20 Questões de Português para Concurso de Nível Superior

20 Questões de Português para Concurso de Nível Superior

QUESTÃO 01
FGV 2019: Uma frase anônima mostrava o seguinte: “Arquiteto é um sujeito que pode melhorar o aspecto de uma casa velha falando do preço de uma nova”.

Essa frase critica um aspecto da profissão de arquiteto:

(A) a ausência de bom gosto;

(B) a falta de atenção ao cliente;

(C) o desprezo pela arte moderna;

(D) os altos preços dos serviços;

(E) a preferência pelo decorativo.

GABARITO.

QUESTÃO 02
“Quem tem 16 anos vai às urnas como vai ao shopping center”. (Ed Motta)

FGV 2019: Essa frase denuncia uma série de defeitos do jovem como votante; o único que NÃO pode ser deduzido dessa frase é:

(A) o desprezo pela atividade política;

(B) a ausência de conscientização política;

(C) a preferência por diversão em lugar de votar;

(D) a irresponsabilidade no ato de votar;

(E) o desconhecimento da importância do voto.

GABARITO.

QUESTÃO 03
“A eleição presidencial costuma lembrar uma maratona. Os candidatos mais precavidos largam com quatro anos de antecedência. Cruzam o país, disputam convenções, constroem alianças. Quando a torcida se dá conta, já venceram a maior parte do percurso”.

FGV 2019: Nesse texto do jornal O Globo há a comparação entre uma eleição e uma maratona.

As palavras do texto que confirmam essa comparação são:

(A) candidatos / largam / antecedência;

(B) disputam / torcida / percurso;

(C) largam / cruzam / convenções;

(D) constroem / alianças / percurso;

(E) candidatos / torcida / convenções.

GABARITO.

QUESTÃO 04
FGV 2019: Uma coluna jornalística apontava em setembro de 2018:

“No primeiro semestre deste ano, os acidentes graves de trânsito no país causaram impacto de R$96,5 bi. É que foram registradas 19,3 mil mortes e 20 mil casos de invalidez permanente. O valor corresponde ao que seria gerado pelo trabalho dessas vítimas caso não tivessem se acidentado”.

Os acidentes de trânsito são tratados, nesse segmento, com o foco:

(A) da política;
(B) da sociedade;
(C) da religião;
(D) da economia;
(E) da segurança.

GABARITO.

QUESTÃO 05
FGV 2019: Após o trágico incêndio do Museu Nacional do Rio de Janeiro, numa reportagem sobre o tema do jornal O Globo apareceu a seguinte manchete:

Sobe a pressão.
MPF tenta fechar seis museus.
Justiça exige medidas de segurança.

Sobre o conteúdo da manchete, é correto afirmar que:

(A) a pressão mencionada parte do MPF;

(B) o fechamento dos museus foi definido pela Justiça;

(C) a preocupação maior da Justiça é com o patrimônio;

(D) o MPF procura reduzir a pressão da opinião pública;

(E) as medidas decorrem da pressão do público dos museus.

GABARITO.

QUESTÃO 06
FGV 2019: O adjetivo grande é amplamente utilizado, mostrando um significado demasiadamente geral. Nas frases a seguir, substituímos esse adjetivo por outro de valor semântico mais específico; a frase em que essa substituição NÃO está adequada ao contexto é:

(A) “O Brasil já está à beira do abismo. Mas ainda vai ser preciso um grande esforço de todo mundo para colocarmos ele novamente lá em cima” / desgastante;

(B) “Não há problema tão grande, que não caiba no dia seguinte” / urgente;

(C) “Grandes advogados conhecem muita jurisprudência. Advogados geniais conhecem muitos juízes” / famosos;

(D) “Outra grande injustiça contra a qual não posso deixar de me manifestar: diminuiu muito, no país, a mortalidade infantil, mas a dos velhos continua a mesma” / flagrante;

(E) “Grande prazer de um homem inteligente é bancar o idiota diante de um idiota que banca o inteligente” / intenso.

GABARITO.

QUESTÃO 07
FGV 2019: “Aborígine é a maneira pejorativa com que os conquistadores chamam os donos da propriedade”. (Millôr Fernandes)

Essa frase mostra a possibilidade linguística de designarmos uma realidade qualquer de forma neutra/positiva ou negativa; a opção a seguir em que os dois vocábulos podem ser considerados comparativamente de valor negativo é:

(A) revolucionário / subversivo;
(B) furtar / roubar;
(C) impeachment / golpe;
(D) denunciar / dedurar;
(E) deficiente / aleijado.

GABARITO.

QUESTÃO 08
“O conceito de escrever bem varia conforme o tempo. Segundo Carlos Drummond de Andrade, escrever bem é cortar palavras e, se observarmos certos contistas modernos, parece que Drummond tem razão: de fato, palavras em excesso são um pecado mortal”. (Redação em Construção, p. 20)

FGV 2019: O segmento abaixo que mostra o pecado de escrever com um pleonasmo vicioso é:

(A) A minha própria opinião pessoal é bastante discutível;

(B) O piloto informou que o voo para São Paulo seria transferido para o dia seguinte;

(C) Os automóveis antigos ficam depositados em um museu;

(D) As questões eram compostas por cinco opções de respostas;

(E) Quem dá o que tem, a pedir vem.

GABARITO.

QUESTÃO 09
FGV 2019: Uma antítese é um tipo de linguagem figurada em que ocorre a presença de duas palavras de sentido oposto; a frase abaixo em que NÃO ocorre a presença de uma antítese é:

(A) “Um bom homem de negócios contrata otimistas como vendedores e pessimistas para o departamento de crédito”;

(B) “Nunca solicitarei nem recusarei um emprego, nem jamais pedirei demissão”;

(C) “Sorte é o cálculo bem-feito. Azar é o erro de cálculo”;

(D) “Toda saída é entrada para outra coisa”;

(E) “Melhor lidar com os problemas do sucesso do que com a estagnação do fracasso”.

GABARITO.

QUESTÃO 10
FGV 2019: A frase em que a troca de posição dos termos sublinhados NÃO provoca mudança de sentido é:

(A) “Cada um é criador do próprio destino”;

(B) “A estreita ligação do erro com a verdade nasce do fato de um erro simples ser inconcebível”;

(C) “Em certos momentos, os homens são donos do próprio destino”;

(D) “Para o homem complicado, quase tudo é uma nova complicação”;

(E) “Um velho chapéu conhece mais a cabeça do dono”.

GABARITO.

QUESTÃO 11
“As palavras andam apanhando muito, até mesmo na mão de quem devia saber o respeito que merecem. É como se fosse uma cabala contra a comunicação: o significado das palavras é depreciado, desprezado, trocado, ignorado”.
(Luís Garcia, O Globo, 20/8/1992)

FGV 2019: A frase abaixo em que o significado da palavra sublinhada foi trocado é:

(A) A inflação castiga prioritariamente os mais pobres;

(B) Todos os turistas procederam com discrição;

(C) A polícia infligiu pesado castigo aos marginais;

(D) O perigo de desabamento do museu é iminente;

(E) Nem todo emigrante chega a nosso país com saúde.

GABARITO.

QUESTÃO 12
1. João tirou nota alta no concurso.
2. João não estudou muito.

FGV 2019: Acima estão dois períodos formados por uma única oração; se unirmos as duas orações num só período com uma palavra de ligação, sua forma correta será:

(A) João tirou nota alta no concurso, logo não estudou muito;

(B) Porque não estudou muito, João tirou nota alta no concurso;

(C) Apesar de não ter estudado muito, João tirou nota alta no concurso;

(D) João tirou nota alta no concurso à medida que estudou muito;

(E) Como não estudou muito, João tirou nota alta no concurso.

GABARITO.

QUESTÃO 13
“Zeca era pequeno, tez baça e magríssimo. Nunca vi ninguém mais magro. Magro assim, só quem está nas últimas. Mas o Zeca era magro assim e tinha um porte, uma vivacidade de rapaz com perfeita saúde. Esse contraste era coisa surpreendente”.

FGV 2019: Nesse texto, a descrição do personagem Zeca é de base:

(A) moral;
(B) física;
(C) psíquica;
(D) físico-psíquica;
(E) físico-moral.

GABARITO.

QUESTÃO 14
FGV 2019: Num livro de textos humorísticos, o jornalista Max Nunes escreveu o seguinte:

Novos provérbios
Quem não deve não treme.
Quem tudo quer tudo pede.
Um dia a caspa cai.

Sobre os versos acima, é correto afirmar que:

(A) as mudanças nos provérbios alteraram-lhes o sentido;

(B) as intromissões das letras novas criaram palavras inéditas;

(C) o texto é um exemplo de paródia;

(D) as alterações reafirmaram o conteúdo dos provérbios;

(E) o título dado ao texto é inadequado.

GABARITO.

QUESTÃO 15
FGV 2019: O par de frases abaixo que mostra uma relação de causa/efeito é:

(A) As salas de aula estão muito sujas / Os funcionários da limpeza estão trabalhando mal;

(B) O estacionamento da Faculdade está cheio / Muitos alunos possuem automóveis;

(C) A Bahia tem muitos blocos carnavalescos / Organizar o carnaval baiano dá muito trabalho;

(D) Há muitos turistas no Rio / As praias cariocas são muito bonitas;

(E) Choveu muito esta madrugada / As ruas amanheceram alagadas.

GABARITO.

QUESTÃO 16
FGV 2019: Um conhecido professor de Educação Física declarou o seguinte:

“Cultivar um estilo de vida saudável é extremamente importante para diminuir o risco de infarto, mas também de problemas como a morte súbita e derrame. Significa que manter uma alimentação saudável e praticar atividade física regularmente já reduz, por si só, as chances de desenvolver vários problemas. Além disso, é importante para o controle da pressão arterial, dos níveis de colesterol e de glicose no sangue. Também ajuda a diminuir o estresse”.

Entre as recomendações dadas pelo autor do texto acima, só NÃO está presente:

(A) proteger o meio ambiente;

(B) praticar atividades físicas;

(C) alimentar-se de forma saudável;

(D) reduzir o risco de doenças;

(E) diminuir o estresse.

GABARITO.

QUESTÃO 17
FGV 2019: “O conceito de direitos humanos está sendo transformado num palavrão”. (Boris Casoy)

Nessa frase, o vocábulo “palavrão”, formado com o sufixo -ão, perdeu o valor de aumentativo, passando a significar “palavra chula”.

Indique a opção em que todas as palavras receberam um novo significado na forma aumentativa:

(A) cartão – papelão – portão;

(B) homenzarrão – garrafão – caixão;

(C) panelão – colherão – facão;

(D) jarrão – casarão – pratão;

(E) pezão – cabeção – fardão.

GABARITO.

QUESTÃO 18
FGV 2019: A frase em que a palavra sublinhada NÃO corresponde a uma forma diminutiva é:

(A) Certos lugarejos portugueses estão quase sem população masculina;

(B) Devem-se usar os palitos com cuidado;

(C) Anemia é a pouca quantidade de glóbulos vermelhos;

(D) O riacho da pequena Tiradentes estava muito poluído;

(E) A jovem mãe cercava o filho de carinho.

GABARITO.

QUESTÃO 19
FGV 2019: Nas frases abaixo foram feitas substituições de termos de valor adverbial por advérbios equivalentes; a frase em que essa substituição foi adequadamente realizada é:

(A) “A preocupação traz a velhice antes da hora” / prematuramente;

(B) “Criancice a gente faz em qualquer idade” / momentaneamente;

(C) “Envelhecer é o único meio que se descobriu para viver muito tempo” / eternamente;

(D) “Não se pode governar as crianças hoje em dia” / diariamente;

(E) “A melhor forma de emagrecer é ser mãe em tempo integral” / temporariamente.

GABARITO.

QUESTÃO 20
FGV 2019: A frase abaixo que NÃO mostra a presença de intertextualidade, ou seja, a alusão a um texto conhecido, é:

(A) “Sinto vergonha, logo existo”;

(B) “Às vezes, a alegria do dono do circo é ver o palhaço pegar fogo”;

(C) “Grande sucesso é mais comum que grande capacidade”;

(D) “De onde menos se espera é que não sai nada mesmo”;

(E) “Cada um por si e nem sempre Deus por todos”.

GABARITO.

Comentários