Pedro, servidor público estadual do Poder Executivo, foi injustamente demitido por falta grave

(DPE/RJ – Técnico Superior Especializado – Administração – FGV). Pedro, servidor público estadual do Poder Executivo, foi injustamente demitido por falta grave, após processo administrativo disciplinar, sendo acusado de receber propina. Pedro buscou assistência jurídica na Defensoria Pública e, após longo processo judicial, que durou quatro anos, o Poder Judiciário reconheceu que Pedro não praticara o ato que lhe fora imputado, determinando seu retorno ao serviço, com ressarcimento dos vencimentos e vantagens, bem como reconhecimento dos direitos ligados ao cargo.
O nome dado à forma de provimento de cargo determinada na decisão judicial é:

(A) nomeação.
(B) retorno.
(C) aproveitamento.
(D) reintegração.
(E) readaptação.

QUESTÃO ANTERIOR:
(IF/BA – Assistente em Administração – FUNRIO/2016). O regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais, estabelece que somente haverá posse nos casos de provimento de cargo por

GABARITO:
(D) reintegração.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- mais questões de concurso.

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:
Questões de Legislação do Regime Jurídico Único com Gabarito

PESQUISAR OUTRA QUESTÃO

Comentários