Questões de conhecimento específico para concurso de Pedagogo

Questões de conhecimento específico para concurso de Pedagogo

Conhecimento Específico

QUESTÃO 31
“Há três anos, um apagão obrigou a população a racionar energia e o Brasil a buscar alternativas. A crise, mostrada à exaustão nos noticiários, passou a ser o centro das discussões nas salas de aula. Seis professoras do Colégio Santa Maria, de São Paulo, foram além e se reuniram em torno de um projeto interdisciplinar. Desde então, os alunos estudam fontes alternativas de energia, produzem aquecedores solares e ensinam a população a utilizálos. O sucesso do projeto se explica principalmente porque os conteúdos de Ciências, Matemática, Geografia, Língua Portuguesa, História e Ensino Religioso foram colocados a serviço da resolução de um problema real, de forma integrada.”
(Fonte: Revista Nova Escola, março de 2018)

FGV 2019: Considerando o exemplo acima, é possível destacar como principal característica de um trabalho pedagógico interdisciplinar:

(A) os conteúdos das disciplinas são trabalhados isoladamente para a ampla compreensão do tema estudado;

(B) para que ele aconteça é suficiente que cada disciplina fale sobre o mesmo assunto/tema;

(C) a proposta dispensa planejamento e sistematização;

(D) a interdisciplinaridade dá significado ao conteúdo da escola, reforçando a divisão hermética das disciplinas;

(E) na interdisciplinaridade, duas ou mais disciplinas relacionam seus conteúdos para aprofundar o conhecimento.

GABARITO.

QUESTÃO 32
FGV 2019: Associe cada estratégia de integração disciplinar à sua definição.

I. multidisciplinaridade;
II. interdisciplinaridade;
III. transdisciplinaridade.

( ) Há uma relação entre os conteúdos de duas ou mais disciplinas para abordar um tema de maneira mais aprofundada.

( ) Um tema é abordado por diversas disciplinas sem uma relação direta entre elas.

( ) É uma abordagem mais complexa, em que a divisão por disciplinas, hoje implantada nas escolas, deixa de existir.

A ordem correta das associações é:

(A) I – II – III;
(B) II – I – III;
(C) II – III – I;
(D) III – I – II;
(E) III – II – I.

GABARITO.

QUESTÃO 33
“Cláudia, professora do 3º ano do ensino fundamental, resolveu trabalhar a partir de projetos esse semestre. Elaborou um projeto sobre os animais invertebrados, planejou o cronograma e todas as atividades a serem realizadas, escolheu materiais e deixou tudo pronto para as crianças trabalharem. Sua coordenadora, contudo, apontou que o trabalho com projetos tem algumas características essenciais que ela parecia desconhecer...”

FGV 2019: As alternativas abaixo apresentam características fundamentais do trabalho com projetos, que poderiam ser apontadas pela coordenadora de Cláudia, EXCETO:

(A) um projeto é uma atividade espontânea;

(B) num projeto, a responsabilidade e a autonomia dos alunos são essenciais;

(C) a autenticidade é uma característica fundamental de um projeto;

(D) um projeto envolve complexidade e resolução de problemas;

(E) um projeto percorre várias fases.

GABARITO.

QUESTÃO 34
“Os professores do 7º ano da escola Cantagalo estão reunidos em Conselho de Classe. Durante o tempo de reunião, para cada nome de aluno os professores dizem a nota alcançada na sua disciplina e concluem sobre a aprovação ou reprovação do aluno.”

FGV 2019: Sobre o tipo de avaliação presente na situação narrada, é correto afirmar que:

(A) a avaliação da aprendizagem corresponde a uma postura de cooperação entre aluno e professor;

(B) o processo avaliativo é abrangente;

(C) muitas vezes os professores se atêm aos valores numéricos, tornando a avaliação sentenciosa e classificatória;

(D) a avaliação envolve investigar as causas da não aprendizagem do aluno;

(E) na avaliação, os professores refletem sobre suas práticas pedagógicas ao analisar os resultados dos alunos.

GABARITO.

QUESTÃO 35
FGV 2019: “Patrícia acaba de ser concursada em uma escola municipal de Boa Vista como professora de Geografia e esta é sua primeira experiência profissional. Sua escola está organizando o Conselho de Classe bimestral e a professora está em dúvida se pode participar do Conselho das suas turmas.”

A melhor resposta para a dúvida de Patrícia é:

(A) a professora não pode participar, uma vez que o Conselho de Classe prevê a presença somente dos gestores da escola na discussão do processo pedagógico;

(B) a professora somente deve participar se for sorteada para tanto, pois nem todos os professores da turma podem integrar o Conselho de Classe;

(C) a professora não pode participar, uma vez que o Conselho de Classe prevê a presença somente dos professores de Língua Portuguesa e Matemática;

(D) a professora deve participar, uma vez que o Conselho de Classe pressupõe a participação direta, efetiva e envolvida dos profissionais que atuam no processo pedagógico;

(E) a professora somente deve participar se for eleita por seus pares para tanto, pois nem todos os professores da turma podem integrar o Conselho de Classe.

GABARITO.

QUESTÃO 36
FGV 2019: Na última reunião do Conselho Escolar da Escola Sacopã, os representantes aprovaram o comunicado a ser enviado às famílias dos alunos envolvidos em um problema disciplinar na escola.

Essa atividade do Conselho Escolar se refere à sua função:

(A) consultiva;
(B) deliberativa;
(C) fiscal;
(D) mobilizadora;
(E) centralizadora.

GABARITO.

QUESTÃO 37
Leia o trecho de uma entrevista na qual um professor de Manaus é questionado sobre o Projeto Político-Pedagógico (PPP) de sua escola.

“Eu não sei te dizer o que tem no Projeto Político-Pedagógico, não sei te dizer qual é a função dele aqui na escola porque nunca me foi apresentado.”

FGV 2019: No que se refere ao Projeto Político-Pedagógico e sua proposição legal, a situação relatada pelo professor:

(A) está de acordo com o que prevê a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9.394/96);

(B) deve estar de acordo com a legislação educacional local;

(C) contraria o que prevê a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9.394/96);

(D) está de acordo com a legislação nacional que prevê que a escola decida quem participará da elaboração do PPP;

(E) é comum, pois a nossa Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9.934/96) não aborda o tema.

GABARITO.

QUESTÃO 38
“Segundo o mais recente Relatório Global sobre Aprendizagem de Adultos, publicado em 2017 pela Unesco, existem no mundo mais de 700 milhões de adultos analfabetos. Desse total, 115 milhões são jovens, ou seja, têm entre 15 e 24 anos de idade.”

FGV 2019: Sobre a Educação de Jovens e Adultos no Brasil, é correto afirmar que:

(A) a baixa escolaridade e o analfabetismo de jovens e adultos situam-se somente na faixa acima de 30 anos;

(B) não houve, nas últimas décadas, avanços legais nesse campo;

(C) houve, recentemente, uma redução nas vagas para essa modalidade educacional;

(D) atende um grupo homogêneo de indivíduos;

(E) está incluída no Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica).

GABARITO.

QUESTÃO 39
FGV 2019: “Resultados preliminares do Saeb 2017 já podem ser acessados pelos diretores escolares”.

A sigla utilizada no texto acima se refere:

(A) ao Sistema de Avaliação da Educação Brasileira;

(B) ao Sistema de Avaliação da Educação Básica;

(C) à Supervisão do Acompanhamento da Educação Básica;

(D) à Secretaria de Avaliação da Educação Brasileira;

(E) ao Sistema de Avaliação dos Educadores Brasileiros.

GABARITO.

QUESTÃO 40
FGV 2019: A Escola Municipal Aristóteles acaba de receber o resultado do IDEB 2017: 5,1.

Sobre esse indicador, é correto afirmar que se refere:

(A) ao resultado médio do desempenho dos alunos nos exames aplicados pelo Inep;

(B) ao resultado da taxa de aprovação de alunos da escola;

(C) ao resultado de uma avaliação da infraestrutura da escola;

(D) ao resultado de um cálculo que considera a taxa de rendimento escolar (aprovação) e as médias de desempenho nos exames aplicados pelo Inep;

(E) ao resultado de um cálculo que considera a nota da avaliação da infraestrutura da escola e a taxa de aprovação de seus alunos.

GABARITO.

QUESTÃO 41
“Os jesuítas lideraram as primeiras experiências de ensino no Brasil entre os séculos 16 e 18, quando...”

FGV 2019: A alternativa que completa adequadamente o trecho acima é:

(A) foram convidados pelos portugueses para intensificar o método jesuíta de ensino na colônia;

(B) iniciaram a reforma jesuíta na educação brasileira;

(C) foram expulsos pela determinação do Marquês de Pombal;

(D) seguindo a orientação portuguesa, modernizaram a educação na colônia;

(E) criaram as aulas régias para modernizar a educação no Brasil.

GABARITO.

QUESTÃO 42 - ANULADA.

QUESTÃO 43
“André e Pedro são professores de História e estão elaborando o programa curricular das séries para as quais irão lecionar. Enquanto André se dedica a pensar ‘como’ vai ensinar a lista de conteúdos que elencou, Pedro o interrompe a todo momento, propondo que reflitam sobre por que ensinar tal conteúdo e não outro.”

FGV 2019: Sobre as possíveis concepções acerca do currículo escolar dos dois professores, analise as afirmativas a seguir.

I. André se aproxima mais das teorias tradicionais do currículo, buscando formas de transmitir os conteúdos tidos como inquestionáveis.

II. Pedro se aproxima mais das teorias críticas e pós-críticas do currículo, que estão preocupadas com as conexões entre saber, identidade e poder.

III. André e Pedro traduzem concepção próxima às teorias tradicionais do currículo, preocupando-se com “o quê” ensinar.

Está correto somente o que se afirma em:

(A) I;
(B) II;
(C) III;
(D) I e II;
(E) I e III.

GABARITO.

QUESTÃO 44
“Clovis iniciou sua aula lendo um texto sobre o tema a ser trabalhado no dia. Em seguida, apresentou a seus alunos sua interpretação e comentou sobre semelhanças e diferenças deste com outros autores. Os alunos deveriam fazer suas anotações e, em seguida, responder aos exercícios sobre o texto.”

FGV 2019: A metodologia da aula de Clovis tem inspiração no modelo:

(A) escolanovista;
(B) jesuíta;
(C) alemão;
(D) construtivista;
(E) experimental.

GABARITO.

QUESTÃO 45
Nossa Constituição Federal defende a distribuição de uma educação pública de qualidade para todos. Contudo, observando a população e a escolaridade de acordo com a renda, constata-se que o quartil mais rico dos brasileiros completa, em média, 12,5 dos 13 anos obrigatórios de estudo, enquanto o quartil mais pobre completa apenas 8,5.

FGV 2019: As situações abaixo contribuem para o quadro de desigualdade apresentado no texto acima, EXCETO:

(A) altos índices de evasão, especialmente entre as crianças e jovens mais pobres;

(B) altos índices de reprovação, especialmente nas escolas que atendem populações menos favorecidas;

(C) altos índices de rotatividade e de falta de professores, especialmente nas escolas que atendem populações menos favorecidas;

(D) baixos investimentos no atendimento a crianças e jovens com dificuldades de aprendizagem;

(E) baixos índices de distorção idade-série.

GABARITO.

QUESTÃO 46
“Beatriz leciona para o 2º ano do ensino fundamental. Em uma atividade em grupos que propôs a seus alunos percebeu que a maioria deles recorria à contagem de objetos para realizar adições simples. Assim, planejou para a aula seguinte uma atividade em que seus alunos seriam desafiados a operar a adição em um jogo sem o recurso de objetos.”

FGV 2019: Seguindo a concepção de Vygotsky sobre a aprendizagem, é correto afirmar que a professora:

(A) deveria ter continuado trabalhando com objetos, na zona de desenvolvimento real das crianças;

(B) deveria incentivar que os alunos trabalhassem individualmente;

(C) agiu adequadamente, estimulando o conhecimento potencial dos alunos;

(D) agiu adequadamente, reforçando que as crianças se mantenham no nível de conhecimento que apresentam;

(E) não deveria intervir, uma vez que as crianças constroem sozinhas seu conhecimento.

GABARITO.

QUESTÃO 47
FGV 2019: Observe a situação abaixo, ocorrida em uma escola de Educação Infantil.

“Clara é professora da turma de crianças de 5 anos, na Educação Infantil. Em sua reunião com a coordenadora, a professora disse estar preocupada, pois muitos de seus alunos estavam criando histórias onde objetos (como lápis, caderno...) ganhavam voz, acontecimentos... A coordenadora lhe explicou que, de acordo com Piaget...”

A alternativa que completa adequadamente a explicação da coordenadora é:

(A) o artificialismo (dar características humanas a objetos) é um sintoma de uma patologia infantil e merece atenção;

(B) o animismo (dar características humanas a objetos) não é uma característica comum às crianças na educação infantil e o caso merece atenção;

(C) o artificialismo (dar características humanas a objetos) é uma característica comum na fase sensório-motora, anterior ao estágio daqueles alunos;

(D) o animismo (dar características humanas a objetos) é uma característica comum na fase pré-operatória (2 a 7 anos);

(E) o animismo (dar características humanas a objetos) é uma característica comum na fase operatório-concreta, posterior ao estágio daqueles alunos.

GABARITO.

QUESTÃO 48
Procedimentos de ensino são ações, processos ou comportamentos planejados pelo professor para colocar o aluno em contato direto com coisas, fatos ou fenômenos que lhes possibilitem modificar sua conduta, em função dos objetivos previstos’’.

FGV 2019: Considerando a efetividade do planejamento, os procedimentos de ensino devem:

(A) ser repetitivos;

(B) estar coerentes com os objetivos propostos;

(C) ser estáticos;

(D) servir de estímulo à execução do aluno no que se refere à reprodução do conteúdo;

(E) evitar desafios.

GABARITO.

QUESTÃO 49
Analise a situação a seguir.

Um dos alunos do 2º ano do ensino fundamental realizou a seguinte atividade de matemática:

(Fonte da imagem: produção própria)

FGV 2019: Em uma perspectiva construtivista sobre o erro no processo de aprendizagem, a professora do aluno deve:

(A) solicitar que a criança treine exercícios de adição com reagrupamento, uma hora aprenderá sozinha e deixará de errar;

(B) não mais solicitar exercícios de adição com reagrupamento para essa criança;

(C) concluir que a criança apresenta um problema de discalculia e deve ser encaminhada para atendimento extraescolar;

(D) identificar que a criança opera a adição, mas ainda não compreendeu o mecanismo de reagrupamento do sistema decimal;

(E) identificar que a criança opera a adição, mas deve se limitar ao trabalho com quantidades menores.

GABARITO.

QUESTÃO 50
FGV 2019: Embora se reconheçam as dificuldades do estabelecimento de uma síntese das diferentes tendências pedagógicas, Libâneo as classifica em dois grupos: “liberais” e “progressistas”.

Classifique cada uma das tendências pedagógicas abaixo como Liberal (L) ou Progressista (P).

( ) tradicional;
( ) libertadora;
( ) renovada progressivista;
( ) tecnicista;
( ) crítico-social dos conteúdos.

A sequência correta é:

(A) P - P - L - L - P;
(B) P - P - L - L - L;
(C) L - L - P - L - P;
(D) L - P - P - P - L;
(E) L - P - L - L - P.

GABARITO.

QUESTÃO 51
“Pedro, diretor escolar, resolveu assistir a uma aula de História no 9º ano do ensino fundamental de sua escola. Durante os 50 minutos, o professor leu e comentou o conteúdo, e os alunos, calados, apenas faziam anotações. Ao final da aula, Pedro comentou com o professor de História que havia percebido características de uma tendência liberal tradicional na sua aula.”

FGV 2019: Uma das características abaixo que poderia ter embasado a observação feita pelo diretor é:

(A) o diálogo engaja ativamente ambos os sujeitos do ato de conhecer: educador-educando e educando-educador;

(B) predomina a autoridade do professor, que exige atitude receptiva dos alunos;

(C) o bom ensino depende de organizar eficientemente as condições estimuladoras;

(D) o trabalho docente relaciona a prática vivida pelos alunos com os conteúdos propostos pelo professor;

(E) propõe uma educação centrada no aluno.

GABARITO.

QUESTÃO 52
FGV 2019: Marialva Pereira da Silva nasceu no meio rural e estudou numa escola pública de São Sebastião. Em uma cidade onde, de acordo com o IBGE, menos de 1% dos moradores fazem curso superior, ela conseguiu passar para Pedagogia na Universidade de Brasília. A única dos dez irmãos a chegar tão longe. [...]

Mesmo com alguns de seus familiares desacreditando de um futuro reservado à maioria de seus pares, Marialva perseguiu seus propósitos. Hoje Marialva leciona em São Sebastião e diz aos alunos que todos podem chegar à universidade, se quiserem.

Sobre o texto, analise as afirmativas a seguir.

I. A mobilidade social ligada à escola é um juízo de valor comum em sociedades democráticas, já que se espera uma igualdade de oportunidades para os indivíduos.

II. Há uma reprodução social através da escola, onde os filhos de pais mais escolarizados tendem ao sucesso escolar.

III. Democratizar o acesso à educação básica é suficiente para garantir o ingresso no ensino superior.

Está correto o que se afirma em:

(A) somente I;
(B) somente II;
(C) somente I e II;
(D) somente II e III;
(E) I, II e III.

GABARITO.

QUESTÃO 53
“Em uma reunião pedagógica os professores do ensino fundamental estavam elaborando os planejamentos para o ano seguinte. Ao ver que muitos deles se dedicavam a escrever listas de conteúdos, a coordenadora pedagógica propôs que eles trocassem a questão ‘quais conteúdos devemos trabalhar’ para ‘quais competências devemos desenvolver’, ao planejarem.”

FGV 2019: Para trabalhar em uma organização curricular por competências, é necessário:

(A) limitar drasticamente a quantidade de conhecimentos ensinados e exigidos;

(B) priorizar conteúdos que possam ser memorizados;

(C) privilegiar a transmissão de conhecimento;

(D) promover a reflexão especulativa e idealista na elaboração dos currículos escolares;

(E) definir os conhecimentos a serem ensinados.

GABARITO.

QUESTÃO 54
Observe a imagem abaixo.


FGV 2019: A teoria da aprendizagem que poderia ter inspirado a elaboração e a utilização desse material didático é a:

(A) construtivista;
(B) sociointeracionista;
(C) behaviorista;
(D) humanista;
(E) cognitivista.

GABARITO.

QUESTÃO 55
FGV 2019: A escola refletiu sempre o seu tempo e não podia deixar de refleti-lo; sempre esteve a serviço das necessidades de um regime social determinado e, se não fosse capaz disso, teria sido eliminada como um corpo estranho inútil. (Pistrak)

Entre as definições da função social da escola apresentadas a seguir, a que mais se relaciona ao texto acima é:

(A) ser histórica e contextualmente definida;

(B) formar um cidadão que seja conhecedor da situação social na qual vive;

(C) ter como aspecto central democratizar o conhecimento;

(D) visar à apropriação do saber sistematizado;

(E) garantir a igualdade de oportunidades.

GABARITO.

QUESTÃO 56
FGV 2019: Observe a seguir a fala da diretora de uma escola pública.

“Na família que não tem uma estrutura, a criança não aprende, dá problema. Crianças de ‘famílias estruturadas’ não apresentam problemas na escola.”

Essa fala nos remete a um problema recorrente na relação entre escola e família, apontado por vários autores atualmente, qual seja:

(A) as famílias mudaram muito nos últimos anos;

(B) as famílias não se interessam pela escolarização de seus filhos;

(C) a falta de tempo dos pais para darem atenção aos filhos;

(D) a falta de comunicação entre as famílias;

(E) a escola tem uma visão estereotipada das famílias.

GABARITO.

QUESTÃO 57
FGV 2019: De acordo com nossa legislação educacional atual, uma criança com deficiência auditiva deve ser matriculada:

(A) preferencialmente em escolas especializadas;

(B) preferencialmente em classes comuns de escolas regulares, sendo atendida em suas necessidades;

(C) preferencialmente em classes comuns de escolas regulares;

(D) preferencialmente em classes especiais de escolas regulares, sendo atendida em suas necessidades;

(E) em classes comuns de escolas regulares, mas terá nível de aprendizagem inferior.

GABARITO.

QUESTÃO 58
“O Sr. Tadeu, que tem 86 anos, está encontrando um pouco de dificuldade para entender qual etapa do sistema educacional seu neto está cursando. Ele achava que o neto, de 13 anos, estava no Ginasial, nomenclatura utilizada em sua época... Mas seu neto lhe explicou os atuais nomes das etapas da Educação Básica no Brasil”.

FGV 2019: A explicação correta para a dúvida do Sr. Tadeu é:

(A) Ensino Fundamental e Ensino Médio;

(B) Pré-escola e Ensino Fundamental;

(C) Pré-escola, Ensino Fundamental e Ensino Médio;

(D) Pré-escola, Ensino Médio e Ensino Secundário;

(E) Ensino de 1º grau e Ensino de 2º grau.

GABARITO.

QUESTÃO 59
FGV 2019: Uma das características do novo federalismo brasileiro, no contexto da Constituição Federal de 1988, apresenta-se pela descentralização, que, não só repassa recursos e poder aos governos subnacionais, mas, principalmente, tem, como palavra de ordem, a municipalização.

A Municipalização, nesse contexto, pode ser entendida como:

(A) concentração das matrículas do ensino médio na rede municipal de ensino;

(B) concentração das matrículas do ensino fundamental na rede federal de ensino;

(C) distribuição das matrículas do ensino fundamental entre os sistemas federal, estadual e municipal de ensino;

(D) concentração das matrículas do ensino fundamental no sistema municipal de ensino;

(E) transferência das matrículas do ensino fundamental dos sistemas municipais de ensino para os sistemas federais de ensino.

GABARITO.

QUESTÃO 60
Brasil investe porcentagem alta do PIB em educação, mas pouco por aluno, diz OCDE
(Fonte: www.estadão.com.br, 11/09/2018)

FGV 2019: Sobre os investimentos em educação no nosso país, é correto afirmar que:

(A) já atingimos a meta estabelecida no PNE de investimento previsto em educação para 2019;

(B) o Brasil se destaca na América do Sul com os resultados de seus investimentos em educação;

(C) apesar da porcentagem alta do PIB, o número de alunos no Brasil é maior e o PIB total é menor em comparação aos países da OCDE;

(D) o investimento por aluno no Brasil traduz a disposição do país em expandir o acesso e fornecer educação de qualidade;

(E) o valor investido hoje por aluno na educação pública é suficiente para a oferta de uma educação de qualidade.

GABARITO.

Comentários