UEMA 2019: Em O Mulato, o leitor depara-se com o uso frequente do pronome "se"

TEXTO III

No dia seguinte, por todas as ruas da cidade de São Luís do Maranhão, e nas repartições públicas, na Praça do Comércio, nos açougues, nas quitandas, nas salas e nas alcovas, boquejava-se largamente sobre a misteriosa morte do Dr. Raimundo, era a ordem do dia.

Contava-se o fato de mil modos; inventavam-se lendas; improvisavam-se romances. O cadáver fora recolhido pela Santa Casa de Misericórdia; procedeu-se a um corpo de delito; verificou-se que o paciente morrera a tiro de bala, mas a polícia não descobriu o assassino.
Fonte: AZEVEDO, A. O Mulato. São Paulo: Martin Claret, 2010.

QUESTÃO 12
UEMA 2019: Em O Mulato, o leitor depara-se com o uso frequente do pronome "se". No fragmento, em destaque, o uso de "boquejava-se" e "procedeu-se" reforça a indeterminação do sujeito para

a) demonstrar o testemunho dos vizinhos perante a cena da morte misteriosa.

b) determinar a especificidade de quem contou o fato ocorrido.

c) indicar o disse-me-disse acerca do fato acontecido.

d) ocultar os possíveis culpados do crime perante as circunstâncias.

e) adicionar informações para contar sobre o assassinato.

QUESTÃO ANTERIOR:
UEMA 2019: No discurso indireto livre, há a fusão dos discursos direto e indireto e a supressão de marcas que indiquem a mudança das falas no discurso.

GABARITO:
c) indicar o disse-me-disse acerca do fato acontecido.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- UEMA 2019: Ao longo da narrativa acima, o autor nos brinda com diferentes descrições do protagonista Raimundo. O fragmento revela uma visão do personagem como

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:
Prova UEMA 2019 com Gabarito

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.