Atividade História e Cidadania com Gabarito

Atividade História e Cidadania com Gabarito
Atividade História e Cidadania com Gabarito

QUESTÃO 01
"Quando sua influência [de Péricles] estava no auge, ele poderia esperar a constante aprovação de suas políticas, expressa no voto popular na Assembleia, mas suas propostas eram submetidas à Assembleia semanalmente, visões alternativas eram apresentadas às dele, e a Assembleia sempre podia abandoná-lo, bem como suas políticas e ocasionalmente assim procedeu.

A decisão era dos membros da Assembleia, não dele, ou de qualquer outro líder, o reconhecimento da necessidade de liderança não era acompanhado por uma reunião ao poder decisório. E ele sábia disso."

Ao caracterizar o funcionamento da democracia ateniense, no século X a.C., o texto afirma:

a) Os líderes políticos detinham o poder decisório, embora ouvisse, às vezes as opiniões da Assembleia.

b) A eleição de líderes e representantes políticos dos cidadão na Assembleia demonstrava a caráter indireto da democracia.

c) A Assembleia era o espaço dos debates e das decisões, o que revela a participação direta dos cidadãos na conduta política da cidade.

d) Os membros da Assembleia escolhiam os líderes políticos, submetendo-se a partir de então ao seu poder e as suas decisões.

e) Os cidadãos evitam apresentar sua discordância na Assembleia, pois poderiam assim provocar impasses políticos.

GABARITO.

QUESTÃO 02
"Como entre os gregos, as mulheres romanas não podiam tomar parte dos cargos no governo. Os homens cidadãos da República romana se reuniam em assembleias e escolhiam os tribunos da plebe, magistrados que tinham direito a veto sobre as decisões do Senado e dos outros magistrados.

Os romanos utilizavam-se da sigla SPQR (Senatus Populusque Romanus) para se referir ao seu próprio Estado: "O Senado e o povo de Roma". Embora o poder estivesse, em termos formais, dividido entre Senado e Povo, a influência dos senadores predominava, pois as assembleias populares mais importantes eram aquelas que reuniam os homens em armas e nas quais os poderosos tinham muito mais votos do que os simples camponeses [...]"
FUNARI, Pedro Paulo, Grécia e Roma.
São Paulo: Contexto, 2001, p. 85.

Sobre a cidadania romana, assinale a alternativa correta.

a) O conceito de cidadania romana era muito mais amplo e flexível do que o ateniense, tendo as mulheres, no final do império, obtido plenos direitos políticos.

b) Com a Lei das XII Tábuas, passou a exibir igualdade entre os cidadãos romanos.

c) Tornavam-se romanos, por exemplo, os ex-escravos alforriados, chamados libertos, os quais obtinham direitos plenos de cidadania.

d) Os romanos concediam a cidadania a indivíduos aliados e, até mesmo, a comunidades inteiras.

e) Através da política de "pão e circo", os imperadores romanos garantiam à plebe amplos direitos sociais, minimizando a miséria que atingia amplas parcelas da população.

GABARITO.

QUESTÃO 03
"Século XVII é decisivo na história da Inglaterra [...]. Toda a Europa enfrentava uma crise em meados do século XVII e ela se expressava por meio de uma série de conflitos, revoltas e guerras civis."
HILL, Christopher. Oliver Cromwell e a Revolução Inglesa, p. 13.

A esse respeito, é correto afirmar:

a) Durante o século XVII, a Inglaterra foi a única região que possou ao largo das turbulências políticas-sociais que sacudiram as monarquias europeias.

b) A "Declaração de Direitos" (Bill of Rights), elaborada em 1689, estabeleceu a monarquia absolutista na Inglaterra, condição fundamental para o poderio britânico que se verificaria nos séculos XVIII e XIX.

c) A chamada Revolução Gloriosa de 1688 consolidou a emergência dos grupos radicais, denominados niveladores e cavadores, em detrimento do poder da aristocracia senhorial inglesa.

d) O resultado final da Revolução Inglesa foi a adoção de um pacto político e religioso entre a burguesia e a nobreza proprietária de terras, que garantiu o reconhecimento da supremacia papal sobre os assuntos religiosos da monarquia.

e) Após a chamada Revolução Puritana, que resultou na execução do rei Carlos I, e da Revolução Gloriosa, que levou à deposição do Jaime II, a monarquia teve seu poder limitado, tendo de cumprir as leis votadas pelo Parlamento.

GABARITO.

QUESTÃO 04
A "Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão", voltada pela Assembleia Nacional Constituinte francesa, em 26 de agosto de 1789, visava:

a) romper com a declaração de independência dos Estados Unidos, por esta não ter negado a escravidão.

b) recuperar os ideias cristãos de liberdade e igualdade, surgidos na época medieval e esquecidos na moderna.

c) estimular todos os povos a se revoltarem contra seus governos, para acabar com a desapropriação das terras da nobreza para constituição de coletivos agrícolas.

d) transformar a estrutura político-social obedecendo ao princípio da igualdade jurídica, o que não significava igualdade social.

e) aliar a alta burguesia aos "sans-culottes" e aos camponeses.

GABARITO.

QUESTÃO 05
"Enquanto a Revolução na França ensejou um ensaio breve e fracassado de implementação do direito ao trabalho, o cartismo, um dos maiores movimentos de massas da história britânica, fracassa também na tentativa de conquistar o sufrágio universal masculino. Mas quase com uma concessão compensatória, a legislação do trabalho avançou de modo surpreendente: em 1842, foi aprovada lei proibindo o trabalho subterrâneo das mulheres nas minas e criando inspetores de minas; em 1844, foi a extensão da legislação fabril à indústria da seda, e a limitação da jornada de jovens e mulheres a 12 horas, em 1847."
SONGER, Paulo. Apud. PINSKY, Jaime; PINSKY, Carla Bassanezi.
História Cidadania, São Paulo: Contexto, 2003, p. 231.

Sobre as lutas dos trabalhadores em busca de direitos sociais ao longo de século XIX, é correto afirmar:

a) As conquistas dos trabalhadores ingleses foram revogados no final do século XIX devido à crise que atingiu a Grã-Bretanha.

b) A Primeira Internacional fracassou totalmente, não conseguindo organizar os trabalhadores.

c) Marx e Bakunin repudiaram as lutas sindicais, pregando a revolução pacífica e coordenada de trabalhadores e camponeses.

d) As lutas do movimento operário por direitos sociais e políticos deram frutos e estes fortaleceram a classe trabalhadora e tornaram o Estado, em número cada vez maior de países e finalmente no plano mundial (por maio de convenções da Organização Internacional do Trabalho), o responsável pelo respeito a esses direitos.

e) A aprovação de uma ampla legislação favorável aos trabalhos nos Estados Unidos deu origem às festividades do Primeiro de Maio, que se tonou o Dia Internacional do Trabalho.

GABARITO.

Comentários