SANTA CASA 2018: 2ª Dia - Questão 01 a 03 - Leia o poema de Alberto de Oliveira para responder às questões de 01 a 03.

SANTA CASA 2018: 2ª Dia - Questão 01 a 03
Leia o poema de Alberto de Oliveira para responder às questões de 01 a 03.

O muro

É um velho paredão, todo gretado¹,
Roto² e negro, a que o tempo uma oferenda
Deixou num cacto em flor ensanguentado
E num pouco de musgo em cada fenda.

Serve há muito de encerro a uma vivenda³
Protegê-la e guardá-la é seu cuidado;
Talvez consigo esta missão compreenda,
Sempre em seu posto, firme e alevantado.

Horas mortas, a lua o véu desata,
E em cheio brilha; a solidão se estrela
Toda de um vago cintilar de prata;

E o velho muro, alta a parede nua,
Olha em redor, espreita a sombra, e vela,
Entre os beijos e lágrimas da lua.
                             (Parnasianismo, 2006.)

¹gretado: rachado.
²roto: danificado.
³vivenda: pequena casa de campo.

santa-casa-2018-2-dia-questao-01-a-03

Questão 01
É uma característica do Parnasianismo encontrada no poema:

(A) entendimento místico da vida como uma missão.

(B) submissão do eu lírico a um tempo implacável que a tudo destrói.

(C) elogio à serenidade do envelhecimento, como alternativa aos descaminhos da juventude.

(D) expressão da intensidade dos sentimentos por meio de descrições cifradas.

(E) descrição minuciosa de objetos, sem menção a um eu que os observa.

Resposta: (E) descrição minuciosa de objetos, sem menção a um eu que os observa.

- Nesse poema, há a impassibilidade parnasiana, pois não existe a manifestação emocional do eu lírico. Notam-se, além disso, a descrição minuciosa do muro, o registro culto, a rima rica, a forma clássica do soneto. Essas características são típicas do Parnasianismo.

Questão 02
O muro, personificado no poema,

(A) distrai-se de sua missão com atividades alheias a ela.

(B) declara ter consciência do trabalho que incessantemente executa.

(C) questiona o sentido de permanecer sempre no mesmo lugar.

(D) cumpre com altivez, durante muito tempo, a função a ele atribuída.

(E) dissimula, com sua aparência, sua essência imutável.

Resposta: (D) cumpre com altivez, durante muito tempo, a função a ele atribuída.

- O muro cumpre com altivez (= brio, orgulho) a sua função de guardar a casa, como se nota no verso “Sempre em seu posto, firme e alevantado”. Essa proteção vem de longo tempo, como indica o verso “Serve há muito de encerro a uma vivenda”.

Questão 03
Quanto aos tipos de complementos requeridos, o verbo “deixou” (1ª estrofe) é semelhante ao verbo da oração:

(A) O filho daquele casal fica feliz em qualquer lugar.

(B) Maria Cristina chutou com força a parede e o medo.

(C) Quarta-feira da semana passada não choveu muito.

(D) Emprestei por dois dias minha namorada a um inimigo.

(E) Antonio Carlos leu milhares de livros ruins e inúteis.

Resposta: (D) Emprestei por dois dias minha namorada a um inimigo.

- Os versos em que está o verbo deixar estão em ordem indireta (hipérbato) e para analisar as relações sintáticas é necessário colocá-los em ordem direta: o tempo deixou uma oferenda ao velho paredão (a que) num cacto em flor ensanguentado. Assim, “o tempo” é sujeito; “uma oferenda”, objeto direto; “a que” (pronome relativo que retoma “velho paredão”) funciona com objeto indireto e “num cacto em flor ensanguentado” é adjunto adverbial. A mesma estrutura sintática ocorre em “Emprestei por dois dias minha namorada ao inimigo”, em que “minha namorada” é objeto direto; “a um inimigo” é objeto indireto e “por dois dias” é adjunto adverbial.

Questão anterior:
- SANTA CASA 2018: 1ª Dia - Questão 19 e 20
- Leia o trecho inicial do conto "Tempo da camisolinha", de Mário de Andrade, para responder às questões 19 e 20.

Próxima questão:
SANTA CASA 2018: 2ª Dia - Questão 01 a 03 - Leia o poema de Alberto de Oliveira para responder às questões de 01 a 03. SANTA CASA 2018: 2ª Dia - Questão 01 a 03 - Leia o poema de Alberto de Oliveira para responder às questões de 01 a 03. Reviewed by Redação on março 03, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.