(UFPE) A presença holandesa no Brasil colonial é tema que se destaca nos estudos historiográficos

(UFPE) A presença holandesa no Brasil colonial é tema que se destaca nos estudos historiográficos. Sobre o governo de Nassau (1637-44) e sua época, sempre surgem comentários e debates; porém, podemos afirmar que: 

A) a recuperação da autonomia política de Portugal, nesse período, deu mais condições para este país desenvolver relações com os holandeses no Brasil. 

B) Nassau não teve qualquer conflito com os nativos; apenas se desentendeu com o comando europeu da Companhia das Índias. 

C) a atuação de Nassau em nada modificou as relações dos holandeses com os senhores de engenho, fracassando, porém, na expansão militar e na exportação de açúcar. 

D) sua administração se restringiu a fazer benefícios à parte central do Recife, onde habitava com a sua família e onde construiu as obras mais importantes. 

E) não houve na sua administração nenhuma preocupação com as conquistas militares; seus interesses se voltavam sobretudo para a arte renascentista.

QUESTÃO ANTERIOR:
(Fuvest) A chamada Guerra dos Mascates, ocorrida em Pernambuco, em 1710, deveu-se

GABARITO:
A) a recuperação da autonomia política de Portugal, nesse período, deu mais condições para este país desenvolver relações com os holandeses no Brasil.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- Com relação ao domínio holandês no Brasil, no período colonial, pode-se afirmar que

PESQUISAR OUTRA QUESTÃO

Comentários