Questões de História IFMT 2018 com Gabarito

Questões de História IFMT 2018 com Gabarito

HISTÓRIA 2018

QUESTÃO 31
IFMT 2018: O período entre 1964 a 1985 ficou conhecido no Brasil como Regime Militar ou Ditadura Militar. A respeito dos acontecimentos históricos ocorridos durante a época citada, é CORRETO afirmar que:

a) O país viveu uma época em que as grandes manifestações políticas eram incentivadas, uma vez que se vivia um regime democrático.
b) O Brasil, em 1970, foi governado por Jânio Quadros, último presidente militar do país.
c) Durante o período, houve o estabelecimento do pluripartidarismo, importante passo para a consolidação da democracia no Brasil.
d) Durante o governo Costa e Silva, em 1968, foi decretado o Ato Institucional n.º 5 que, dentre outras decisões, estabeleceu o fechamento do Congresso e a suspenção de direitos políticos de cidadãos considerados subversivos.
e) Getúlio Vargas foi o militar que mais tempo ocupou a cadeira presidencial, tendo permanecido no posto de 1964 a 1979.


QUESTÃO 32
IFMT 2018: “Os representantes do povo francês, reunidos em Assembleia Nacional, tendo em vista que a ignorância, o esquecimento ou o desprezo dos direitos do homem são as únicas causas dos males públicos e da corrupção dos Governos, resolveram declarar solenemente os direitos naturais, inalienáveis e sagrados do homem, a fim de que esta declaração, sempre presente em todos os membros do corpo social, lhes lembre permanentemente seus direitos e seus deveres; a fim de que os atos do Poder Legislativo e do Poder Executivo, podendo ser a qualquer momento comparados com a finalidade de toda a instituição política, sejam por isso mais respeitados; a fim de que as reivindicações dos cidadãos, doravante fundadas em princípios simples e incontestáveis, se dirijam sempre à conservação da Constituição e à felicidade geral.

Em razão disto, a Assembleia Nacional reconhece e declara, na presença e sob a égide do Ser Supremo, os seguintes direitos do homem e do cidadão: Art. 1. Os homens nascem e permanecem livres e iguais em direitos. As distinções sociais só podem ser fundamentadas na utilidade comum”.

O fragmento citado faz parte do texto da Declaração Universal dos Direitos do Homem e do Cidadão, texto datado de 1789. No contexto em que foi produzido, tal documento associa-se à:

a) Revolução Cubana.
b) Revolução Russa.
c) Revolução Inglesa.
d) Revolução Gloriosa.
e) Revolução Francesa.

Resposta.

QUESTÃO 33
IFMT 2018: O mato-grossense Cândido Mariano da Silva Rondon foi o responsável por chefiar a comissão que tem seu nome, na construção da linha telegráfica ligando Cuiabá a Santo Antônio do Rio Madeira, no início do século XX. Sobre a Comissão Rondon, é INCORRETO afirmar:

a) Faziam parte da equipe de Rondon: botânicos, médicos, engenheiros, desenhistas, sanitaristas, fotógrafos e topógrafos que coletaram importantes informações sobre a fauna, flora e os grupos nativos mato-grossenses e amazônicos.
b) Graças a sua atuação com os grupos indígenas, Rondon esteve diretamente ligado à criação do SPI (Serviço de Proteção aos Índios).
c) “Matar se preciso for: morrer nunca”: essa frase, atribuída a Rondon, sintetiza o tratamento dispensado pela comissão Rondon aos índios que viviam isolados.
d) Devido ao destaque que obteve com os trabalhos realizados para a instalação das linhas telegráficas e no contato amistoso com os índios, o nome de Rondon foi proposto para concorrer ao Prêmio Nobel da Paz.
e) A comissão Rondon também chamou atenção para as condições de vida da população pobre não indígena (sertanejos e caipiras) que habitava o interior brasileiro.

Resposta.

QUESTÃO 34
IFMT 2018: Um dos eventos mais estudados durante o Segundo Reinado é a “Guerra contra o Paraguai”, que estourou na Bacia do Prata em 1864 e se estendeu até 1870. O trecho a seguir integra um conjunto de memórias sobre o conflito.

[...] Não tínhamos exército quando começara a luta no Sul. Decorrente dos princípios da regência trina, que fora instituída a guarda nacional, o pacífico reinado de D. Pedro II – a grande exceção entre as nações do século XIX – continuara a mesma orientação avessa a inúteis gastos militares num país necessitado de tudo, ainda embrionário, recém-saído do torpor colonial, que por três séculos o mantivera modorrento e deserto [...] Fora preciso tudo improvisar sob o ataque de Solano López. Às pressas foram ajuntados voluntários, marinha de guerra, armamento, munições, corpos de saúde, de engenharia, abastecimento etc., para acudir a ingrata contingência que não tínhamos provocado.
(Fonte: “Vida cotidiana em São Paulo no século XIX”, de Carlos Eugênio Marcondes de Moura, página 228)

Baseando-se no texto, assinale a alternativa cuja leitura NÃO está de acordo com as ideias defendidas pelo autor:

a) Elogia a insubordinação das classes militares diante das ordens do imperador.
b) Reforça a figura de D. Pedro II como um imperador pacífico e ordenador.
c) Propõe a interpretação que retira qualquer responsabilidade do Brasil pelo início do conflito na Bacia do Prata.
d) O texto destaca o despreparo do Exército brasileiro frente à Guerra contra o Paraguai.
e) Aprova a política de D. Pedro II no que diz respeito ao baixo investimento no setor militar, por acreditar que o Brasil tinha outras prioridades.


QUESTÃO 35
IFMT 2018: A lei 10.639, de 9 de janeiro de 2003, incluiu nos currículos da educação básica a obrigatoriedade do ensino sobre História e Cultura Afro-Brasileira nos estabelecimentos de ensino fundamental e médio em todo o território nacional. Sobre os desdobramentos da referida lei, é CORRETO afirmar que:

a) Reforça a concepção eurocêntrica sobre a África e sua cultura.
b) Foi instituído no calendário escolar o dia 20 de novembro como a data comemorativa do “Dia da Consciência Negra”.
c) Nega o reconhecimento da pluralidade étnico-racial do país.
d) Legitimou a exclusão da História da Europa das aulas de História.
e) Ignora as contribuições de africanos e afrodescendentes na formação cultural e científica do Brasil.

Resposta.

HISTÓRIA 2018/2

QUESTÃO 31
IFMT 2018-2: Leia o texto (Poesia) a seguir para responder a questão 31:

Cuiabá:
Não existe Cuiabá sem o calor causticante
Não existe Cuiabá sem andorinha a revoar
Sem o rio caudaloso e vibrante,
Sem morenas de andar cadente a rebolar.

És um mito encastoada no oeste bravio
Que por mais que tentem, sem o conseguir
Tu sempre suportas, vences o desafio
Daqueles que teu caminho te impedem seguir.

Tentaram sufocar-te dividindo
o Estado do qual Capital eterna és!
Mas a migração de patrícios, indo e vindo,
Colocas-te em primazia, qual pedra de puro jaez

O teu estigma é a glória,
Quer queiram, quer não, os inimigos teus.
Pois não és apenas divisor de história,
Mas berço de heróis sustentados por Deus!

Os apedeutas, aqui não acham guarida,
Pois a cultura no teu seio aprimora,
Onde o Douto na humildade habita,
Onde o humilde no Douto mora!
(Moisés Martins)
(Fonte: https://moisesmartinsjr.wordpress.com/2016/03/01/cont-a-forca-da-fala-08/)


No poema, o autor apresenta um pouco da história da cidade de Cuiabá, caracterizando-a como um lugar que:

(A) não teve dificuldades para sua colonização, pois o rio caudaloso trazia os patrícios de todas as partes.
(B) sofreu com as atitudes separatistas dos patrícios que não queriam Cuiabá como capital da província.
(C) mesmo enfrentando grandes dificuldades, manteve-se como capital de Mato Grosso.
(D) tinha rios impróprios para grandes navegações, por isso quase perdeu o seu status de capital.
(E) era uma cidade cujo clima dificultou a ser a capital do Estado de Mato Grosso do Sul.

Resposta.

QUESTÃO 32
IFMT 2018-2: Alguns historiadores afirmam que, apesar de associados a um certo descontrole das contas públicas, os anos JK (1956 -1960) foram fundamentalmente caracterizados por altas taxas de crescimento e pela presença do otimismo da população brasileira. Sobre o período JK, é correto afirmar que:

(A) O Brasil vivenciou o chamado milagre econômico, em que os trabalhadores foram os principais beneficiários desta política econômica.
(B) No governo de JK, foi construída a nova capital do Brasil, o que resultou em gastos, mas que não alteraram as dívidas interna e externa.
(C) Com amplo apoio popular, os direitos políticos dos seus adversários foram cassados e todos foram considerados uma ameaça ao desenvolvimento nacional.
(D) Foram criadas a Petrobrás, a Eletrobrás e a Vale do Rio Doce. JK fez proposta de um desenvolvimento baseado na industrialização, tendo o Estado como regulador da Economia.
(E) Tendo como lema de governo crescer "50 anos em 5", inaugurou um governo de grandes projetos, tanto ao que se refere à industrialização como à construção de uma nova capital do Brasil, localizada no Centro-Oeste.

Resposta.

QUESTÃO 33
IFMT 2018-2: Podemos afirmar que, desde o advento da República no Brasil, não foram firmadas as bases da democracia, em que todos os cidadãos expressam sua posição política, mas, sim, firmada uma pré-democracia, na qual uma elite herdeira da tradição colonial (oligarquia) impunha seus interesses sobre o povo. Essa elite era herdeira da tradição colonial. No período da República Velha, a política se caracterizava:

(A) pelo coronelismo. O título de coronel surgiu no período colonial e era concedido aos grandes mineradores e comerciantes portugueses.
(B) pelo voto de cabresto. As pessoas que dependiam dos favores dos coronéis votavam nos candidatos apoiados por eles.
(C) pelos currais eleitorais, em que os coronéis da política trocavam favores com o imperador para obter privilégios.
(D) pelo coronelismo. Este esquema dificultava a corrupção no Brasil e se mantém até os dias atuais.
(E) pela política do Café com Leite, constituída pela alternância de cariocas e gaúchos na Presidência da República.

Resposta.

QUESTÃO 34
IFMT 2018-2: Um dos mais importantes pensadores do Iluminismo foi Jean-Jacques Rousseau. De família humilde, Rousseau direcionou seus interesses filosóficos para a política, em que, por meio da sua obra:

(A) Cartas Persas, analisou cruelmente as instituições e os usos e costumes ingleses e franceses.
(B) A riqueza das nações, argumentou que a intervenção do Estado na economia era desnecessária.
(C) O princípio da população, tentou provar que a maior ameaça em relação ao futuro da sociedade era a taxa de crescimento populacional.
(D) Contrato social, defendeu a tese que todo poder político origina-se de um acordo (contrato) firmado entre a sociedade e os governantes.
(E) Soberania popular, afirma que toda forma de manifestação da sociedade civil deveria ser por meio de sufrágio universal.

Resposta.

QUESTÃO 35
IFMT 2018-2: Julgue as seguintes alternativas:

I - A utilização do nome Estado Islâmico (EI) para designar o grupo fundamentalista é objeto de discussão entre especialistas e governos que estão empenhados em combatê-lo.
II - Como se trata de um grupo terrorista, e não de um verdadeiro Estado, muitos dizem que chamá-lo de Estado Islâmico, denominação que ele próprio se atribuiu, é legitimá-lo.
III - Muitos governos utilizam o nome Deesh, que é rejeitado pele EI, pois o som lembra a palavra árabe que significa “destruidor”.

(A) Todas as alternativas são falsas.
(B) As alternativas I e II são verdadeiras.
(C) Apenas a alternativa I é verdadeira.
(D) As alternativas I e III são falsas.
(E) Todas as alternativas são verdadeiras.

Resposta.

Questões de História IFMT 2018 com Gabarito Questões de História IFMT 2018 com Gabarito Reviewed by Redação on julho 18, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.