Encceja 2019: Para defender seu ponto de vista acerca da influência da internet, a autora

Posto, logo existo

Continuam a pipocar debates sobre as consequências de se passar tanto tempo conectado à internet. Já se fala em saturação social: tão preocupadas em existir para os outros, as pessoas estão perdendo um tempo valioso em que poderiam estar vivendo, cercadas não por milhares de seguidores, mas por umas poucas dezenas de amigos. Isso não pode ter se tornado tão obsoleto.

Claro que muita gente usa as redes sociais como uma forma de aproximação e de compartilhamento — numa boa. Se a pessoa está no controle do seu tempo e não troca o real pelo virtual, está fazendo bom uso da ferramenta. Mas há pessoas que não se sentem com a existência comprovada, e, para isso, se valem de bizarrices na esperança de deixarem de ser “ninguém” para se tornarem “alguém”, mesmo que alguém medíocre.

Esses casos estão aí, ao nosso redor. Gente que não percebe a diferença entre existir e viver não entende que é preferível viver, mesmo que discretamente, do que existir de mentirinha para 17 870 que não estão nem aí.
MEDEIROS, M. Revista O Globo, 10 jun. 2012.

Encceja 2019: Para defender seu ponto de vista acerca da influência da internet, a autora

A) afirma que os debates sobre as redes sociais são intensos.

B) prova que a troca do real pelo virtual está em toda parte.

C) explora a diferença entre os termos existir e viver.

D) emprega expressões da linguagem oral informal.

QUESTÃO ANTERIOR:
Encceja 2019: O texto poético Assum preto apresenta uma variedade linguística caracterizada pela informalidade da situação de comunicação e pelo gênero letra de canção regional.

GABARITO:
C) explora a diferença entre os termos existir e viver.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- Encceja 2019: Os textos I e II tratam do mesmo tema: a vida de uma escritora. A diferença entre eles é que o texto 2 apresenta

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:
- Prova Encceja 2019 - Língua Portuguesa - Ensino Fundamental - com Gabarito

PESQUISAR OUTRA QUESTÃO

Comentários