FGV-SP 2019: A partir do texto sobre Maio de 1968, é correto afirmar que

[...] apesar de que a radicalização estudantil tenha começado por ter atacado os exames, ela era portadora de uma crítica política da sociedade. [...] O caráter verdadeiramente moderno da revolta estudantil é sua significação antiautoritária. [...] Sua primeira audácia é ter tomado um caminho diferente daquele que retomam indefinidamente partidos, sindicatos e grupúsculos. Trata-se da ação direta e exemplar que recusa ao mesmo tempo a tutela das organizações e das autoridades estabelecidas.
(Olgária C. F. Matos, Paris 1968: As barricadas do desejo. Adaptado)

FGV-SP 2019: A partir do texto sobre Maio de 1968, é correto afirmar que

(A) as barricadas das ruas de Paris representam a luta contra a repressão sexual, o racismo, o colonialismo, a Guerra do Vietnã, enfim, a velha ordem simbolizada no governo De Gaulle, que é derrubado, pois o movimento estudantil recebe o apoio decisivo da greve dos trabalhadores e da maior parte da sociedade francesa.

(B) os jovens estudantes saem às ruas, simultaneamente em vários países, recusando uma ordem opressiva, o que resultou em uma crítica política, contra a autoridade das instituições e do poder estabelecido e, no seu lugar, colocam a imaginação, o prazer, a juventude e a liberdade, em cartazes e grafites nos muros das cidades.

(C) ele se limitou à França, onde a repressão aos estudantes era uma tradição e o objetivo maior da juventude era ir contra a velha ordem, representada pelo presidente De Gaulle, que, vitorioso nas eleições de junho, implanta uma reforma na educação extremamente democrática, o que atendia aos interesses dos estudantes.

(D) a grande revolta antiautoritária que explode na França, nos Estados Unidos, na Alemanha, na Espanha, na Polônia, em Mali, no Senegal, no Japão, na Argentina, no Brasil, ou seja, em escala mundial, é uma luta contra o conservadorismo, mas, contraditoriamente, não recebe apoio dos trabalhadores, que se unem às forças repressoras do Estado.

(E) a vitória dos estudantes ocorreu após uma longa greve nacional, com o apoio dos trabalhadores urbanos e rurais, que derrubaram o conservador governo do general De Gaulle, que se recusava a fazer uma ampla reforma na educação baseada na liberdade dos currículos e na abolição de rígidas regras disciplinares.

QUESTÃO ANTERIOR;
FGV-SP 2019: Apesar da postura antissemita do governo brasileiro, imigrantes conseguiam entrar no Brasil com a ajuda das associações judaicas nacionais e internacionais.

GABARITO:
(B) os jovens estudantes saem às ruas, simultaneamente em vários países, recusando uma ordem opressiva, o que resultou em uma crítica política, contra a autoridade das instituições e do poder estabelecido e, no seu lugar, colocam a imaginação, o prazer, a juventude e a liberdade, em cartazes e grafites nos muros das cidades.

RESOLUÇÃO:
O movimento de Maio de 1968, desencadeado por estudantes parisienses, repercutiu em todo o mundo ocidental, inspirando tendências tão diversas como o pacifismo hippie e o terrorismo neoanarquista.

Em sua origem, a rebelião estudantil voltou-se principalmente para a defesa da liberdade e para o combate ao establishment burguês capitalista, expressando-se em frases como “A imaginação no poder”, “Faça amor, não faça guerra” e “É proibido proibir”.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- FGV-SP 2019: O processo de democratização brasileiro teve traços peculiares. Tratou-se do caso mais longo de transição democrática: um processo lento e gradual de liberalização, em que se transcorreram 11 anos para que os civis retomassem o poder e outros cinco anos para que o presidente da República fosse eleito por voto popular. Para propósito analítico, pode-se dividir este processo em três fases. A primeira, de 1974 a 1982 [...].
FGV-SP 2019: A partir do texto sobre Maio de 1968, é correto afirmar que FGV-SP 2019: A partir do texto sobre Maio de 1968, é correto afirmar que Reviewed by Redação on dezembro 02, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.