(FUVEST 2019) No contexto do anúncio, a frase “A diferença tem que ser só uma letra” pressupõe a

Examine o anúncio.


(FUVEST 2019) No contexto do anúncio, a frase “A diferença tem que ser só uma letra” pressupõe a

(A) necessidade de leis de proteção para todos que trabalham.

(B) existência de desigualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho.

(C) permanência de preconceito racial na contratação de mulheres para determinadas profissões.

(D) importância de campanhas dirigidas para a mulher trabalhadora.

(E) discriminação de gênero que se manifesta na própria linguagem.

QUESTÃO ANTERIOR:
(FUVEST 2019) Seria difícil encontrar hoje um crítico literário respeitável que gostasse de ser apanhado defendendo como uma ideia a velha antítese estilo e conteúdo.

RESOLUÇÃO:
A campanha do MPT-RS reforça, por meio da expressão “tem que”, a necessidade da igualdade de tratamento e remuneração entre homens e mulheres. Como argumento, reforça que a única distinção entre os trabalhadores e trabalhadoras deve ser a desinência de gênero.

GABARITO:
(B) existência de desigualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- (FUVEST 2019) O termo “Agora” pode ser substituído, respectivamente, em I e II e sem prejuízo de sentidos nos dois textos, por
(FUVEST 2019) No contexto do anúncio, a frase “A diferença tem que ser só uma letra” pressupõe a (FUVEST 2019) No contexto do anúncio, a frase “A diferença tem que ser só uma letra” pressupõe a Reviewed by Redação on novembro 29, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.