(Enade 2018) Assistentes sociais podem ter uma dupla inserção nas instâncias públicas de controle democrático

(Enade 2018) Assistentes sociais podem ter uma dupla inserção nas instâncias públicas de controle democrático: uma essencialmente política, quando participam como conselheiros; e outra que caracteriza um novo espaço sócio-ocupacional, quando desenvolvem ações de assessoria aos conselhos ou a alguns de seus segmentos – usuários, trabalhadores e poder público.
BRAVO, M. I. S. O trabalho do assistente social nas instâncias
públicas de controle democrático. In: CFESS/ABEPSS.
Serviço Social: direitos sociais e competências
profissionais. Brasília, 2009 (adaptado).

Nesse contexto, o trabalho profissional de assistentes sociais nas instâncias públicas de controle democrático pressupõe competência para

A) elaborar e aprovar individualmente, nas instâncias de controle democrático, planos para recebimento de recursos financeiros.

B) analisar o controle democrático no contexto macrossocietário, junto com os impactos dos desmontes nas políticas sociais e da retração de direitos.

C) assumir a função de secretaria executiva nas instâncias de controle democrático e, concomitantemente, a função de presidência na gestão desses espaços.

D) observar como ocorrem a participação e o controle social, de forma neutra, para garantir o funcionamento autônomo e democrático dos conselhos de direitos e políticas sociais.

E) orientar os conselheiros a reivindicarem seus direitos, desde que não provoquem conflitos e contradições políticas, pois, nos espaços de controle democrático, o consenso é fundamental.

QUESTÃO ANTERIOR:
(Enade 2018) O fenômeno população em situação de rua se expressa como uma síntese de múltiplas determinações da sociedade capitalista, cuja expansão e complexificação vinculam-se aos processos de acumulação do capital.

GABARITO:
B) analisar o controle democrático no contexto macrossocietário, junto com os impactos dos desmontes nas políticas sociais e da retração de direitos.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- (Enade 2018) As políticas de proteção social compreendem um conjunto integrado de ações destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde, à previdência e à assistência social, e são produto histórico das lutas e conquistas da classe trabalhadora.
(Enade 2018) Assistentes sociais podem ter uma dupla inserção nas instâncias públicas de controle democrático (Enade 2018) Assistentes sociais podem ter uma dupla inserção nas instâncias públicas de controle democrático Reviewed by Redação on fevereiro 09, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.