[...] a história está no governo de Miguel Arraes em Pernambuco e as lutas dos camponeses, liderada

UFGD 2022 - QUESTÃO 29
[...] a história está no governo de Miguel Arraes em Pernambuco e as lutas dos camponeses, liderada por Januário, ganha força. Nando resolve ajudar o movimento. Com o golpe militar de 1964, o presidente João Goulart é deposto e Arraes afastado. Os líderes dos movimentos são perseguidos e diversas prisões feitas, inclusive a de Nando. Na cadeia, Nando passa por interrogatórios e sofre diversas torturas, principalmente torturas morais.

[...]

No décimo aniversário da morte de Levindo, Nando resolve comemorar a data com uma espécie de “quarup”. Ele reúne, então, seus antigos companheiros de lutas políticas, pescadores, prostitutas e amigos para o grande jantar. Este ritual acontece simultaneamente à grande Marcha da Família com Deus pela Liberdade (nome comum de uma série de manifestações públicas organizadas por setores da sociedade, contra os protestos da população que era contra a ditadura militar). Muitos são presos, outros fogem e Nando é espancado quase até a morte. [...].
Disponível em: https://guiadoestudante.abril.com.br/estudo/
quarup-resumo-da-obra-de-antonio-callado/. Acesso em: 31 jan. 2021 (fragmento/adaptado).

A obra Quarup, de Antônio Callado, publicada em 1967, retrata um país em conflito e oferece um contexto propício para leituras importantes sobre a história do Brasil, em especial, as relacionadas às tensões e aos conflitos sociais registrados nas décadas de 1950 e 1960. Em 1964, dias antes do Golpe Militar e da deposição do presidente João Goulart, ocorreu primeiramente em São Paulo a denominada Marcha da Família com Deus pela Liberdade, articulada pelo Instituto de Pesquisas e Estudos Sociais (IPES). Sobre essa marcha, assinale a alternativa correta.

(A) Não tinha vínculo político com grupos da sociedade, pois a centralidade da ação era religiosa e estava exclusivamente na defesa da família brasileira. 

(B) Agregava grupos conservadores, de oposição ao presidente João Goulart e favoráveis à intervenção das Forças Armadas no governo.

(C) Foi em sua maioria composta por homens e militares, haja vista que, o IPES não mantinha centro de estudos femininos.

(D) Não teve adesão de muitas pessoas para mobilizar oposicionistas ao governo, sendo assim João Goulart saiu fortalecido. 

(E) Teve participação massiva dos trabalhadores do campo e da cidade, transformando-se em uma grande manifestação revolucionária.

QUESTÃO ANTERIOR:

GABARITO:
(B) Agregava grupos conservadores, de oposição ao presidente João Goulart e favoráveis à intervenção das Forças Armadas no governo.

RESOLUÇÃO:
Não temos resolução para essa questão! Você sabe explicar? Copie o link dessa página e envie sua resolução clicando AQUI!

PRÓXIMA QUESTÃO:

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.