Questões de História da FEI (Vestibular 2018/2) com Gabarito

Questões de História da FEI (Vestibular 2018/2) com Gabarito

QUESTÃO 21
(FEI 2018) Para responder à questão, leia o texto a seguir:
1492 menos 476 é igual a 1016. Mil e dezesseis são muitos anos, e é difícil crer que o modo de viver e de pensar se tenha mantido imutável ao longo de um período tão extenso e em que ocorreram muitos fatos históricos hoje estudados nas escolas (das invasões bárbaras ao renascimento carolíngio e ao feudalismo, da expansão dos árabes ao nascimento das monarquias europeias, das lutas entre a Igreja e o império às Cruzadas, de Marco Polo a Cristóvão Colombo, de Dante à conquista de Constantinopla pelos turcos).
(ECO, Umberto. Idade Média: Bárbaros, Cristãos e Muçulmanos.
Lisboa: ed. D. Quixote, 2012, p.4)

Embora o período histórico relatado no texto seja muito extenso e repleto de acontecimentos, qual das alternativas a seguir pode ser considerada uma característica comum a este grande período?

(A) camponeses eram geralmente livres de obrigações em relação aos proprietários de terras.
(B) os comerciantes ricos dominaram politicamente as instituições.
(C) as aristocracias proprietárias de terras tendiam a ser classe dominante.
(D) os artesãos urbanos desempenharam um papel substancial na administração pública e na estrutura de governo.
(E) o clero não exercia qualquer influência política, limitando-se às atividades de cunho sacerdotal.

Resposta.

QUESTÃO 22
(FEI 2018) Para responder à questão, leia o texto a seguir:
Só vinte e cinco habitantes de São Paulo em idade e condições de pegar em armas, segundo um relato da época, não o fizeram. Tal era o engajamento que a vila se despovoou de sua população masculina. A bandeira teria partido em agosto de 1628. Em janeiro de 1629, estava produzindo os primeiros estragos nas missões dos jesuítas espanhóis. O método era cercar a povoação e convidar os habitantes a seguir com os agressores até São Paulo. Caso contrário, as casas seriam queimadas e ninguém seria poupado.
(TOLEDO, Roberto Pompeu de. A capital da solidão - uma história de São Paulo das origens
a 1900. Rio de Janeiro: Objetiva, 2012 ed. digital Epub.)

O texto relata qual episódio da história paulista do século dezessete?

(A) Uma bandeira em busca do ouro na região das Minas Gerais.
(B) A fuga da população da Vila de São Paulo por conta das invasões francesas.
(C) A luta contra os espanhóis pelo controle das minas de prata encontradas na região de Potosi, atual Bolívia.
(D) A luta contra os espanhóis pelo domínio territorial da região sul do continente durante a União Ibérica.
(E) Escravização de índios catequizados pelos jesuítas no período histórico conhecido como União Ibérica.

Resposta.

QUESTÃO 23
(FEI 2018) Para responder à questão, leia o texto a seguir:
Quanto aos juramentos prestados aos reis, eles evocam-se, sobretudo, a respeito de notícias relativas à celebração de contratos feudais que envolviam um compromisso mútuo entre as partes, já que, por eles, o rei garantia a fidelidade do _____________através da ____________, e este, mediante a doação provisória de um benefício, frequentemente uma torre ou um castelo, se obrigava a servir e a obedecer ao rei.
(SILVÉRIO, Carla Serapicos. Representações da realeza na cronística medieval portuguesa: a
dinastia de Borgonha. Lisboa: Edições Colibri, 2004, p.55)

O texto fica correto se as lacunas do texto forem completadas, respectivamente, com as palavras:

(A) sacerdote e ordenação.
(B) suserano e vassalagem.
(C) rei e coroação.
(D) vassalo e homenagem.
(E) burgo e contratação.

Resposta.

QUESTÃO 24
(FEI 2018) Foi um movimento que envolveu homens, mulheres e crianças de muitos países da Europa, atingindo quase todos os aspectos da vida cotidiana, do pensamento religioso até a política e a economia da época. Em termos territoriais, abrangeu também o Império Bizantino e a civilização islâmica. Trata-se:

(A) do fenômeno das Cruzadas.
(B) da queda do Sacro-Império Romano Germânico.
(C) do fenômeno da Intifada.
(D) da Revolução Gloriosa.
(E) do movimento sionista.

Resposta.

QUESTÃO 25
(FEI 2018) Os principais líderes europeus se encontraram em Viena de 1814 a 1815 no célebre Congresso de Viena, que marcou o estabelecimento de uma nova ordem política e institucional para a Europa após mais de duas décadas de turbulências e guerras iniciadas com a Revolução Francesa. Entre os objetivos deste congresso, é correto indicar:

(A) Estabelecimento de um tratado de paz intermediado por Napoleão Bonaparte.
(B) A reunificação do Sacro Império Romano através da união da Áustria com a Prússia.
(C) Estabelecimento de uma grande coalizão de poderes sob a liderança da França, com a participação da Rússia, Áustria e Prússia para estabilizar a Europa frente ao crescente poderio inglês.
(D) Redesenho das fronteiras da Europa após a queda de Napoleão para recriar o equilíbrio entre as grandes potências.
(E) Estabelecimento de estratégias para derrotar Napoleão depois de sua vitória avassaladora contra a Rússia e a ocupação deste país.

Resposta.

QUESTÃO 26
(FEI 2018) Durante todo o período da República (de 509 a.C. até 27 a.C.), foram criadas em Roma diversas instituições, como as magistraturas, os consulados, o senado e as assembleias populares. Essas instituições foram evoluindo ao longo dos séculos, para fazer frente à expansão territorial e ao aumento da complexidade da sociedade romana. Entre os conflitos sociais que se destacaram no período, é correto indicar:

(A) escravos versus servos.
(B) clientes versus escravos.
(C) magistrados versus sacerdotes.
(D) burgueses versus proletários.
(E) patrícios versus plebeus.

Resposta.

QUESTÃO 27
(FEI 2018) A Primeira Guerra Mundial (1914 a 1918) eclodiu devido a diversas causas, pois havia muitas desavenças entre as nações europeias. Seis grandes potências da Europa se aglutinaram em dois grandes grupos: Grã-Bretanha, França e Rússia formaram a Tríplice Entente, enquanto a Alemanha, a Áustria-Hungria e a Itália formaram a Tríplice Aliança. Esta guerra derrubou antigos impérios e mudou para sempre a ordem política do mundo, mas teve o trágico saldo de 17 milhões mortos. Não podemos atribuir como consequência da Primeira Guerra Mundial:

(A) o fortalecimento dos movimentos de independência na Ásia e na África.
(B) a queda do império russo após a revolução de outubro (1917), que resultou na formação da URSS (1922).
(C) a redução da influência dos EUA e a perda da hegemonia deste país como potência mundial.
(D) a abolição das monarquias na Alemanha, Áustria, Hungria, Turquia e Rússia.
(E) o fato de a Polônia, a Iugoslávia e a Checoslováquia terem se tornado novos estados independentes.

Resposta.

QUESTÃO 28
(FEI 2018) Durante três séculos, o açúcar foi, de longe, o mais importante dos produtos importados pela Europa e responsável por grande parte do fluxo econômico naquele continente. A produção de açúcar diferiu de outras commodities agrícolas do hemisfério ocidental porque:

(A) era uma atividade extremamente lucrativa que dependia de ínfimos investimentos.
(B) exigia um processamento intensivo para transformá-la numa exportação lucrativa.
(C) exigia pouquíssima mão de obra para a produção.
(D) não necessitou de grandes derrubadas de matas e alterações ambientais para a sua produção.
(E) podia ser produzida no interior das colônias, em locais distantes das zonas portuárias, pois se adaptavam a qualquer solo e clima e eram facilmente transportáveis.

Resposta.

QUESTÃO 29
(FEI 2018) Para responder à questão, leia o texto a seguir:

Juntas da Real Fazenda
Também denominadas Juntas da Administração e Arrecadação da Real Fazenda, começaram a ser criadas na década que medeou entre 1760 e 1770, como uma consequência direta do estabelecimento do Erário Régio em Portugal, ocorrido em 1761. A instalação das juntas nas capitanias mais atrasadas demorou décadas, tanto que em 1820 ainda não se haviam estabelecido todas. Eram presididas pelo Governador e Capitão General, tendo como deputados, nas capitanias litorâneas, o Intendente da Marinha e Armazéns Reais, o Procurador da Coroa e Fazenda Real, o Tesoureiro, o Contador e o Escrivão da Junta.
Ministério da Fazenda Receita Federal do Brasil.
(http://www.receita.fazenda.gov.br/historico/srf/historia/catalogo_colonial/letrajjuntasreal.htm. Acesso em 29 mar. 2018)

O texto discorre sobre a estrutura de arrecadação criada durante o governo do Marquês de Pombal, que teve forte impacto na economia portuguesa e brasileira no período. A este período histórico denominamos de:

(A) despotismo esclarecido.
(B) monarquismo parlamentarista.
(C) fisiocracia liberal.
(D) teocracia mercantilista.
(E) monarquia constitucional financista.

Resposta.

QUESTÃO 30
(FEI 2018) Em 1917 o czarismo russo foi derrubado por grupos de revolucionários, que criaram um estado socialista dentro das fronteiras do antigo império. Cinco anos depois, surgiu a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), reunindo uma confederação de estados sob o domínio do Partido Comunista. Com a ascensão ao poder de Joseph Stalin em 1924, uma economia de modelo socialista foi implantada na URSS e perdurou até seu colapso, na década de 1980 do século XX. Entre as alternativas a seguir, qual delas não era típica da economia soviética?

(A) Ênfase na criação e no desenvolvimento de indústrias do setor bélico armamentista.
(B) Disponibilidade de bens de consumo para toda a população, baseando-se na lei da oferta e procura.
(C) Controle estatal de praticamente todos os setores econômicos.
(D) Ênfase aos setores energético e de bens de capital.
(E) Ênfase no planejamento econômico rígido, baseado em planos quinquenais.

Resposta.

Questões de História da FEI (Vestibular 2018/2) com Gabarito Questões de História da FEI (Vestibular 2018/2) com Gabarito Reviewed by Redação on julho 09, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.