO 23
USP 2019: A Resolução do Conselho Federal de Serviço Social (CFESS) nº 383/1999, no uso de suas atribuições legais e regimentais, caracteriza a/o Assistente Social como profissional da

(A) assistência social.
(B) saúde.
(C) previdência social.
(D) intervenção social.
(E) habitação.

RESPOSTA.

QUESTÃO 24
USP 2019: O debate sobre o Serviço Social brasileiro, desde os anos 1980, vem sendo orientado pela compreensão de que esta profissão é uma especialização do trabalho coletivo, inscrita na divisão social e técnica do trabalho, o que supõe que seu significado social seja dado pelo processo de produção e reprodução das relações sociais. Segundo a análise de Iamamoto em Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais (BRASIL, 2009), tal processo compreende:

(A) as configurações assumidas pelo trabalho, as relações de poder, as lutas e formas de consciência social e o cotidiano da vida em sociedade.

(B) a reprodução da força viva de trabalho e o desenvolvimento das forças produtivas, ou seja, dos meios de trabalho.

(C) a reprodução da força viva de trabalho e o Estado, o que abarca o conjunto de suas instituições e os governos.

(D) as configurações assumidas pelo trabalho e pelo capital, um determinado modo de vida e a distribuição dos produtos do trabalho.

(E) o grau de desenvolvimento das forças produtivas em certos contextos históricos, a distribuição da riqueza social e o Estado.

RESPOSTA.

QUESTÃO 25
USP 2019: Segundo a lei 8080/1990, o Sistema Único de Saúde (SUS) é desenvolvido por diretrizes previstas no Art. 198 da Constituição Federal e por princípios, como a integralidade de assistência, compreendida como um conjunto

(A) contínuo das ações e serviços promocionais, preventivos e curativos, individuais, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema.

(B) avançado e contínuo das ações e serviços eletivos, coletivos, exigidos para cada caso nos níveis de complexidade primário, terciário e quaternário do sistema.

(C) contínuo das ações e serviços preventivos na saúde mental e curativos, individuais, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema.

(D) articulado e avançado dos serviços sociais, preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos para os níveis terciário e secundário na complexidade do sistema.

(E) articulado e contínuo das ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema.

RESPOSTA.

TEXTO PARA AS QUESTÕES 26 E 27
Leia o seguinte trecho extraído do texto “Atribuições privativas da/o assistente social em questão” :

A questão social é indissociável da forma de organização da sociedade capitalista, que promove o desenvolvimento das forças produtivas do trabalho social e, na contrapartida, expande e aprofunda as relações de desigualdade, a miséria e a pobreza. [...]. A questão social diz respeito ao conjunto das expressões das desigualdades sociais engendradas na sociedade capitalista madura, impensáveis sem a intermediação do Estado. Tem sua gênese no caráter coletivo da produção, contraposto à apropriação privada da própria atividade humana – o trabalho –, das condições necessárias à sua realização, assim como de seus frutos. [...]. Esse processo é denso de conformismos e rebeldias, forjados ante as desigualdades sociais, expressando a consciência e a luta pelo reconhecimento dos direitos sociais e políticos de todos os indivíduos sociais.
(BRASIL, 2012) Iamamoto, 2012, p. 47‐48.

QUESTÃO 26
USP 2019: De acordo com o trecho, quanto à compreensão da questão social e suas expressões, é preciso considerar

(A) os desajustamentos sociais e as relações contraídas entre capital e trabalho.

(B) a marginalização social e as formas de seu enfrentamento.

(C) as relações de produção, as lutas sociais e as respostas dadas pelo Estado.

(D) o Estado, as desigualdades sociais e a nova pobreza.

(E) a lei geral da acumulação capitalista e a distribuição dos frutos do trabalho.

RESPOSTA.

QUESTÃO 27
USP 2019: No trecho, destaca‐se a condição histórica da questão social e, por isso, na sequência de suas reflexões, Iamamoto (2012) realça aspectos fundamentais que apontam esta historicidade hoje.

Entre eles, estão

(A) a acumulação flexível, o neoliberalismo e as mudanças nas formas de sociabilidade marcadas pelo conservadorismo.

(B) as alterações no mundo do trabalho pelo fordismo, o neoliberalismo e o recrudescimento dos movimentos sociais.

(C) a hegemonia do capital financeiro, a acumulação capitalista caracterizada por modelos de produção rígidos e o conservadorismo.

(D) a mercantilização generalizada da vida social, o individualismo e a prevalência do taylorismo nos processos de produção.

(E) a reestruturação produtiva orientada pelo toyotismo como modelo rígido de produção, o liberalismo e o neoconservadorismo.

RESPOSTA.

QUESTÃO 28
USP 2019: O processo de revisão do Código de Ética da/o Assistente Social de 1986 é marcado pela inédita trajetória da reflexão ética profissional a partir de 1992. A que se deve tal empreendimento protagonizado pelas entidades da categoria profissional?

(A) Mobilizado pelo movimento de redemocratização brasileira, o processo de revisão do Código de Ética profissional de 1986 aprofunda as bases humanistas da prática profissional aliadas às exigências do desenvolvimento neoliberal do Estado brasileiro.

(B) Ancorado no processo de renovação do Serviço Social no contexto da redemocratização brasileira, o debate da ética torna‐se crucial para a consolidação do projeto profissional e exige a necessidade da compreensão da ética enquanto ação prática e reflexão ética crítica.

(C) As entidades da categoria profissional foram demandadas por movimentos organizados oriundos do processo de democratização brasileira com a finalidade de conciliar o debate da ética com a dimensão jurídica da ética profissional.

(D) Oriundo dos movimentos de massa e de organização de setores progressistas da sociedade brasileira, a revisão do código de ética profissional de 1986 é resultante das reivindicações de parte da categoria profissional pela operacionalização jurídica do código de ética.

(E) Balizado pelo processo de renovação profissional em consolidação no período, as entidades da categoria organizam a revisão do código de ética de 1986 pelo posicionamento contrário à totalidade da perspectiva ética explicitada no período da redemocratização brasileira.

RESPOSTA.

QUESTÃO 29
USP 2019: De acordo com a lei 8080‐1990, os serviços privados de assistência à saúde caracterizam‐se pela articulação, por iniciativa própria, de profissionais liberais, legalmente habilitados, e de pessoa jurídicas de direito privado na

(A) promoção, proteção e recuperação da saúde.
(B) promoção, hospitalização e recuperação da saúde.
(C) participação social, proteção e recuperação da saúde.
(D) promoção, proteção social e recuperação da doença.
(E) hospitalização, proteção social e recuperação da doença.

RESPOSTA.

QUESTÃO 30
USP 2019: Em parcelas expressivas das análises sobre as políticas sociais, o significado delas tem sido afirmado a partir das consequências dos processos de exploração da força de trabalho e das respostas que as classes sociais e o Estado formulam para enfrentá‐las.

Este significado, conforme esclarecem Behring e Boschetti (2007), indica a adoção do ponto de vista

(A) das contradições sociais e da equidade.
(B) das fragmentações e da setorialização.
(C) da universalidade e da focalização.
(D) da democratização e da seletividade.
(E) da totalidade social e suas contradições.

RESPOSTA.

QUESTÃO 31
USP 2019: Leia o trecho a seguir:

______________, a relação entre o indivíduo e a sociedade se faz de modo espontâneo, pragmático, heterogêneo, acrítico; o ‘nós’ é geralmente apreendido como aquele pelo qual o “eu” existe, ou seja, através de uma identidade imediata.
Barroco, 2003, p. 38.

O espaço deve ser corretamente preenchido por:

(A) Na prática profissional.
(B) No atendimento ao usuário.
(C) Na universalidade.
(D) Na vida cotidiana.
(E) No trabalho em grupo.

RESPOSTA.

QUESTÃO 32
USP 2019: A VIII Conferência Nacional de Saúde, realizada em 1986 em Brasília, preconiza que a saúde adquire um caráter de totalidade, ultrapassando o modelo biomédico e hegemônico, com raízes sobre as reivindicações populares postas na realidade cotidiana da vida social. Sendo assim, deve ser compreendida como resultado das condições de

(A) alimentação, habitação, educação, renda, meio ambiente, trabalho, transporte, emprego, lazer, liberdade, acesso e posse de terra e acesso a serviço de saúde.

(B) fome, habitação, educação, renda, meio ambiente, desemprego, transporte, emprego, lazer, liberdade, posse de terra e acesso a serviço de saúde.

(C) alimentação, habitação, analfabetismo, renda, trabalho e desemprego, transporte, lazer, liberdade, acesso de terra e acesso a serviço de saúde.

(D) alimentação, habitação, educação, renda familiar, meio rural, trabalho, transporte, desemprego, lazer, liberdade, acesso e posse de terra e acesso a serviço de saúde.

(E) fome, habitação, educação, renda familiar, meio ambiente, trabalho, transporte, emprego, cultura, autonomia, posse de terra e acesso a serviço de saúde.

RESPOSTA.

QUESTÃO 33
USP 2019: A constituição das políticas sociais dá‐se por meio de múltiplos componentes e determinações, entre outros, de natureza econômica, política e cultural. Considerando as particularidades da formação sócio‐histórica brasileira, sobretudo a cultura antidemocrática e conservadora das classes dominantes no Brasil, Behring e Boschetti (2007) destacam um componente fundamental da referida constituição.

Tal componente diz respeito

(A) ao seguro social.
(B) aos direitos sociais.
(C) à lógica social.
(D) às necessidades sociais.
(E) ao contrato social.

RESPOSTA.

QUESTÃO 34
USP 2019: Em situação de atendimento em Unidade Básica de Saúde com usuária que afirma ter praticado aborto e que não deseja que a referida informação seja repassada para outros profissionais da equipe, admite‐se a quebra do sigilo profissional previsto no Art. 18 do Código de Ética da/o Assistente Social de 1993, quando

(A) se tratar de situações que promovam a saúde/doença e o bem‐estar das/os usuárias/os.

(B) se tratar de situações cuja gravidade envolva fato delituoso.

(C) a situação for relacionada a atendimento multidisciplinar.

(D) a gravidade das situações pode trazer prejuízo aos interesses da usuária, de terceiros/as e da coletividade.

(E) a quebra de sigilo não prejudicar o/a usuário/a e a coletividade.

RESPOSTA.

QUESTÃO 35
USP 2019: O Sistema Único de Saúde (SUS), como parte da Seguridade Social brasileira, foi regulamentado em 1990 pela

(A) Lei Orgânica da Saúde.
(B) Lei Orgânica da Assistência Social.
(C) Lei Federal da Saúde Pública.
(D) Lei Municipal Orgânica da Saúde Pública.
(E) Lei Orgânica de Saúde da Previdência Social.

RESPOSTA.

QUESTÃO 36
USP 2019: A Seguridade Social brasileira, especialmente quanto ao seu núcleo central – a saúde, a assistência social e a previdência social –, tem sofrido, nas últimas décadas, uma série de desmontes proporcionada principalmente pelas consequências do neoliberalismo no país.

Em Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais (BRASIL, 2009), Boschetti afirma que eles seguem três caminhos fundamentais. Um deles refere‐se à desconfiguração dos direitos previstos na Constituição Federal de 1988; o outro compreende a fragilização dos espaços de participação e controle democráticos também previstos na Constituição.

O terceiro caminho dos desmontes da Seguridade Social brasileira destacado pela autora refere‐se

(A) à gerência social.
(B) à supervisão.
(C) ao organograma institucional.
(D) ao orçamento.
(E) à vontade política.

RESPOSTA.

QUESTÃO 37
USP 2019: Considere a situação de atendimento relatada a seguir: Denúncia de maus‐tratos a paciente idoso com deficiência neurológica feita por membro da equipe multiprofissional da atenção básica. Paciente mora com irmão mais novo, que é atual cuidador após falecimento recente da genitora de ambos.

Para a situação descrita, NÃO constitui(em) procedimento(s) correto(s):

(A) realização de visita domiciliar com outro membro da equipe multiprofissional para acompanhamento de rotina, a fim de compreender melhor a denúncia recebida e discutir estratégias de encaminhamento.

(B) leitura prévia dos registros e documentos sobre o contexto sociofamiliar e pesquisa na rede socioassistencial sobre os atendimentos anteriores.

(C) articulação prévia junto à política local de assistência social e demais recursos na perspectiva intersetorial.

(D) apoio e encaminhamento das demandas apresentadas pelo cuidador denunciado: recente perda da mãe, ter de assumir repentinamente a função de cuidador e recurso do BPC insuficiente para poder se afastar do trabalho.

(E) acionamento da Guarda Municipal para realizar denúncia da situação, como primeira medida.

RESPOSTA.

QUESTÃO 38
USP 2019: De acordo com a lei 11.129 de 30 de junho de 2005, as Residências Multiprofissionais em Saúde são definidas como:

I. modalidade de ensino de pós‐graduação lato sensu;

II. direcionadas para educação em serviços;

III. destinadas às categorias profissionais que integram a área da saúde, exceto a médica;

IV. modalidade de ensino de graduação e pós‐graduação stricto sensu.

Está correto apenas o indicado em

(A) I e II.
(B) II e III.
(C) I, III e IV.
(D) I, II e III.
(E) IV.

RESPOSTA.

QUESTÃO 39
USP 2019: Em Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais (BRASIL, 2009), Iamamoto discute o significado do assalariamento como mediação do trabalho profissional e os dilemas da alienação que lhes são inerentes.

Para a autora, no âmbito do Estado, uma das manifestações da referida alienação é

(A) a pluralidade.
(B) a burocracia.
(C) o corporativismo.
(D) o empresariado.
(E) a plutocracia.

RESPOSTA.

QUESTÃO 40
USP 2019: De acordo com a lei de regulamentação da profissão, Lei 8.662, de 1993, assinale uma das atribuições privativas do/a assistente social

(A) realizar vistorias, perícias técnicas, laudos periciais, informações e pareceres sobre a matéria de serviços públicos.

(B) coordenar, elaborar, executar, supervisionar e avaliar estudos, pesquisas, planos, programas e projetos na área das Ciências Sociais.

(C) dirigir e coordenar associações, núcleos, centros de estudo e de pesquisa em atendimento social.

(D) coordenar seminários, encontros, congressos e eventos assemelhados sobre assuntos de saúde e assistência social.

(E) dirigir e coordenar associações, núcleos, centros de estudo e de pesquisa em Serviço Social.

RESPOSTA.

QUESTÃO 41
USP 2019: As políticas de Seguridade Social instituídas nos países capitalistas da Europa Central se sustentaram nos modelos de políticas sociais

(A) bismarckiano e beveridgiano.
(B) bismarckiano e toyotista.
(C) beveridgiano e toyotista.
(D) marxista e beveridgiano.
(E) bismarckiano e marxista.


QUESTÃO 42
USP 2019: Em O Serviço Social na contemporaneidade: trabalho e formação profissional, Iamamoto (2005) enfatiza, de modo especial, a necessidade da compreensão da realidade como condição do trabalho profissional e não como um obstáculo, o que requer considerar o/a assistente social como trabalhador/a assalariado/a, assim como a ruptura com certas perspectivas de análise da profissão, como as

(A) racionalistas.
(B) dialógicas.
(C) unilaterais.
(D) totalizantes.
(E) dialéticas.


QUESTÃO 43
USP 2019: De acordo com Barroco (2012, p. 63),

A defesa dos direitos humanos (DH) é uma das prescrições constitutivas dos princípios fundamentais do CE [Código de Ética] de 1993.

A compreensão do significado dos DH no interior do CE supõe a mesma lógica adotada em relação aos valores, isto é, demanda a sua relação com a concepção ética e a direção social do CE. Isso remete à compreensão histórica sobre os DH e à necessidade de entender os seus limites e possibilidades na sociedade capitalista.

Conforme a autora, entende‐se a compreensão de Direitos Humanos inscrita no Código de Ética do/a Assistente Social de 1993 como

(A) concepção histórica apreendida no contexto da sociedade burguesa, com suas contradições e determinações; vincula‐ se à luta de classes, em oposição às formas de dominação e de discriminação existentes.

(B) concepção a‐histórica, compreendida pela concepção de homem como um ser universal abstrato, vinculado aos direitos naturais e à apreensão de uma dada essência humana imutável.

(C) compreensão abstrata dos direitos humanos desvinculada da sociabilidade capitalista e das condições sociais, econômicas e políticas de dada sociedade; compõe a defesa de valores e da ética universal.

(D) compreensão histórica e naturalizadora da ordem vigente; vincula‐se às lutas por melhores formas de sociabilidade e à humanização que potencialize o avanço das relações sociais de classe.

(E) concepção universal e histórica apreendida no seio da sociabilidade burguesa e sua inerente luta de classes enquanto condição objetiva do desenvolvimento social e defesa de valores que pacifiquem as referidas relações.


QUESTÃO 44
USP 2019: O autor da frase “o que move o capital é a busca de lucros, ou seja, a extração do máximo de mais‐valia” é

(A) Durkheim.
(B) Comte.
(C) Marx.
(D) Platão.
(E) Montesquieu.


QUESTÃO 45
USP 2019: Segundo a abordagem histórica adotada nos estudos de Mioto em Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais (BRASIL, 2009), a família é considerada em sua [...] diversidade, descarta‐se a ideia de modelos de estrutura e de relações e desprende‐se do ideal do amor e da harmonia ao tomar o conflito como inerente às suas relações, inclusive àquelas que estabelece com outras esferas da sociedade (2009, p. 489).

Coerente com esta abordagem e à luz de pesquisas anteriores, a autora recupera indicadores que, apresentados de formas variadas e inter‐relacionados, contribuem para a definição de família. São eles:

(A) a comunidade, o grau de parentesco e os afetos.
(B) o domicílio, o parentesco e os afetos.
(C) as relações de dependência e o domicílio.
(D) o grau de parentesco e as relações de dependência.
(E) o domicílio, os afetos e a comunidade.


QUESTÃO 46
USP 2019: Durante um atendimento individual, as ações profissionais que se conectam com as exigências ético‐políticas emancipatórias vinculadas aos princípios do Código de Ética do/a Assistente Social de 1993 ocorrem quando o/a profissional

(A) apresenta respostas estritamente institucionais e potencializa a responsabilidade da resolução do problema para o/a usuário/a.

(B) expõe o/a usuário/a diante da equipe profissional e o responsabiliza pelo seu quadro de saúde.

(C) oferece respostas profissionais e constrói junto com o/a usuário/a estratégias de enfrentamento e superação da questão apresentada.

(D) acolhe e cria vínculos com usuário/a na perspectiva terapêutica e encaminha para outras instâncias a resolução das demandas apresentadas.

(E) oferece oportunidade de reflexão, questionamento e estratégias de reivindicação no âmbito mais geral, porém não atendendo à demanda apresentada.


QUESTÃO 47
USP 2019: O espaço criado para estabelecer a comunicação entre os usuários e instituição no SUS que tem por objetivo melhorar a qualidade dos serviços prestados é chamado de

(A) ouvidoria.
(B) ambulatório.
(C) enfermaria.
(D) comunicação hospitalar.
(E) serviço jurídico.


QUESTÃO 48
USP 2019: Ao tratar do significado da orientação e do acompanhamento social a indivíduos, grupos e famílias exercidos pelas/os assistentes sociais nos mais diversos espaços sócio‐ocupacionais de sua inserção, Mioto (2009) propõe considerá‐los como ações socioeducativas e que se estruturam no que a autora nomeia como seus “dois pilares”, sendo eles:

(A) estabelecimento de vínculos e atendimento individual.
(B) práticas restaurativas e diálogo.
(C) plantão social e estabelecimento de vínculos.
(D) grupo focal e processo reflexivo.
(E) socialização das informações e processo reflexivo.


QUESTÃO 49
USP 2019: O conservadorismo e a pós‐modernidade têm se apresentado como parte constituinte das estratégias presentes no conjunto da ofensiva neoliberal, tendo expressões na área da saúde, bem como na profissão do Serviço Social.

A afirmação que NÃO caracteriza uma reação conservadora no campo do Serviço Social, segundo Matos (2013), é:

(A) O Serviço Social Clínico tem se apresentado a partir da proposta de profissionais de atendimento de caráter terapêutico, e pode se configurar como uma das expressões da reação conservadora ao Serviço Social.

(B) A defesa de um saber específico do/a assistente social na saúde à luz das especialidades médicas conforma uma afirmação de identidade profissional.

(C) Mesmo com o Projeto Ético‐Político, desde os anos 1990, correntes irracionalistas e da pós‐modernidade recuperam na profissão aspectos de sua gênese e história conservadoras.

(D) A apropriação do Projeto Ético‐Político depende da defesa concreta dos seus princípios e valores pelos/as profissionais, bem como de elementos conjunturais e estruturais, sobre os quais a categoria não tem ingerência sozinha.

(E) A reatualização da crise de identidade profissional estabelece dúvidas entre assistentes sociais e estudantes de Serviço Social sobre o objeto específico da profissão.


QUESTÃO 50
USP 2019: A Política Nacional de Humanização (PNH), criada em 2003 e vinculada à Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, está associada aos fundamentos centrais da política

(A) de assistência social e à garantia dos princípios do SUS, e deve ter como referencial o Projeto de Reforma Sanitária.

(B) da previdência social e à garantia dos princípios do SUS, bem como do Projeto de Reforma Pública Sanitária.

(C) de saúde e à garantia dos princípios do SUS, devendo ter como referencial o Projeto de Reforma Sanitária.

(D) de saúde, assistência social e previdência social e deve ter como referencial o Projeto de Reforma Sanitária.

(E) de saúde coletiva e à garantia dos princípios da previdência social e deve ter como referencial o Projeto Ético Político.

Prova de Serviço Social para Residência USP 2019 com Gabarito Prova de Serviço Social para Residência USP 2019 com Gabarito Reviewed by Redação on novembro 22, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.