REVALIDA 2023: A restrição de crescimento fetal intrauterino ocorre quando o feto não atinge o potencial de crescimento e desenvolvimento

REVALIDA 2023: A restrição de crescimento fetal intrauterino ocorre quando o feto não atinge o potencial de crescimento e desenvolvimento em decorrência de uma disfunção placentária. Isso ocorre em 5% a 10% das gestações e é a segunda causa mais frequente de mortalidade perinatal, responsável por cerca de 30% dos natimortos. 

Com relação ao rastreio, diagnóstico e manejo do crescimento fetal restrito, assinale a opção correta. 

A) O crescimento fetal restrito pode ser classificado como precoce quando ocorre antes de 35 semanas de gestação, e tardio, após esse período. 

B) A medida do fundo uterino entre a 24ª e a 38ª semanas de gestação tem sensibilidade e especificidade que permitem a detecção do crescimento intrauterino fetal restrito. 

C) Na avaliação do crescimento fetal restrito com doppler normal e líquido amniótico dentro do estimado para a idade gestacional, a resolução da gestação deve ser programada após a 40ª semana. 

D) O estágio 2 é quando o doppler das artérias uterinas apresenta diástole zero, havendo risco de óbito fetal, o que requer avaliação semanal do peso fetal e controle quinzenal da vitalidade até a 36ª semana. 

- QUESTÃO ANULADA -

GABARITO:
B) A medida do fundo uterino entre a 24ª e a 38ª semanas de gestação tem sensibilidade e especificidade que permitem a detecção do crescimento intrauterino fetal restrito. 

PRÓXIMA QUESTÃO:

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.