(Enade 2018) Percebe-se que as reflexões aqui analisadas, ora mais otimistas, ora mais pessimistas

(Enade 2018) Percebe-se que as reflexões aqui analisadas, ora mais otimistas, ora mais pessimistas quanto à possibilidade de consolidação e aprofundamento da Zona de Paz na América do Sul, parecem concordar que os aspectos domésticos, tais como Estados fracos, Estados fortes com regiões e/ou situações de fragilidade, instituições democráticas instáveis, subdesenvolvimento e tensões sociais, são elementos chave para a compreensão do quadro de segurança regional da América do Sul.
VILLA, R. D.; PIMENTA, M. C. A longa paz na América do Sul:
questionamentos às teses da paz negativa na região.
Papel Politico, Bogotá, 2016, p. 463 (adaptado).

Considerando o debate teórico sobre segurança internacional e os cenários de segurança na América do Sul, avalie as afirmações a seguir.

I. As Zonas de Paz na América do Sul demonstram a relevância não só das instituições com capacidade de ação autônoma, mas também das normas e da interdependência na definição do quadro regional de segurança.

II. Instabilidade política, tráfico de drogas e de armas e contrabando são ameaças à segurança regional e desafiam a concepção de Zona de Paz na América do Sul.

III. A ausência de estrutura institucional sul-americana inviabiliza a construção de confiança e de visão comum quanto à cooperação regional em matéria de segurança e defesa.

IV. A Zona de Paz na América do Sul deve ser entendida a partir do contexto e de características próprias da região, sendo, portanto, necessária a adaptação de instrumentos analíticos desenvolvidos a partir do estudo de outras regiões.

É correto o que se afirma em

A) I e II, apenas.
B) I e III, apenas.
C) II e IV, apenas.
D) III e IV, apenas.
E) I, II, III e IV.

QUESTÃO ANTERIOR:
(Enade 2018) A crise de 2008 levou a economia mundial, além do colapso financeiro, a um impacto generalizado no comércio internacional, com quedas das taxas de exportações e de investimentos externos.

GABARITO:
C) II e IV, apenas.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- (Enade 2018) Na 21ª Conferência das Partes (COP21), realizada em Paris em 2015, foi adotado um novo acordo com o objetivo central de fortalecer a resposta global à mudança do clima por meio da redução das emissões de gases de efeito estufa no contexto do desenvolvimento sustentável.
(Enade 2018) Percebe-se que as reflexões aqui analisadas, ora mais otimistas, ora mais pessimistas (Enade 2018) Percebe-se que as reflexões aqui analisadas, ora mais otimistas, ora mais pessimistas Reviewed by Redação on fevereiro 04, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.