UCB 2018: Acerca da produção literária do século 19, em especial o Realismo e o Naturalismo

UCB 2018: Acerca da produção literária do século 19, em especial o Realismo e o Naturalismo, assinale a alternativa correta.

(A) A construção do herói, tão cara ao Romantismo, é reduzida, porém não eliminada durante o Realismo e, principalmente, durante o Naturalismo, que fundamenta as ações na imagem do herói.

(B) A explicação da teoria do Humanitismo, feita no trecho de Machado de Assis, é a confirmação de que o autor, principal expoente do Realismo no Brasil, buscava, na ciência, a base da própria obra.

(C) A animalização do homem é uma característica que, apesar de mais presente no Naturalismo brasileiro, pode ser encontrada, também, na obra Quincas Borba, visto que os personagens agem por instinto.

(D) O objetivismo da produção realista e naturalista é uma clara contraposição ao sentimentalismo do Romantismo, que abusava do subjetivismo e da idealização da mulher e dos sentimentos.

(E) O nome Realismo é fundamentado na necessidade de uma descrição mais fiel da realidade, enquanto o nome Naturalismo fundamenta a respectiva escrita na busca pelo equilíbrio entre homem e natureza.

Questão anterior:
- UCB 2018.1 Medicina
UCB 2018: A respeito do texto e das questões que envolvem a comunicação digital, assinale a alternativa correta.

Texto 1 para responder às questões de 1 a 3.

Não há morte. O encontro de duas expansões, ou a expansão de duas formas, pode determinar a supressão de uma delas; mas, rigorosamente, não há morte, há vida, porque a supressão de uma é a condição da sobrevivência da outra, e a destruição não atinge o princípio universal e comum. Daí o caráter conservador e benéfico da guerra. Supõe tu um campo de batatas e duas tribos famintas. As batatas apenas chegam para alimentar uma das tribos, que assim adquire forças para transpor a montanha e ir à outra vertente, onde há batatas em abundância; mas, se as duas tribos dividirem em paz as batatas do campo, não chegam a nutrir-se suficientemente e morrem de inanição. A paz, nesse caso, é a destruição; a guerra é a conservação. Uma das tribos extermina a outra e recolhe os despojos. Daí a alegria da vitória, os hinos, aclamações, recompensas públicas e todos os demais efeitos das ações bélicas. Se a guerra não fosse isso, tais demonstrações não chegariam a dar-se, pelo motivo real de que o homem só comemora e ama o que lhe é aprazível ou vantajoso, e pelo motivo racional de que nenhuma pessoa canoniza uma ação.
ASSIS, Machado de. Quincas Borba. Disponível em:
<http://www.dominiopublico.gov.br>. Acesso em: 14 maio 2018.

Resposta:
(D) O objetivismo da produção realista e naturalista é uma clara contraposição ao sentimentalismo do Romantismo, que abusava do subjetivismo e da idealização da mulher e dos sentimentos.

Próxima questão:
- UCB 2018: A respeito das relações sintáticas e semânticas estabelecidas no texto de Machado de Assis, assinale a alternativa correta.

PESQUISAR OUTRA QUESTÃO

Comentários