UNESP 2020: Um coqueiro (Cocos nucifera) pode atingir até 30 metros de altura e produzir até 80 frutos por ano

UNESP 2020: Um coqueiro (Cocos nucifera) pode atingir até 30 metros de altura e produzir até 80 frutos por ano. Cada fruto, ainda verde, tem em média 289 mL de água, na qual estão dissolvidos açúcares e sais minerais.

unesmp2020-q67
(www.agencia.cnptia.embrapa.br)

Por analogia, os frutos de um coqueiro assemelham-se à caixa d’água de uma residência. Em ambos os casos, a água obtida ao nível do solo é armazenada, em grande quantidade, metros acima do nível desse solo.

caixa dagua
(www.forumdaconstrucao.com.br. Adaptado.)

Para que a água ascenda à caixa d’água e à copa do coqueiro, é necessário que,

(A) ao nível do solo, haja no cano e no floema uma impulsão da coluna de água, elevando-a até a extremidade oposta desses sistemas condutores.

(B) metros acima do nível do solo, haja no cano e no xilema uma sucção da coluna de água, elevando-a desde o nível do solo.

(C) metros acima do nível do solo, haja no cano e no floema uma sucção da coluna de água, elevando-a desde o nível do solo.

(D) ao nível do solo, haja no cano uma impulsão da coluna de água e, metros acima do nível do solo, haja no xilema uma sucção da coluna de água, elevando-as desde o nível do solo.

(E) ao nível do solo, haja no cano e no xilema uma impulsão da coluna de água, elevando-a até a extremidade oposta desses sistemas condutores.

QUESTÃO ANTERIOR:
UNESP 2020: A tabela mostra os horários do nascer e do pôr do Sol na cidade de São Paulo, em quatro datas do ano de 2019.

RESOLUÇÃO:
A impulsão da coluna de água explica o movimento no cano. Nas plantas a elevação da coluna de água, através dos vasos condutores do xilema, é consequência da transpiração foliar que gera a sucção das folhas.

GABARITO:
(D) ao nível do solo, haja no cano uma impulsão da coluna de água e, metros acima do nível do solo, haja no xilema uma sucção da coluna de água, elevando-as desde o nível do solo.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- UNESP 2020: Os insetos da ordem Coleoptera têm dois pares de asas, mas as asas do par anterior, chamadas de élitros, são espessas e curvadas, protegendo as delicadas asas membranosas do par posterior.

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:
Prova UNESP 2020.1 com Gabarito e Resolução

PESQUISAR OUTRA QUESTÃO

Comentários