(Enade 2018) Assistentes sociais podem ter uma dupla inserção nas instâncias públicas de controle democrático

(Enade 2018) Assistentes sociais podem ter uma dupla inserção nas instâncias públicas de controle democrático: uma essencialmente política, quando participam como conselheiros; e outra que caracteriza um novo espaço sócio-ocupacional, quando desenvolvem ações de assessoria aos conselhos ou a alguns de seus segmentos – usuários, trabalhadores e poder público.
BRAVO, M. I. S. O trabalho do assistente social nas instâncias
públicas de controle democrático. In: CFESS/ABEPSS.
Serviço Social: direitos sociais e competências
profissionais. Brasília, 2009 (adaptado).

Nesse contexto, o trabalho profissional de assistentes sociais nas instâncias públicas de controle democrático pressupõe competência para

A) elaborar e aprovar individualmente, nas instâncias de controle democrático, planos para recebimento de recursos financeiros.

B) analisar o controle democrático no contexto macrossocietário, junto com os impactos dos desmontes nas políticas sociais e da retração de direitos.

C) assumir a função de secretaria executiva nas instâncias de controle democrático e, concomitantemente, a função de presidência na gestão desses espaços.

D) observar como ocorrem a participação e o controle social, de forma neutra, para garantir o funcionamento autônomo e democrático dos conselhos de direitos e políticas sociais.

E) orientar os conselheiros a reivindicarem seus direitos, desde que não provoquem conflitos e contradições políticas, pois, nos espaços de controle democrático, o consenso é fundamental.

QUESTÃO ANTERIOR:
(Enade 2018) O fenômeno população em situação de rua se expressa como uma síntese de múltiplas determinações da sociedade capitalista, cuja expansão e complexificação vinculam-se aos processos de acumulação do capital.

GABARITO:
B) analisar o controle democrático no contexto macrossocietário, junto com os impactos dos desmontes nas políticas sociais e da retração de direitos.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- (Enade 2018) As políticas de proteção social compreendem um conjunto integrado de ações destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde, à previdência e à assistência social, e são produto histórico das lutas e conquistas da classe trabalhadora.

PESQUISAR OUTRA QUESTÃO

Comentários