Depois mandaram-me para a aula dum outro professor, com outros meninos, todos de gente pobre

UFGD 2014 - QUESTÃO 56
No romance Menino de engenho, de José Lins do Rego, lê-se:

Depois mandaram-me para a aula dum outro professor, com outros meninos, todos de gente pobre. Havia para mim um regime de exceção. Não brigavam comigo. Existia um copo separado para eu beber água, e um tamborete de palhinha para o “neto do coronel Zé Paulino”. Os outros meninos sentavam-se em caixões de gás. Lia-se a lição em voz alta. A tabuada era cantada em coro, com os pés balançando, num ritmo que ainda hoje tenho nos ouvidos. Nas sabatinas nunca levei bolo, mas quando acertava, mandavam que desse nos meus competidores. Eu me sentia bem com todo esse regime de miséria. Os meninos não tinham raiva de mim.
(In: REGO, José Lins do. Menino de engenho. 16ª edição.
Rio de Janeiro: José Olympio Editora, 1971)

A propósito do parágrafo acima, é correto afirmar que:

(A) Há uma flagrante desigualdade entre o narrador e seus colegas, que o discriminam por ser um simplório menino de engenho.

(B) O menino descobre certo prazer em sua posição privilegiada, pois pode castigar seus colegas, resignados com a superioridade social do neto do coronel.

(C) O copo separado para o narrador evidencia que ele sofre de preconceito, pois apresenta traços dos distúrbios psicológicos que fizeram seu pai ser internado em um manicômio.

(D) O ritmo da tabuada ecoa nos ouvidos do menino porque o narrador é uma criança que vivenciou essa experiência no dia anterior, e a está registrando em um diário.

(E) O narrador e o protagonista desse conto são personagens distintos.

QUESTÃO ANTERIOR:

GABARITO:
(B) O menino descobre certo prazer em sua posição privilegiada, pois pode castigar seus colegas, resignados com a superioridade social do neto do coronel.

RESOLUÇÃO:
Não temos resolução para essa questão! Você sabe explicar? Copie o link dessa página e envie sua resolução clicando AQUI!

PRÓXIMA QUESTÃO:

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.