REVALIDA 2023: Um homem de 52 anos é atendido em uma unidade básica de saúde de uma área periférica de um município de médio porte

REVALIDA 2023: Um homem de 52 anos é atendido em uma unidade básica de saúde de uma área periférica de um município de médio porte. Há 4 dias, vem apresentando quadro de febre, calafrios, dores musculares e náuseas.

No dia anterior à consulta, apresentou melhora dos sintomas, porém, há 12 horas, refere recrudescimento da febre, que chegou a 39,5 °C, acompanhada por náuseas, vômitos, diarreia, icterícia e por dois episódios de epistaxe.

A esposa refere que ele tem o hábito de alimentar macacos em uma mata perto da residência e que, nas últimas semanas, alguns haviam aparecido mortos.

A vigilância epidemiológica havia divulgado informe de ocorrência de epizootia em primatas não humanos na região. O médico, diante disso, solicita a internação do paciente para investigação por suspeita de febre amarela. 

Com base nessas informações, é correto afirmar que, para conduzir a investigação epidemiológica de maneira adequada, deve-se realizar a notificação imediata de caso 

A) confirmado de febre amarela silvestre por vínculo epidemiológico, já que o paciente apresenta sinais e sintomas sugestivos em área com epizootia em primatas não humanos. 

B) suspeito de febre amarela silvestre e pesquisar anticorpos IgM pela técnica de ELISA a partir do 7.º dia do início dos sintomas, se o paciente não for vacinado contra a doença. 

C) confirmado de febre amarela urbana e pesquisar anticorpos IgG pela técnica de ELISA a partir do 7.º dia do início dos sintomas, se o paciente não for vacinado contra a doença. 

D) suspeito de febre amarela silvestre e pesquisar anticorpos IgM pela técnica ELISA a partir do 10.º dia do início dos sintomas, independentemente de o paciente possuir vacinação prévia contra a doença.

RESOLUÇÃO:
Não temos resolução para essa questão! Você sabe explicar? Copie o link dessa página e envie sua resolução clicando AQUI!

GABARITO:
B) suspeito de febre amarela silvestre e pesquisar anticorpos IgM pela técnica de ELISA a partir do 7.º dia do início dos sintomas, se o paciente não for vacinado contra a doença.

PRÓXIMA QUESTÃO:

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.