Questões de Química da EsPCEx 2017 com Gabarito

Questões de Química da EsPCEx 2017 com Gabarito
(Escola Preparatória de Cadetes do Exército)

Questões de:
Português (01 - 20)
Física (21 - 32)
Química (33 - 44)
Redação
Matemática (01 - 20)
Geografia (21 - 32)
História (33 - 44)
Inglês (45 - 56)

PROVA DE QUÍMICA

QUESTÃO 33
(EsPCEx 2017) Algumas viaturas militares administrativas possuem motores à combustão que utilizam como combustível a gasolina. A queima (combustão) de combustíveis como a gasolina, nos motores à combustão, fornece a energia essencial para o funcionamento dessas viaturas militares. Considerando uma gasolina na condição padrão (25 °C e 1 atm), composta apenas por n-octano (C8H18) e que a sua combustão seja completa (formação exclusiva de CO2 e H2O gasosos como produtos), são feitas as seguintes afirmativas:


I – a combustão da gasolina (C8H18) é uma reação exotérmica;

II – na combustão completa de 1 mol de gasolina, são liberados 16 mols de gás carbônico (CO2);


III – a entalpia de combustão (calor de combustão) dessa gasolina é - 5080 kJ/mol (∆Hc=- 5080 kJ/mol);

IV – o calor liberado na combustão de 57 g de gasolina é de 1270 kJ.

Das afirmativas apresentadas estão corretas apenas a

[A] I, II e III.
[B] I, III e IV.
[C] I e II.
[D] II e IV.
[E] I e III.

RESPOSTA.

QUESTÃO 34
(EsPCEx 2017) A emissão de gases derivados do enxofre, como o dióxido de enxofre (SO2), pode ocasionar uma série de problemas ambientais e a destruição de materiais como rochas e monumentos à base de calcita (carbonato de cálcio). Essa destruição ocasiona reações com a emissão de outros gases, como o gás carbônico (CO2), potencializando o efeito poluente. Considerando as equações das reações sucessivas a 27 °C e 1 atm, admitindo-se os gases como ideais e as reações completas, o volume de CO2 produzido a partir da utilização de 2 toneladas de SO2 como reagente é, aproximadamente,


[A] 4,35 · 10⁶ L de CO2.
[B] 2,25 · 10⁶ L de CO2.
[C] 4,75 · 10⁴ L de CO2.
[D] 5,09 · 10³ L de CO2.
[E] 7,69 · 10⁵ L de CO2.

RESPOSTA.

QUESTÃO 35
(EsPCEx 2017) A gasolina é um combustível constituído por uma mistura de diversos compostos químicos, principalmente hidrocarbonetos. Estes compostos apresentam volatilidade elevada e geram facilmente vapores inflamáveis.

Em um motor automotivo, a mistura de ar e vapores inflamáveis de gasolina é comprimida por um pistão dentro de um cilindro e posteriormente sofre ignição por uma centelha elétrica (faísca) produzida pela vela do motor.
Adaptado de: BROWN, Theodore; L. LEMAY, H Eugene;
BURSTEN, Bruce E. Química a Ciência Central, 9ª edição,
Editora Prentice-Hall, 2005, pág 926.

Pode-se afirmar que a centelha elétrica produzida pela vela do veículo neste evento tem a função química de

[A] catalisar a reação por meio da mudança na estrutura química dos produtos, saindo contudo recuperada intacta ao final do processo.

[B] propiciar o contato entre os reagentes gasolina e oxigênio do ar (O2), baixando a temperatura do sistema para ocorrência de reação química.

[C] fornecer a energia de ativação necessária para ocorrência da reação química de combustão.

[D] manter estável a estrutura dos hidrocarbonetos presentes na gasolina.

[E] permitir a abertura da válvula de admissão do pistão para entrada de ar no interior do motor.

RESPOSTA.

QUESTÃO 36
(EsPCEx 2017) Conversores catalíticos (catalisadores) de automóveis são utilizados para reduzir a emissão de poluentes tóxicos. Poluentes de elevada toxicidade são convertidos a compostos menos tóxicos. Nesses conversores, os gases resultantes da combustão no motor e o ar passam por substâncias catalisadoras. Essas substâncias aceleram, por exemplo, a conversão de monóxido de carbono (CO) em dióxido de carbono (CO2) e a decomposição de óxidos de nitrogênio como o NO, N2O e o NO2 (denominados NOx) em gás nitrogênio (N2) e gás oxigênio (O2). Referente às substâncias citadas no texto e às características de catalisadores, são feitas as seguintes afirmativas:

I - a decomposição catalítica de óxidos de nitrogênio produzindo o gás oxigênio e o gás nitrogênio é classificada como uma reação de oxidorredução;
II – o CO2 é um óxido ácido que, ao reagir com água, forma o ácido carbônico;
III – catalisadores são substâncias que iniciam as reações químicas que seriam impossíveis sem eles, aumentando a velocidade e também a energia de ativação da reação;
IV – o CO é um óxido básico que, ao reagir com água, forma uma base;
V – a molécula do gás carbônico (CO2) apresenta geometria espacial angular.

Das afirmativas feitas estão corretas apenas a

[A] I e II.
[B] II e V.
[C] III e IV.
[D] I, III e V.
[E] II, IV e V.

RESPOSTA.

QUESTÃO 37
(EsPCEx 2017) “Sempre que uma substância muda de fase de agregação, a temperatura permanece constante enquanto a mudança se processa, desde que a pressão permaneça constante”.
FONSECA Martha Reis Marques da, Química Geral,
São Paulo: Ed FTD, 2007, pág 41.

O gráfico abaixo representa a mudança de fase de agregação de uma substância pura com o passar do tempo, em função da variação de temperatura, observada ao se aquecer uma substância X durante algum tempo, sob pressão constante.

grafico ilustrativo temperatura tempo

Tomando-se como base o gráfico, analise as seguintes afirmativas:

I – entre 0 ºC e 19 ºC, a substância X encontra-se na fase sólida;
II – o intervalo de 2,0 min a 4,0 min corresponde à condensação da substância X;
III – a temperatura de 60 ºC corresponde à temperatura de ebulição da substância X;
IV – no intervalo de 40 ºC a 50 ºC, a substância X encontra-se na fase líquida.

Estão corretas apenas as afirmativas

[A] I e II.
[B] II e IV.
[C] I, II e III.
[D] II, III e IV.
[E] I, III e IV.

RESPOSTA.

QUESTÃO 38
(EsPCEx 2017) Quando um átomo, ou um grupo de átomos, perde a neutralidade elétrica, passa a ser denominado de íon. Sendo assim, o íon é formado quando o átomo (ou grupo de átomos) ganha ou perde elétrons. Logicamente, esse fato interfere na distribuição eletrônica da espécie química. Todavia, várias espécies químicas podem possuir a mesma distribuição eletrônica.

Considere as espécies químicas listadas na tabela a seguir:


A distribuição eletrônica 1s², 2s², 2p⁶, 3s², 3p⁶ (segundo o Diagrama de Linus Pauling) pode corresponder, apenas, à distribuição eletrônica das espécies

[A] I, II, III e VI.
[B] II, III, IV e V.
[C] III, IV e V.
[D] I, II e IV.
[E] I, V e VI.

RESPOSTA.

QUESTÃO 39
(EsPCEx 2017) Na ânsia pelo “elixir da longa vida”, por volta do século I, alquimistas descobriram acidentalmente a Pólvora, referenciada em textos de Alquimia pelos avisos quanto aos cuidados para não se misturarem certos materiais uns com os outros. A pólvora, mais conhecida desde o final do século XIX como pólvora negra, é uma mistura química que queima com rapidez. Foi extensamente utilizada como propelente em canhões e armas de fogo e atualmente ainda é empregada em artefatos pirotécnicos. Nitrato de potássio, enxofre e carvão (carbono) são os constituintes da pólvora negra. Sobre as espécies constituintes da pólvora negra afirma-se que

Dados:
Número Atômico: K = 19; N = 7; O = 8; S = 16; C = 6

I – o nitrato de potássio é classificado como uma base segundo a teoria de Arrhenius;
II – a 25 ºC e 1 atm a variedade alotrópica mais estável do carbono é a grafite e a do enxofre é a rômbica;
III – a fórmula do nitrato de potássio é KNO2;
IV – o enxofre é um metal radioativo que pertence à família 6A (16) da tabela periódica;
V – o átomo de carbono (6C) estabelece 4 ligações químicas e possui a variedade alotrópica diamante, substância natural de alta dureza;

Estão corretas apenas as afirmativas

[A] I e IV.
[B] II e V.
[C] III, IV e V.
[D] I, II e V.
[E] II, III e IV.

RESPOSTA.

QUESTÃO 40
(EsPCEx 2017) O polímero Kevlar® (poliparafenileno de tereftalamida), usado em materiais de proteção balística, foi descoberto pela química sueca Stephanie Kwolek, na tentativa de desenvolver um novo polímero para uso em pneus. Apresenta elevada resistência térmica e mecânica por suas cadeias estabelecerem uma rede polimérica, por meio de interações intermoleculares fortes. Pode ser sintetizado a partir da reação entre as substâncias 1,4-fenileno-diamina (1,4 – diaminobenzeno) e ácido tereftálico (ácido 1,4 – benzenodicarboxílico) como mostra a equação da reação a seguir:


Com relação a esta reação e às estruturas apresentadas, são feitas as seguintes afirmativas:

I – a hibridização de todos os carbonos nas estruturas dos reagentes é do tipo sp²;
II – a reação de obtenção do poliparafenileno de tereftalamida é classificada como de substituição, por adicionar uma molécula de água à estrutura do polímero;
III – o Kevlar é uma substância iônica de alta massa molecular;
IV – a fórmula molecular da substância 1,4-fenileno-diamina é C6H8N2;
V – as interações intermoleculares que mantêm as cadeias do Kevlar unidas, formando redes poliméricas, são do tipo ligações de hidrogênio (pontes de hidrogênio).

Estão corretas apenas as afirmativas

[A] II e V.
[B] III e IV.
[C] I, IV e V.
[D] III, IV e V.
[E] I, II e IV.

RESPOSTA.

QUESTÃO 41
(EsPCEx 2017) O trioxano, cuja fórmula estrutural plana simplificada encontra-se representada a seguir, é utilizado em alguns países como combustível sólido para o aquecimento de alimentos armazenados em embalagens especiais e que fazem parte das rações operacionais militares.

Considere a reação de combustão completa de um tablete de 90 g do trioxano com a formação de CO2 e H2O. Baseado nas energias de ligação fornecidas na tabela abaixo, o valor da entalpia de combustão estimada para esta reação é

trioxano

Dados:
Massas Atômicas: O=16 u ; H=1 u ; C=12 u.

[A] +168 kJ.
[B] -262 kJ.
[C] +369 kJ.
[D] -1461 kJ.
[E] -564 kJ.

RESPOSTA.

QUESTÃO 42
(EsPCEx 2017) Células galvânicas (pilhas) são dispositivos nos quais reações espontâneas de oxidorredução geram uma corrente elétrica. São dispostas pela combinação de espécies químicas com potenciais de redução diferentes. Existem milhares de células galvânicas possíveis. Considere as semirreações abaixo e seus respectivos potenciais de redução nas condições padrão (25 ºC e 1 atm).


Baseado nas possibilidades de combinações de células galvânicas e suas representações esquemáticas recomendadas pela União Internacional de Química Pura e Aplicada (IUPAC), são feitas as seguintes afirmativas:

I – a diferença de potencial (d.d.p.) da pilha formada pelas espécies químicas alumínio e cobre e representada esquematicamente por Al (s) | Al³⁺(aq) || Cu²⁺ (aq) |Cu (s) é de +1,52 V (nas condições-padrão);

II – na pilha formada pelas espécies químicas cobre e ouro e representada esquematicamente por Cu (s) | Cu²⁺(aq) || Au³⁺(aq) |Au (s), a reação global corretamente balanceada é:
III – na pilha formada pelas espécies químicas cobre e ouro e representada esquematicamente por Cu (s) | Cu²⁺(aq) || Au³⁺ (aq)|Au (s), o agente redutor é o Cu (s);

IV – a representação IUPAC correta de uma pilha de alumínio e ouro (Al-Au) é Au (s) | Au³⁺(aq) || Al³⁺(aq) | Al (s).

Estão corretas apenas as afirmativas

[A] I e II.
[B] II e III.
[C] III e IV.
[D] I, II e IV.
[E] I, III e IV.

RESPOSTA.

QUESTÃO 43
(EsPCEx 2017) Em uma aula prática de química, o professor forneceu a um grupo de alunos 100 mL de uma solução aquosa de hidróxido de sódio de concentração 1,25 mol·Lˉ¹. Em seguida solicitou que os alunos realizassem um procedimento de diluição e transformassem essa solução inicial em uma solução final de concentração 0,05 mol·Lˉ¹. Para obtenção da concentração final nessa diluição, o volume de água destilada que deve ser adicionado é de

[A] 2400 mL.
[B] 2000 mL.
[C] 1200 mL.
[D] 700 mL.
[E] 200 mL.

RESPOSTA.

QUESTÃO 44
(EsPCEx 2017) “À medida que ocorre a emissão de partículas do núcleo de um elemento radioativo, ele está se desintegrando. A velocidade de desintegrações por unidade de tempo é denominada velocidade de desintegração radioativa, que é proporcional ao número de núcleos radioativos. O tempo decorrido para que o número de núcleos radioativos se reduza à metade é denominado meiavida.”
USBERCO, João e SALVADOR, Edgard. Química. 12ª ed.
Reform - São Paulo: Editora Saraiva, 2009.
(Volume 2: Físico-Química).

Utilizado em exames de tomografia, o radioisótopo flúor-18 (¹⁸F) possui meia-vida de uma hora e trinta minutos (1 h 30 min). Considerando-se uma massa inicial de 20 g desse radioisótopo, o tempo decorrido para que essa massa de radioisótopo flúor-18 fique reduzida a 1,25 g é de

Dados: log 16 = 1,20; log 2 = 0,30

[A] 21 horas.
[B] 16 horas.
[C] 9 horas.
[D] 6 horas.
[E] 1 hora.

Questões de Química da EsPCEx 2017 com Gabarito Questões de Química da EsPCEx 2017 com Gabarito Reviewed by Redação on agosto 30, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.