Um dos grandes problemas a enfrentar em Araci do Vale dizia respeito às possibilidades de densificação habitacional

Leia o texto a seguir para responder às questões de nº 28 a 31. 

Araci do Vale é uma cidade que, segundo a contagem de população de 2007 do IBGE, tem 1.524.735 habitantes. Originada na expansão da Ferrovia da Fumaça – hoje inativa – ainda no século XIX, tem sua história bastante ligada a atividades terciárias, particularmente de comercialização: distribuição de produtos extra-regionais e venda da produção agrícola da região por ela polarizada – sobretudo algodão, posteriormente substituído por pecuária em grande escala.

Araci do Vale também nucleia aglomeração metropolitana de intensa dinâmica urbana, com índices de crescimento, seja de população, seja de PIB, bastante superiores à média nacional. Como toda cidade brasileira desse porte, Araci do Vale sofre de problemas característicos da urbanização brasileira: concentração de grandes áreas de pobreza, congestionamento, agressões ao meio ambiente, áreas vazias e ociosas, especulação imobiliária.

Todas essas questões foram trabalhadas no processo de elaboração de seu plano diretor que, finalmente, foi aprovado pelo Conselho da Cidade e pela Câmara de Vereadores em 2007.

ENADE 2008 - QUESTÃO 28
Um dos grandes problemas a enfrentar em Araci do Vale dizia respeito às possibilidades de densificação habitacional em duas de suas áreas de expansão, respectivamente, as áreas de “Cordeiro”e “Mutum”.

O Plano Diretor considerou que, para maior racionalidade de expansão urbana, a densidade bruta adequada de áreas urbanizáveis deveria ser de 53.000 pessoas/km².

Os estudos preparatórios do plano diretor simularam as possibilidades de cada uma das áreas, que apresentam as seguintes características:

Área de Cordeiro: 6.500 habitantes, 58 ha de área bruta, 13 ha de área não urbanizável e infra-estrutura de água e saneamento com capacidade para acolher cerca de 20.000 pessoas nos próximos 10 anos.

Área de Mutum:10.000 habitantes, 95 ha de área bruta, 45 ha de área não urbanizável e infra-estrutura de água e saneamento com capacidade para acolher cerca de 10.000 pessoas nos próximos 10 anos.

Em função desses dados, o Plano Diretor definiu

(A) Cordeiro como área de ocupação habitacional prioritária, visto que ela pode alcançar a densidade almejada de população com oferta de infra-estrutura de água e saneamento. 

(B) Mutum como área de ocupação habitacional prioritária, visto que ela pode alcançar a densidade almejada de população com oferta de infra-estrutura de água e saneamento. 

(C) Cordeiro e Mutum como áreas de ocupação habitacional prioritária, dado que ambas podem alcançar a densidade almejada de população com oferta de infra-estrutura de água e saneamento.

(D) que uma alternativa deveria ser estudada, visto que Cordeiro e Mutum não podem alcançar a densidade habitacional almejada de população com oferta de infra-estrutura de água e saneamento.

(E) que uma alternativa deveria ser estudada, visto que Cordeiro e Mutum já alcançaram a densidade bruta almejada.

QUESTÃO ANTERIOR:

GABARITO:
(A) Cordeiro como área de ocupação habitacional prioritária, visto que ela pode alcançar a densidade almejada de população com oferta de infra-estrutura de água e saneamento. 

RESOLUÇÃO:
Não temos resolução para essa questão! Você sabe explicar? Copie o link dessa página e envie sua resolução clicando AQUI!

PRÓXIMA QUESTÃO:

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.