Atividade sobre Vida Urbana - exclusão social e hierarquia - (Geografia) com Gabarito

atividade-sobre-vida-urbana-exclusao-social-e-hierarquia-geografia-com-gabarito
Atividade sobre Vida Urbana - exclusão social e hierarquia - (Geografia) com Gabarito

Questões de Geografia abordando temas da exclusão social em zonas urbanas brasileiras. Atividade para Ensino Médio, voltada para aprendizado pra Vestibular/ENEM. Confira as questões de Geografia:

QUESTÃO 01
Observe a foto abaixo.

Disponível em: <http://caroldaemon.blogspot.com/2011/06/o-mito-da-embala-  gem-sustentavel-manual.html>

O papel dos catadores de materiais recicláveis

"Os catadores de materiais recicláveis [...] são grandes parceiros para a promoção da reciclagem. São trabalhadores que atuam há muitos anos, desde os tempos dos garrafeiros, com a coleta, classificação e destinação dos resíduos, permitindo o seu retorno à cadeia produtiva
Disponível em: <http://www.mma.gov.br>. Acesso em: 6 set. 2011

Sobre o trabalho realizado pelos catadores de materiais recicláveis, é incorreto afirmar que eles

a) reduzem os gastos públicos com o sistema de limpeza pública.
b) diminuem a vida útil dos aterros sanitários.
c) diminuem a demanda por recursos naturais.
d) fomentam a cadeia produtiva das indústrias recicladoras.
e) auxiliam, com seu trabalho, a limpeza das ruas.

GABARITO.

QUESTÃO 02
A intensidade da ocorrência de problemas urbanos de natureza climática tem sido a tônica dessas últimas décadas. Um dos fatores que contribuem para o desenvolvimento desses problemas está relacionado ao crescimento demográfico humano.

A figura abaixo representa o crescimento da população humana em uma determinada metrópole brasileira a partir da década de 1920.


Com base nas informações e no gráfico, é correto afirmar:

a) na década de 1970, como o número de habitantes era menor se comparado ao dos anos atuais, a inexistência de problemas ambientais se deve a uma maior sensibilização ambiental por parte da população.

b) à medida que o crescimento demográfico humano aumenta, a existência de problemas ambientais se torna evidente, uma vez que as más condições de habitação e saneamento são ocorrentes nas metrópoles.

c) a implantação de programas de natalidade e de programas referentes às políticas ambientais desencadeiam a tendência de o número de habitantes se estabilizar nos países subdesenvolvidos, nos últimos anos.

d) o crescimento populacional e a consequente expansão territorial urbana a partir da década de 1960 estão relacionados a vários fatores, sendo que as enchentes e os alagamentos são determinantes.

e) A construção de moradias em encostas íngremes não re- presenta riscos de deslizamentos quando são recobertas por florestas.

GABARITO.

QUESTÃO 03


(FUVEST) A charge apresentada, satirizando uma situação problemática, comum às grandes cidades, sugere a

I. importância da circulação para a dinâmica das atividades urbanas, exigindo da municipalidade a produção de soluções

II. hegemonia do automóvel particular frente ao transporte público coletivo, resultando em entraves à fluidez do tráfego viário.

III. ausência de instrumentos legais de planejamento urbano, impedindo o processo de metropolização.

Está correto o que se afirma em

a) I, apenas.
b) I e II, apenas.
c) III, apenas
d) II e III, apenas
e) I, II e III

GABARITO.

QUESTÃO 04
Analise a charge.


Sobre o processo de produção do espaço urbano e o acesso à moradia no Brasil, é correto afirmar que:

a) ao longo de nossa história não houve necessidade de políticas específicas para a habitação, visto que o processo natural de produção do espaço urbano brasileiro vem criando oportunidade de moradia para todos.

b) as políticas sociais de assistência à moradia promovidas pelo Estado vêm historicamente garantindo acesso à moradia à população brasileira de alta renda.

c) a dinâmica de oferta de moradia, comandada pelo mercado imobiliário, vem proporcionando acesso à moradia para todas as classes sociais, inclusive aquelas de baixa renda.

d) o processo de urbanização, ao ser dado sob a lógica capitalista, produziu uma intensa especulação imobiliária, que vem restringindo o acesso à moradia para a população pobre.

e) os movimentos sociais que lutam por moradia nas cidades reivindicam um direito que não é previsto pela Constituição do país.

GABARITO.

QUESTÃO 05
As previsões de especialistas para 2015 projetam que cerca de 33 cidades do mundo terão, pelo menos, 8 milhões de habitantes ocupando 0,4% da área do planeta.

Assinale a alternativa que contém o processo descrito e alguns impactos ambientais importantes dele resultantes.

a) Envelhecimento da população; favelas, voçoroca.
b) Globalização; efeito estufa; assoreamento dos rios.
c) Urbanização; segregação espacial; enchentes.
d) Emigração; chuva ácida; migrações pendulares.
e) Favelização; secas, erosão eólica.

GABARITO.

QUESTÃO 06
Observe a tabela e assinale a alternativa correta.


a) Nos países com menores taxas de população urbana, a expectativa de vida é maior devido à diminuição da fecundidade.

b) Nos países com maiores taxas de população urbana, a expectativa de vida é maior devido à melhoria das condições de vida.

c) Em todos estes países, os valores da expectativa de vida independem das taxas de urbanização da população devido às elevadas taxas de natalidade.

d) Nos países com maiores taxas de população urbana, a expectativa de vida é menor devido à diminuição das taxas de mortalidade infantil.

e) Os países, cujas taxas de urbanização da população oscilam entre 15% e 20%, são aqueles onde a expectativa de vida é maior devido à implantação de infraestrutura básica.

GABARITO.

QUESTÃO 07


Os dados permitem concluir que as proporções de pobres nas regiões metropolitanas, no Brasil, em 1981 e 1990,

a) são mais elevadas no sul, reduzindo-se em direção ao nordeste do país.
b) são mais elevadas no norte e nordeste, reduzindo-se em direção ao sul do país.
c) são menos elevadas no nordeste e sudeste, aumentando em direção ao sul do país.
d) são mais elevadas no sul e sudeste, reduzindo-se em direção ao norte do país.
e) são menos elevadas no norte, aumentando em direção ao sudeste do país.

GABARITO.

Comentários