Considerando a leitura dos Textos 13, 14, 15 e 16 e as características do Arcadismo no Brasil, assinale a alternativa CORRETA.

Os Textos 13, 14, 15 e 16 servem de base à Questão 09.

UPE 2021

UPE 2021

Texto 15

LIRA I

Eu, Marília, não sou algum vaqueiro,
Que viva de guardar alheio gado;
De tosco trato, de expressões grosseiro,
Dos frios gelos e dos sóis queimado.
Tenho próprio casal e nele assisto;
Dá-me vinho, legume, fruta, azeite;
Das brancas ovelhinhas tiro o leite
E mais as finas lãs, de que me visto.
Graças, Marília bela,
Graças à minha Estrela!
[...]

GONZAGA, Tomás Antônio. Marília de Dirceu.
São Paulo: DCL, 2010. Excertos.

Texto 16

CARTA 3ª

Em que se contam as injustiças, e violências, que Fanfarrão executou por causa de uma
Cadeia, a que deu princípio.

[...]
Agora, cuidarás, prezado Amigo,
Que as chaves das cadeias já não abrem,
Comidas da ferrugem? Que as algemas
Como trastes inúteis, se furtaram?
Que o torpe executor das graves penas
Liberdade ganhou? Que já não temos
Descalços guardiães, que à fonte levem,
Metidos nas correntes os forçados?
Assim, prezado Amigo, assim devia
Em Chile acontecer, se o nosso Chefe
Tivesse em governar algum sistema.
Mas, meu bom Doroteu, os homens néscios
Às folhas dos Olmeiros se comparam;
São como o leve fumo, que se move
Para partes diversas, mal os ventos
Começam a apontar, de partes várias.
[...]

GONZAGA, Tomás Antônio. Cartas Chilenas. São Paulo: Companhia das Letras, 2006. Excertos. 

UPE 2021 - QUESTÃO 09
Considerando a leitura dos Textos 13, 14, 15 e 16 e as características do Arcadismo no Brasil, assinale a alternativa CORRETA.

a) O filme "Caramuru – A Invenção do Brasil” é uma adaptação fiel e caricatural do poema árcade lírico-amoroso de Santa Rita Durão, "Caramuru", que conta a história do fidalgo português Diogo Álvares, o Caramuru, que se transformou em líder dos indígenas da tribo tupinambá.

b) A tela de Francesco Zucarelli (Texto 14) mostra um cenário bucólico, com pastores, ovelhas e musas inspiradoras, por meio de uma representação das personagens pautada na estética naturalista do Classicismo europeu, característica marcante do Arcadismo brasileiro.

c) O Texto 14 dialoga com o Texto 15 na representação do locus amoenus (lugar ameno/agradável) como ambiente bucólico e idealizado pelos poetas árcades. As antíteses e paradoxos do Texto 15, traços característicos da poesia árcade, revelam o conflito do sujeito lírico em relação ao amor platônico.

d) O Texto 16 é um exemplo da poesia satírica do Arcadismo brasileiro. Critilo é o emissor das cartas e Doroteu, o receptor. Por meio de linguagem satírica e irônica, a obra critica o governador da Capitania de Minas Gerais, referenciado como o "Fanfarrão".

e) Os Textos 15 e 16 são exemplos representativos da poesia épica do Arcadismo brasileiro, identificando-se, no Texto 15, o bucolismo e, no Texto 16, o "carpe diem”.

QUESTÃO ANTERIOR:

GABARITO:
d) O Texto 16 é um exemplo da poesia satírica do Arcadismo brasileiro. Critilo é o emissor das cartas e Doroteu, o receptor. Por meio de linguagem satírica e irônica, a obra critica o governador da Capitania de Minas Gerais, referenciado como o "Fanfarrão".

RESOLUÇÃO:
Não temos resolução para essa questão! Você sabe explicar? Copie o link dessa página e envie sua resolução clicando AQUI!

PRÓXIMA QUESTÃO:

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.