Em relação ao conto “A imitação da rosa”, da coletânea Laços de família, publicada por Clarice Lispector em 1960, assinale a alternativa correta.

UNIP 2022 - QUESTÃO 40
Em relação ao conto “A imitação da rosa”, da coletânea Laços de família, publicada por Clarice Lispector em 1960, assinale a alternativa correta.

(A) O conto “A imitação da rosa”, assim como os demais contos da coletânea Laços de família, é narrado em terceira pessoa, sendo o foco narrativo caracterizado como onisciência seletiva, em que o narrador, fazendo uso do discurso indireto livre, se detém nos pensamentos da personagem central, como se estivesse alojado em sua mente.

(B) Como sugere o título do conto, a história se passa em um jardim botânico, onde a protagonista Ana se depara com as leis da natureza, caracterizadas por uma vida intensa e imprevisível, em contraponto às leis da sociedade, representadas pelo cego mascando chicletes.

(C) Nesse conto, o estar “bem” se opõe à loucura, o que implica, no nível da protagonista, uma oposição entre a Laura metódica e “chatinha” e a Laura “super-humana”, “luminosa e inalcançável” em seu “isolamento brilhante”. Assim, do ponto de vista da narrativa, o estar “bem” se relaciona ao enquadramento às normas sociais, enquanto a loucura surge como signo de libertação.

(D) Nesse conto, a personagem central, que não recebe nome na narrativa, ao se deparar com um búfalo e encontrar o ódio em seu olhar, vivencia um processo epifânico, isto é, uma iluminação interior que a conduz à reflexão sobre a própria condição, o que é relatado de forma semelhante à situação descrita no conto “Amor”.

(E) Em tal conto, para caracterizar a personalidade apagada de Carlota, o narrador explora a cor marrom: “Os olhos marrons, os cabelos marrons, a pele morena e suave”, o “vestido marrom com gola de renda verdadeira”, de modo a representar o retrato social da mulher casada e submissa ao homem.

QUESTÃO ANTERIOR:

GABARITO:
(C) Nesse conto, o estar “bem” se opõe à loucura, o que implica, no nível da protagonista, uma oposição entre a Laura metódica e “chatinha” e a Laura “super-humana”, “luminosa e inalcançável” em seu “isolamento brilhante”. Assim, do ponto de vista da narrativa, o estar “bem” se relaciona ao enquadramento às normas sociais, enquanto a loucura surge como signo de libertação.

RESOLUÇÃO:
Não temos resolução para essa questão! Você sabe explicar? Copie o link dessa página e envie sua resolução clicando AQUI!

PRÓXIMA QUESTÃO:

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.