ENADE 2010: Um paciente usuário de glibenclamida, uma semana após entrar em tratamento para tuberculose com esquema RIP

ENADE 2010: Um paciente usuário de glibenclamida, uma semana após entrar em tratamento para tuberculose com esquema RIP (rifampicinatisoniazida+pirazinamida), começa a apresentar um quadro clínico típico de altas concentrações de glicose no sangue. Suspeita-se de que esse seja um caso de interação medicamentosa, pois a glibenclamida é substrato de CYP3A4 e a rifampícina é indutor do CYP3A4. Uma análise completa dessa situação leva à conclusão de que

A) o sistema RIP pode induzir a produção de glicose mantida sob reserva no fígado.

B) as enzimas dos sistemas CYP são passíveis de indução enzimática promovida por fármacos.

C) a administração da glibenclamida no mesmo horário da medicação RIP deve ser evitada para esse paciente.

D) o esquema RIP promove interações apenas no tratamento da síndrome de imunodeficiência adquirida (SIDA ou AIDS)

E) a hipótese de interação não tem fundamento, pois os processos enzimáticos são imediatos e, no caso, se manifestaram uma semana após o início do tratamento.

RESOLUÇÃO:
Não temos resolução para essa questão! Você sabe explicar? Copie o link dessa página e envie sua resolução clicando AQUI!

GABARITO:
B) as enzimas dos sistemas CYP são passíveis de indução enzimática promovida por fármacos.

PRÓXIMA QUESTÃO:

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.