(Unichristus 2020) O poema “Crime 3” pertence à poesia-práxis

CRIME 3

Fuma fuma tabaque
bate: que pança?
Dança curtido corpo
de charque charco
em corruto beiço tensão
charuto e seu sangue
soca seu peito soca e
eis que ao lado o
outro
caboclo bate: disputa
um ataque à bronca (ou
em bloco) de ronco e
lata. E
na mão do primeiro o
punhal se empunha se
ergue chispando e em X
pando desce: se crava
cavo, na caixa
de som
(colchão murcho coração).
Mauro Gama. In AZEVEDO FILHO, L.A.
Poetas do Modernismo. Brasília, INI, 1972.

(Unichristus 2020) O poema “Crime 3” pertence à poesia-práxis. Esse tipo de poesia surgiu como uma dissidência do grupo concretista.

Para o poeta-práxis,

A) as palavras são corpos inertes, imobilizados a partir de quem as profere e usa.

B) a palavra não pode ser considerada sob o seu aspecto semântico nem sob o seu valor rítmico.

C) cada palavra deve ser considerada como um ser atuante, uma forma, um organismo que gera outras palavras.

D) a palavra, às vezes, é um ser atuante, mas ela não deve ser usada para gerar outras palavras.

E) as palavras não são corpos vivos, pois são meras vítimas passivas do contexto.

QUESTÃO ANTERIOR:
(Unichristus 2020) João Cabral de Melo Neto é considerado o mais importante poeta da Geração de 45 e um dos maiores poetas brasileiros de todos os tempos.

GABARITO:
C) cada palavra deve ser considerada como um ser atuante, uma forma, um organismo que gera outras palavras.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- (Unichristus 2020) Machado de Assis parece ter um perverso prazer em romper a expectativa do leitor, especialmente do leitor acostumado aos folhetins românticos com seus arremates tantas vezes presumíveis.

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:
Prova Unichristus 2020.1 (Medicina) com Gabarito

PESQUISAR OUTRA QUESTÃO

Comentários