(UFRGS) Em 1942, o governo brasileiro decretou estado de guerra contra a Alemanha e a Itália, enviando, em 1944

(UFRGS) Em 1942, o governo brasileiro decretou estado de guerra contra a Alemanha e a Itália, enviando, em 1944, tropas para o continente europeu. Com relação à participação brasileira na Segunda Guerra Mundial, é correto afirmar que

a) a experiência da Força Expedicionária Brasileira (FEB), durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918), foi decisiva para o sucesso da expedição brasileira.

b) a tomada de Monte Castelo, na Itália, foi a principal conquista militar realizada pelos pracinhas da FEB.

c) o Brasil, durante o período em que permaneceu neutro em relação aos conflitos, não permitiu a instalação de bases militares norte-americanas em seu território.

d) a participação do Brasil na guerra, contra os regimes nazifascistas, estava em consonância com a forma de governo democrática assumida por Getúlio Vargas, desde 1937.

e) a participação do Brasil junto aos aliados concedeu ao país um assento permanente no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas.

QUESTÃO ANTERIOR:
(UFMG) Os anos posteriores à Segunda Guerra Mundial foram tensos entre as grandes potências mundiais.

RESOLUÇÃO:
O Monte Castelo era uma colina onde estavam instalados soldados alemães e que foi tomada pelos pracinhas.

As outras opções não estão corretas. O Brasil não permaneceu neutro no conflito e não havia governo democrático em 1937.

GABARITO:
b) a tomada de Monte Castelo, na Itália, foi a principal conquista militar realizada pelos pracinhas da FEB.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- (Fuvest) As bombas atômicas, lançadas contra Hiroshima e Nagasaki em 1945, resultaram na morte de aproximadamente 300.000 pessoas, vítimas imediatas das explosões ou de doenças causadas pela exposição à radiação.

Questão disponível em:
Atividade sobre Segunda Guerra Mundial; Questões com Gabarito

PESQUISAR OUTRA QUESTÃO

Comentários