FMO 2019: Algumas características da linguagem da poesia modernista podem ser observadas no poema a seguir de Cassiano Ricardo

FMO 2019: Algumas características da linguagem da poesia modernista podem ser observadas no poema a seguir de Cassiano Ricardo. Considere-o para a questão proposta.

Metamorfose

Meu avô foi buscar prata
mas a prata virou índio.

Meu avô foi buscar índio
mas o índio virou ouro.

Meu avô foi buscar ouro
mas o ouro virou terra.

Meu avô foi buscar terra
e a terra virou fronteira.

Meu avô, ainda intrigado,
foi modelar a fronteira:

E o Brasil tomou a forma de harpa.
(Cassino Ricardo. Martim Cererê, José Olympio:
1974, Rio de Janeiro, 13ª edição.)

No poema “Metamorfose” de Cassiano Ricardo é possível identificar:

(A) A aproximação entre a língua literária escrita e a língua falada pelo povo brasileiro na busca de uma língua genuinamente brasileira.

(B) O nacionalismo dos primeiros modernistas, a valorização de nossas tradições e cultura, assim como nosso passado histórico-cultural.

(C) A valorização do passado mantendo características dos movimentos passadistas em geral como, por exemplo, a poesia parnasiana.

(D) O desprezo pelo rigor das regras gramaticais, principalmente aquelas ditadas pela gramática lusitana, mas distantes da realidade brasileira.

QUESTÃO ANTERIOR:
FMO 2019: O período anterior ao Modernismo, o chamado Pré-Modernismo, é uma época de sincretismo cultural em que, ainda que os autores apresentassem tendências realistas-naturalistas e simbolistas, em suas obras é possível observar, como novidades

GABARITO:
(B) O nacionalismo dos primeiros modernistas, a valorização de nossas tradições e cultura, assim como nosso passado histórico-cultural.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- FMO 2019: A composição do poema demonstra o emprego de recursos tais como sonoridade, ritmo das palavras, função poética da linguagem, métrica, rima etc. Considerando-se alguns elementos poéticos é correto afirmar que

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:
Prova da FMO 2019.2 com Gabarito

REDAÇÃO DESTA PROVA:
Redação FMO 2019: Saúde ou obsessão? Nada mais além da imagem

PESQUISAR OUTRA QUESTÃO

Comentários