UCB 2019: Considerando o emprego da conotação no poema de João Cabral de Melo Neto

Texto 5 para responder às questões de 35 a 37.

Tecendo a manhã

Um galo sozinho não tece a manhã:
ele precisará sempre de outros galos.
De um que apanhe esse grito que ele
e o lance a outro: de outro galo
que apanhe o grito que um galo antes
e o lance a outro; e de outros galos
que com muitos outros galos se cruzam
os fios de sol de seus gritos de galo
para que a manhã, desde uma tela tênue,
se vá tecendo, entre todos os galos.

E se encorpando em tela, entre todos,
se erguendo tenda, onde entrem todos,
se entretendendo para todos, no toldo
(a manhã) que plana livre de armação.
A manhã, toldo de um tecido tão aéreo
que, tecido, se eleva por si: luz balão.
NETO, João Cabral de Melo.
Disponível em: <https://www.recantodasletras.com.br>.
Acesso em: 9 maio 2019.

QUESTÃO 37
UCB 2019: Considerando o emprego da conotação no poema de João Cabral de Melo Neto, assinale a alternativa correta em relação à figura de linguagem utilizada.

(A) “os fios de sol de seus gritos de galo” (linha 8) – anáfora.

(B) “que apanhe o grito que um galo antes” (linha 5) – antítese.

(C) “que, tecido, se eleva por si: luz balão" (linha 16) – eufemismo.

(D) “Um galo sozinho não tece a manhã” (linha 1) – prosopopeia.

(E) “se entretendendo para todos, no toldo” (linha 13) – hipérbato.

QUESTÃO ANTERIOR:
UCB 2019: Quanto aos recursos estilísticos e aos sentidos do poema, assinale a alternativa correta.

GABARITO:
(D) “Um galo sozinho não tece a manhã” (linha 1) – prosopopeia.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- UCB 2019: A mobilização estudantil francesa talvez tenha sido a mais impactante da década de 1960. Iniciou-se com protesto de alguns estudantes parisienses, em maio de 1968, contra os métodos de ensino conservadores e autoritários que predominavam nas universidades.

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:
Prova da UCB 2019 Medicina com Gabarito

PESQUISAR OUTRA QUESTÃO

Comentários