(Unichristus 2020) Some residents say they’re confident the technology can work in limited settings

SILICON VALLEY PIONEERED SELF-DRIVING CARS.
BUT SOME OF ITS TECH-SAVVY RESIDENTS DON’T WANT
THEM TESTED IN THEIR NEIGHBORHOODS.

They’re familiar with the tech industry. That’s why they’re worried about what the self-driving revolution will entail. Brenchley, who has worked for Microsoft and Hewlett-Packard, and others who live among the world’s technology giants represent a surprising Silicon Valley paradox: Residents believe in the power of technology to change the world for the better, but they are skeptical of the role it might play in their daily lives. This is especially visible as driverless cars from numerous tech giants arrive en masse in the streets of Silicon Valley neighborhoods.
Disponível em: <https://www.washingtonpost.com/>
Acesso em: 3 set. 2019.

(Unichristus 2020) Some residents say they’re confident the technology can work in limited settings, such as test tracks or simulations. But the software that controls the cars needs to be trained on real-life situations. Based on the text, choose the option that is incorrect.

A) Pessoas que moram no Vale do Silício não querem que os carros sem motoristas sejam testados em seus bairros.

B) Os habitantes do Vale do Silício acreditam que a tecnologia pode melhorar o mundo, mas não querem que ela seja testada onde eles moram.

C) Mesmo que os residentes do Vale do Silício saibam que a tecnologia dos carros sem motorista funcione na teoria, não querem que ela seja testada na prática.

D) As pessoas que habitam o Vale do Silício representam um paradoxo: acreditam em tecnologia, mas não a querem testada perto deles.

E) Residentes do Vale do Silício estão preocupados com a revolução que envolve os carros sem motoristas.

QUESTÃO ANTERIOR:
(Unichristus 2020) Conversation runs out quickly when talking to a newborn.

GABARITO:
C) Mesmo que os residentes do Vale do Silício saibam que a tecnologia dos carros sem motorista funcione na teoria, não querem que ela seja testada na prática.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- (Unichristus 2020) Os sintomas vão desde coceiras, inchaço, dor abdominal, congestão nasal, vômito e tontura e até, nos casos mais graves, anafilaxia – uma reação que pode ser fatal.

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:
Prova Unichristus 2020.1 (Medicina) com Gabarito

PESQUISAR OUTRA QUESTÃO

Comentários