REVALIDA 2023: Duas gestantes procuram atendimento na emergência da maternidade

REVALIDA 2023: Duas gestantes procuram atendimento na emergência da maternidade:

Paciente X, de 17 anos, primigesta; realizou quatro consultas no pré-natal da unidade básica de saúde, onde não foi feita cultura para pesquisa do estreptococo do grupo B (EGB). A paciente comparece à maternidade com perda líquida desde o dia anterior; sem outras queixas. Sua idade gestacional calculada pela ultrassonografia é de 35 semanas e 5 dias e o obstetra confirmou amniorrexe no exame especular. 

Paciente Y, de 31 anos, tercigesta, com duas cesarianas anteriores; apresenta hipertensão crônica controlada com metildopa 1g/dia. A paciente realizou, no pré-natal de alto risco, cultura para EGB com 36 semanas e o resultado foi negativo.

Ela comparece à maternidade sem queixas, pois foi encaminhada pela obstetra para cesariana eletiva com 39 semanas. 

Com relação aos casos apresentados, é correto afirmar que a antibioticoprofilaxia intraparto com a finalidade de prevenir a doença neonatal de início precoce por estreptococo do grupo B é obrigatória

A) apenas na paciente Y, pois, apesar de a cultura realizada para EGB ser negativa, a paciente é multípara e hipertensa.

B) em ambas as pacientes, pois elas possuem fatores de risco para doença neonatal de início precoce por estreptococo do grupo B.

C) apenas na paciente X, pois sua idade gestacional é inferior a 37 semanas e houve diagnóstico de rotura prematura de membranas ovulares.

D) em nenhuma das pacientes, pois ambas não possuem fatores de risco para doença neonatal de início precoce por estreptococo do grupo B.

RESOLUÇÃO:
Não temos resolução para essa questão! Você sabe explicar? Copie o link dessa página e envie sua resolução clicando AQUI!

GABARITO:
C) apenas na paciente X, pois sua idade gestacional é inferior a 37 semanas e houve diagnóstico de rotura prematura de membranas ovulares.

PRÓXIMA QUESTÃO:

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.