(PUC-MG) A crise econômica e a instabilidade político-social que dominaram o cenário alemão

(PUC-MG) A crise econômica e a instabilidade político-social que dominaram o cenário alemão durante a República de Weimar (1913-33) apresentaram como desdobramento:

a) a afirmação dos princípios morais tradicionais e a frugalidade dos costumes, impedindo a adoção de um estilo de vida desregrado e hedonista.

b) a ascensão dos segmentos intermediários da sociedade, beneficiados com o surto especulativo e a inflação galopante.

c) a elevação dos investimentos internos, reduzindo o nível de desemprego, notadamente no início da década de 1930.

d) a consolidação do Partido Social-Democrata no poder, favorecido pelo caos da economia e pelos termos impostos pelo Tratado de Versalhes.

e) a fragilização das instituições democráticas, abrindo caminho para a difusão de ideologistas radicais de cunho totalitário.

QUESTÃO ANTERIOR:
Em 1954, aconteceu o Atentado da Rua Tonelero, famoso episódio em que atentaram contra a vida do jornalista Carlos Lacerda.

RESOLUÇÃO:
O resultado principal dos problemas econômicos e sociais durante a República de Weimar foi o surgimento do nazismo como possível solução.

GABARITO:
e) a fragilização das instituições democráticas, abrindo caminho para a difusão de ideologistas radicais de cunho totalitário.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- A República de Weimar foi marcada também por uma série de tentativas de golpes e ações revolucionárias que tinha por objetivo por em prática os projetos políticos dos grupos que protagonizavam estas ações.

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:
Questões sobre Repúblicas com Gabarito

PESQUISAR OUTRA QUESTÃO

Comentários