FMJ 2024: [...] Cláudio Manuel da Costa e o Cônego Luís Vieira eram homens “que tinham ascendência sobre os espíritos dos Povos” [...]

FMJ 2024: [...] Cláudio Manuel da Costa e o Cônego Luís Vieira eram homens “que tinham ascendência sobre os espíritos dos Povos” [...]. A missão deles era a de elaborar as leis e a constituição do novo Estado, articulando a justificativa ideológica do rompimento com Portugal. [...] A biblioteca do Cônego Vieira contava com [...] a Encyclopédie e as obras de Bielfed, Voltaire e Condillac. Cláudio Manuel da Costa era tido por tradutor da Riqueza das Nações de Adam Smith.
(Kenneth R. Maxwell. A Devassa da devassa: 
a Inconfidência Mineira, Brasil – Portugal, 1750-1808, 2001.)

As bibliotecas dos inconfidentes demonstram que a Inconfidência Mineira (1789) se inspirava em algumas ideias em voga ao final do século XVIII, como

(A) a igualdade jurídica entre os homens e a supressão da propriedade privada.

(B) a aprovação do metalismo e a pregação do direito de rebelião.

(C) a defesa dos direitos naturais do homem e o fim do Estado.

(D) a divisão dos poderes governamentais e a abolição da escravidão.

(E) a ilegitimidade de governos despóticos e a liberdade econômica.

RESOLUÇÃO:
Não temos resolução para essa questão! Você sabe explicar? Copie o link dessa página e envie sua resolução clicando AQUI!

GABARITO:
(E) a ilegitimidade de governos despóticos e a liberdade econômica.

PRÓXIMA QUESTÃO:

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.