UNIFENAS 2019: Na primeira estrofe do texto I, a voz poética considera a dificuldade de romper com determinados sentimentos

Nas questões de 1 a 6, utilize os seguintes textos.

Nota introdutóriaCarlos Drummond de Andrade (1902-1987), um poeta que se renovava de obra para obra, tem uma trajetória poética que, para efeitos didáticos, pode ser dividida em quatro fases:

-1ª fasepoesia irônica – o poeta mostra, mergulhado no individualismo e no isolamento, mostra-se incapaz de ligar-se à realidade circundante;

2ª fasepoesia social – o poeta “descobre” a realidade, abre-se para o mundo, seguindo uma tendência da literatura mundial, afetada por um contexto histórico marcado pela guerra;

3ª fasepoesia metafísica – Drummond passa a se ocupar, preferentemente, de temas universais, como amor, morte, tempo, velhice, etc;

4ª fasepoesia da memória – sem perder de vista os temais universais, o poeta retoma e aprofunda temas que sempre ocorreram em sua obra, tais como a infância, a família e a cidade natal, Itabira.

Texto I: SENTIMENTO DO MUNDO

Tenho apenas duas mãos
e o sentimento do mundo,
mas estou cheio de escravos,
minhas lembranças escorrem
e o corpo transige
na confluência do amor.

Quando me levantar, o céu
estará morto e saqueado,
eu mesmo estarei morto,
morto o meu desejo, morto
o pântano sem acordes.

Os camaradas não disseram
que havia uma guerra
e era necessário
trazer fogo e alimento.
Sinto-me disperso,
anterior a fronteiras,
humildemente vos peço
que me perdoeis.

Quando os corpos passarem,
eu ficarei sozinho
desfiando a recordação
do sineiro, da viúva e do microscopista
que habitavam a barraca
e não foram encontrados
ao amanhecer

esse amanhecer
mais noite que a noite.

Texto II: OS OMBROS SUPORTAM O MUNDO

Chega um tempo em que não se diz mais: meu Deus.
Tempo de absoluta depuração.
Tempo em que não se diz mais: meu amor.
Porque o amor resultou inútil.
E os olhos não choram,
E as mãos tecem apenas o rude trabalho.
E o coração está seco.

Em vão mulheres batem à porta, não abrirás.
Ficaste sozinho, a luz apagou-se,
Mas na sombra teus olhos resplandecem enormes.
És todo certeza, já não sabes sofrer.
E nada esperas de teus amigos.

Pouco importa venha a velhice, que é a velhice?
Teus ombros suportam o mundo
e ele não pesa mais que a mão de uma criança.
As guerras, as fomes, as discussões dentro dos edifícios
provam apenas que a vida prossegue
e nem todos se libertaram ainda.
Alguns, achando bárbaro o espetáculo,
prefeririam (os delicados) morrer.
Chegou um tempo em que a vida é uma ordem.
A vida apenas, sem mistificação.
(CARLOS DRUMOND DE ANDRADE. “Sentimento do Mundo”.
IN.:Nova Reunião: 19 livros de poesia. 1ª edição. Livraria José Olympio
Editora, Rio de Janeiro, 1983, páginas 64 e 78)

Nas questões de 1 a 3, obedeça ao código:

(A) I, II e III – corretos.
(B) I e II – corretos; III- incorreto.
(C) I- correto; II e III – incorretos.
(D) I e II- incorretos; III - correto.
(E) I – incorreto; II e III- corretos.

QUESTÃO 02
UNIFENAS 2019: I - Na primeira estrofe do texto I, a voz poética considera a dificuldade de romper com determinados sentimentos, sobretudo os de caráter amoroso, sendo estes apenas os que ainda restam em sua lembrança.

II- Na primeira estrofe do texto II, a voz poética, fiel a propostas modernistas de sua geração, condena a presença em sua poesia do lirismo e da espiritualidade por considerá-los insuficientes para a retroversão do quadro de horrores de sua época.

III- No texto II, a voz poética evidencia sua descrença quanto ao mundo caótico da guerra e na humanidade. Embora perplexo diante de tudo, prega a participação, a solidariedade, o compromisso com o tempo presente.

QUESTÃO ANTERIOR:
UNIFENAS 2019: Ambos os textos, pelo engajamento da voz poética, enquadram-se, explicitamente, na segunda fase da trajetória poética de Carlos Drummond de Andrade referida na nota introdutória.

GABARITO:
(D) I e II- incorretos; III - correto.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- UNIFENAS 2019: Ambos os textos são de natureza metalinguística, confirmando uma das características do poeta, que se manifesta em todas as fases de sua trajetória poética.

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:
Prova UNIFENAS 2019.2 com Gabrito

PESQUISAR OUTRA QUESTÃO

Comentários