Redação UCB 2019: Homem x Máquina: uma reflexão social e ética acerca da presença dos robôs no nosso dia a dia

Redação UCB 2019: Homem x Máquina: uma reflexão social e ética acerca da presença dos robôs no nosso dia a dia

> PROVA COMPLETA COM GABARITO

PROPOSTA

Leia, com atenção, os textos a seguir.

Texto 1

Substituição de homens por máquinas é inevitável, afirma Larry Page

Em entrevista, presidente do Google afirma que o desenvolvimento da inteligência artificial fará computadores aptos para a maioria dos empregos

O presidente do Google afirmou que 90% do trabalho feito atualmente por humanos será realizado por robôs nos próximos anos. “É inevitável que essas coisas aconteçam”, disse Larry Page em uma longa entrevista concedida ao jornal Financial Times.

Segundo o executivo, o desenvolvimento da inteligência artificial tornará computadores e robôs aptos para a maioria dos empregos realizados pelos seres humanos.

Page também acredita que haverá uma grande deflação de preços na economia global. Para ele, as novas tecnologias tornarão os negócios 10 vezes mais eficientes, diminuindo custos. “As coisas que queremos para uma vida confortável podem ficar muito, muito, muito mais baratas”, disse ao Financial Times.
GARCIA, Gabriel. Disponível em:
<https://exame.abril.com.br>. Acesso em: 9 maio 2019.

Texto 2

Nova Versão do Aibo, o cão robô da Sony é o pet eletrônico que você vai desejar.
Com mais movimentos e comando, robô assusta por semelhança com cão de verdade.

cachorro robo

Texto 3

A máquina moral

Veículos autônomos vão precisar de uma ética própria no trânsito. O problema, como prova um experimento do MIT, é que a moral humana não cabe em um software.

Motoristas orgulhosos podem nunca admitir isso, mas a verdade é que carros autônomos tendem a ser muito mais seguros que aqueles pilotados por humanos. Veículos do tipo não correm o risco de exagerar no happy hour, não se distraem checando o celular e nem ficam com sono. São fiéis às leis de trânsito e, graças a seu cérebro eletrônico, podem detectar instantaneamente eventuais falhas mecânicas. Mesmo com todos esses predicados, eles ainda pecam em um quesito: não são capazes de replicar o senso de ética humano frente ao volante.

Em situações triviais de trânsito, isso não costuma ser problema. Porém, em cenários mais exóticos, um carro sem motorista pode se ver diante de um impasse que não pode ser resolvido por sua lógica de máquina – que entende apenas sim ou não, zero ou um. Pelo menos, não com o sucesso esperado.
ELER, Guilherme. Disponível em: <https://super.abril.com.br>.
Acesso em: 29 abr. 2019, com adaptações.

Considerando que os textos motivadores e os da Prova de Língua Portuguesa têm caráter meramente motivador, redija um texto dissertativo-argumentativo, em modalidade escrita formal, a respeito do seguinte tema:

Homem x Máquina: uma reflexão social e ética acerca da presença dos robôs no nosso dia a dia.

Comentários