(FAMERP 2019) Na ponte Rio-Niterói há aberturas, chamadas juntas de dilatação

(FAMERP 2019) Na ponte Rio-Niterói há aberturas, chamadas juntas de dilatação, que têm a função de acomodar a movimentação das estruturas devido às variações de temperatura.


De acordo com a empresa que administra a ponte, no trecho sobre a Baía de Guanabara as juntas de dilatação existem a cada 400 m, com cerca de 12 cm de abertura quando a temperatura está a 25 ºC.

Sabendo que o coeficiente de dilatação linear do material que compõe a estrutura da ponte é 1,2 × 10ˉ⁵ ºCˉ¹, a máxima temperatura que o trecho da ponte sobre a Baía de Guanabara pode atingir, sem que suas partes se comprimam umas contra as outras, é

(A) 70 ºC.
(B) 65 ºC.
(C) 55 ºC.
(D) 50 ºC.
(E) 45 ºC.

QUESTÃO ANTERIOR:
(FAMERP 2019) Em 1643, Evangelista Torricelli realizou um experimento com o qual mediu a pressão atmosférica terrestre ao nível do mar.

RESOLUÇÃO:


GABARITO:
(D) 50 ºC.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- (FAMERP 2019) Dois raios de luz monocromáticos incidem perpendicularmente em uma das faces de uma lâmina de vidro de faces paralelas, imersa no ar, como mostra a figura.

PESQUISAR OUTRA QUESTÃO

Comentários

Postar um comentário