REVALIDA 2023: Um paciente de 42 anos, em situação de rua há 2 anos, é atendido por um médico da equipe do Consultório na Rua

REVALIDA 2023: Um paciente de 42 anos, em situação de rua há 2 anos, é atendido por um médico da equipe do Consultório na Rua.

Ao ser questionado sobre sintomas respiratórios, refere tosse pouco produtiva há 2 semanas. Ele nega febre, queda do estado geral e dispneia, porém vem emagrecendo há 4 meses, o que atribui à dificuldade de conseguir dinheiro para se alimentar. Teste rápido para sífilis e para HIV no último mês negativos. 

Faz uso regular de enalapril 20 mg de 12 em 12 horas para tratamento de hipertensão arterial e consome 2 doses de destilados por dia, quando tem dinheiro. Ele também nega tabagismo e uso de outras substâncias psicoativas.

Ao exame físico, apresenta murmúrio vesicular presente bilateralmente, diminuído em terço superior de hemitórax esquerdo e restante do exame físico inalterado. 

Diante das informações obtidas, o médico do Consultório na Rua deve considerar o diagnóstico e tratamento de tuberculose 

A) com resistência à rifampicina e iniciar esquema básico, dispensando o Tratamento Diretamente Observado (TDO), considerando a dificuldade de acesso do paciente aos serviços de saúde 

B) com resistência à rifampicina e aguardar o resultado da cultura de escarro e encaminhar para a referência terciária, que deverá se responsabilizar pelo Tratamento Diretamente Observado (TDO). 

C) sem resistência à rifampicina e iniciar esquema básico, que poderá ser diretamente observado por pessoas que possuem vínculo com o paciente e com os serviços de saúde, desde que supervisionadas semanalmente pelo profissional de saúde responsável. 

D) sem resistência à rifampicina e aguardar o resultado da cultura de escarro e encaminhar o paciente para a referência terciária para tratamento com esquema básico, devido à impossibilidade de realizar tratamento diretamente observado para a pessoa em situação de rua.

RESOLUÇÃO:
Não temos resolução para essa questão! Você sabe explicar? Copie o link dessa página e envie sua resolução clicando AQUI!

GABARITO:
C) sem resistência à rifampicina e iniciar esquema básico, que poderá ser diretamente observado por pessoas que possuem vínculo com o paciente e com os serviços de saúde, desde que supervisionadas semanalmente pelo profissional de saúde responsável.

PRÓXIMA QUESTÃO:

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.