Questões de História da IFPE 2018 com Gabarito

Questões de História da IFPE 2018 com Gabarito
(Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco)

HISTÓRIA

QUESTÃO 41
IFPE 2018: Na última década, as telas de cinema ficaram recheadas de produções que contavam sagas de super-heróis. Quase sempre o enredo era o mesmo: salvar a Terra da destruição imediata. Recentemente, no filme Vingadores: Guerra Infinita, os heróis da Marvel tiveram que enfrentar o vilão Thanos, cujo plano era coletar as seis joias do infinito e, com elas, destruir metade do universo. Na vida real, em diversos contextos históricos, a ameaça se materializou através de epidemias. Para populações inteiras, enfermidades geradas por vírus e bactérias provocaram bastante temor. Em algumas situações, chegou-se mesmo a acreditar que era o fim dos tempos. Sobre as doenças e sua historicidade em diferentes temporalidades e espacialidades, assinale a alternativa CORRETA.

a) No final do século XV, os europeus que vieram ao continente americano trouxeram consigo doenças como varíola, sarampo e febre tifoide. Os nativos da América não possuíam nenhuma imunidade natural contra essas enfermidades e sofreram com epidemias que chegaram a dizimar mais da metade da população.

b) O mosquito Aedes aegypti, um dos transmissores da dengue, foi responsável pela diminuição drástica da população que vivia nas faixas litorâneas do Brasil colonial. Desde então, epidemias de dengue vêm ocorrendo no país de forma continuada, com incidência de mortes na maioria dos casos.

c) O Império Mali, no século XIII, foi devastado por uma epidemia do vírus Ebola, que foi introduzido na África através do comércio transaariano entre mulçumanos e berberes. Com taxa de letalidade bastante alta, a morte chegou para mais de 90% das pessoas que o contraíram.

d) Peste Negra foi o nome como ficou conhecida a epidemia mundial provocada pela bactéria yersínia pestis. No século XIV, durante a Idade Média europeia, populações de vários continentes foram atingidas. A doença se propagou rapidamente devido ao crescimento comercial no Mar Mediterrâneo.

e) No final da Primeira Guerra Mundial, enquanto os outros países comemoravam o fim do conflito, a Espanha era o único que sofria com a devastação provocada pelo vírus influenza H1N1. A epidemia foi chamada de Gripe Espanhola e matou mais pessoas que a Grande Guerra.

Resposta.

Leia o TEXTO 16 para responder à questão 42.

TEXTO 16

O Recife foi alçado à condição de vila após mais de uma década de tensões políticas entre comerciantes reinóis, desejosos de aceder ao poder local, e senhores de engenho da terra, ciosos de seus espaços de representação. A criação da nova vila por ordem régia de 19 de novembro de 1709, longe de resolver a questão, atiçou o conflito que se desdobrou em uma pequena guerra civil conhecida ao tempo como as “calamidades de Pernambuco” e, a partir do século XIX, como a “guerra dos mascates”. Apesar da resistência feroz da nobreza da terra, acabou prevalecendo o grupo de homens de negócio reinóis e a municipalidade recifense consolidou-se como órgão de poder local, superando a congênere quinhentista de Olinda.
SOUZA, George. Saciar para manter a ordem e o bem público: a Câmara Municipal do Recife e o problema do abastecimento da vila (século XVIII). Locus, Juiz de Fora/MG, v. 38, p. 103-120, 2014. p. 114. Disponível em: <https://locus.ufjf.emnuvens.com.br/locus/article/viewFile/2849/2168>. Acesso em: 15 maio 2018 (adaptado).

QUESTÃO 42
IFPE 2018: A narração do episódio ocorrido na Capitania de Pernambuco, contida no TEXTO 16, aborda, CORRETAMENTE,

a) a união de camadas dominantes em defesa da ampliação do conceito de cidadania.

b) a disputa entre dois grupos economicamente complementares, mas social e politicamente competitivos.

c) o confronto de duas aristocracias, que queriam ter mais privilégios, contra a dominação estrangeira.

d) o conflito de interesses entre grupos sociais distintos, que disputavam espaços de poder na metrópole.

e) a contenda entre senhores de engenhos e comerciantes enriquecidos por direitos das classes dominadas.


QUESTÃO 43
IFPE 2018: A escola de samba Paraíso do Tuiutí desfilou, no carnaval do Rio de Janeiro, com o enredo “Meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão?”. Em 2018, nos 130 anos da Lei Áurea, a agremiação realizou uma crítica a esse marco legal que, sem nenhuma indenização ou compensação para os recém-libertos, sem nenhuma política de emprego ou de acesso à terra, dificultou a integração dos ex-escravos na sociedade. Além daquele presente no título do enredo, o processo abolicionista vem suscitando outros questionamentos entre os estudiosos do tema. Uma dessas indagações é quanto à participação popular na luta pelo fim da escravidão, pressionando o governo por mudanças na lei escravista. Entre as estratégias colocadas em prática pelo movimento abolicionista estavam:

I. organizar eventos artísticos e passeatas.
II. ingressar com processos na justiça e ações parlamentares.
III. incentivar fugas e resistências armadas.
IV. comprar passagens de retorno para a África.
V. usar espaços cedidos pela Igreja Católica para mobilizações.

Estão CORRETAS, apenas, as estratégias contidas em

a) I, IV e V.
b) II, III e V.
c) I, II e IV.
d) I, II e III.
e) III, IV e V.


Leia o TEXTO 17 para responder à questão 44.

TEXTO 17
ifpe-2018-texto-17

QUESTÃO 44
IFPE 2018: Mais de 4 mil anos separam a história dos dois países representados no TEXTO 17. Entretanto, o autor da charge estabeleceu uma correlação histórica entre eles, expressa, CORRETAMENTE,

a) na simplicidade da estrutura arquitetônica e na capacidade técnica de fundações complexas.
b) no equilíbrio da composição artística e no trabalho compulsório empregado nas construções.
c) no caráter monumental da arquitetura e no financiamento estatal das obras públicas.
d) no aspecto maciço e pesado das edificações e na subvenção do Estado para erigir grandes obras.
e) no desejo de perpetuação através dos monumentos e no subsídio privado das obras de infraestrutura.


Leia o TEXTO 18 para responder à questão 45.

TEXTO 18

Um país governado pelos proprietários está dentro da ordem social; o país onde os não proprietários governam acha-se em estado de natureza.
D’ANGLAS, Boissy apud SOBOUL, Albert. História da Revolução Francesa. Rio de Janeiro: Zahar, 1981, p. 400.

QUESTÃO 45
IFPE 2018: O TEXTO 18 é um fragmento do discurso proferido por Boissy d’Anglas na apresentação do projeto de Constituição, em 23 de junho de 1795, no contexto da Revolução Francesa. O argumento sustentado pelo autor está, CORRETAMENTE, sintetizado na defesa

a) da reforma agrária.
b) da igualdade civil.
c) do sufrágio universal.
d) da educação secular.
e) do voto censitário.

Questões de História da IFPE 2018 com Gabarito Questões de História da IFPE 2018 com Gabarito Reviewed by Redação on julho 28, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.