(CESPE) Iter criminis corresponde ao percurso do crime, compreendido entre o momento da cogitação pelo agente até os efeitos após sua consumação

(CESPE) Iter criminis corresponde ao percurso do crime, compreendido entre o momento da cogitação pelo agente até os efeitos após sua consumação.

Há relevância no estudo do iter criminis porque, conforme o caso, podem incidir institutos como desistência voluntária, princípio da consunção e tentativa. Considera-se punível o crime tentado no caso de

A) o agente ser flagrado elaborando os planos para a prática do crime.

B) o agente ser flagrado realizando atos de preparação para o crime.

C) o crime, iniciada a execução, não se consumar por ineficácia absoluta do meio empregado para sua prática.

D) o agente, iniciada a execução, desistir de prosseguir com a ação, impedindo seu resultado.

E) o crime, iniciada a execução, não se consumar por circunstâncias alheias à vontade do agente.

QUESTÃO ANTERIOR:
(CESPE) Caso um órgão da administração pública direta ou indireta seja polo passivo de uma demanda jurisdicional, sua citação deverá preferencialmente se realizar por

  • [accordion]
    • RESOLUÇÃO:
      • Não temos resolução para essa questão. Ajude-nos. Envie sua resolução clicando AQUI!
    • GABARITO:
      • E) o crime, iniciada a execução, não se consumar por circunstâncias alheias à vontade do agente.


PRÓXIMA QUESTÃO:
- (CESPE) A respeito da imputabilidade penal, julgue os itens a seguir.

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:
Prova Auxiliar Judiciário 2020 (TJ-PA) com Gabarito

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.