O poema classifica-se como soneto devido à (ao)

 


As questões de (11) a (13) referem-se à poesia seguinte:

Soneto IV

Aos caramurus da Bahia

Um calção de pindoba, a meia zorra,
Camisa de urucu, mantéu de arara,
Em lugar de cotó, arco e taquara,
Penacho de guarás, em vez de gorra.

Furado o beiço, sem temer que morra
O pai, que lho envasou cuma titara,
Sendo a mãe que a pedra lhe aplicara
Por reprimir-lhe o sangue que não corra.

Alarve sem ração, burro sem fé,
Sem mais leis que as do gosto, quando erra,
De Paiaá tornou-se em Abaité.

Não sei como acabou, nem em que guerra:
Só sei que deste Adão de Massapé,
Procedem os fidalgos desta terra.

(Gregório de Matos. In: MOISÉS, Massaud. A literatura através dos textos. São
Paulo: Cultrix, 1996. p.43)

CEFET-MG 2006.2 - QUESTÃO 12
O poema classifica-se como soneto devido à (ao)

a) número de versos por estrofes.

b) métrica utilizada em seus versos.

c) disposição e à organização rítmica dos versos.

d) formato típico dos poemas barrocos e neoclássicos.


QUESTÃO ANTERIOR:

GABARITO:
c) disposição e à organização rítmica dos versos.

RESOLUÇÃO:
Não temos resolução para essa questão! Você sabe explicar? Copie o link dessa página e envie sua resolução clicando AQUI!

PRÓXIMA QUESTÃO:

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.