A Revolução Federalista, ocorrida entre 1893 e 1895, no Rio Grande do Sul, contra o governo de Júlio de Castilhos

A Revolução Federalista, ocorrida entre 1893 e 1895, no Rio Grande do Sul, contra o governo de Júlio de Castilhos, que era apoiado pelo poder federal republicano, tinha como reivindicação principal:

a) a criação de um regime parlamentarista republicano, cujo primeiro-ministro governaria de fato.

b) a mudança da capital do país, do Rio de Janeiro para Brasília.

c) a mudança da capital do país, do Rio de Janeiro para o Rio Grande do Sul.

d) o restabelecimento da monarquia, mas com viés parlamentarista.

e) a descentralização política do poder e a maior autonomia dos estados.

QUESTÃO ANTERIOR:
(Mackenzie) "Em julho de 1924, a elite paulista buscava fugir da capital, bombardeada a esmo pelas forças legalistas (...). Os misteriosos tenentes, dos quais toda a gente falava, tinham ocupado a cidade".

RESOLUÇÃO:
Os federalistas rio-grandenses lutavam pela descentralização do poder político na República, pois queriam mais autonomia para os estados da Federação – tal como acontecia no sistema dos Estados Unidos. Essa perspectiva confrontava diretamente o ideal centralizador e autoritário defendido por Júlio de Castilhos e outros representantes da República à época.

GABARITO:
e) a descentralização política do poder e a maior autonomia dos estados.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- (UFC) A partir deste relato, é correto afirmar a respeito da comunidade de Canudos que

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:
Questões sobre Repúblicas com Gabarito

PESQUISAR OUTRA QUESTÃO

Comentários