PUC-RJ: Com o pós-fordismo, a ‘desmetropolização’ gerou um esvaziamento de investimentos produtivos

PUC-RJ: Com o pós-fordismo, a ‘desmetropolização’ gerou um esvaziamento de investimentos produtivos nas tradicionais metrópoles mundiais e afetou, inclusive, as áreas emergentes da América Latina e Ásia do Sul.

Em algumas grandes metrópoles, buscam-se ações que reduzam os impactos do desmonte dos setores geradores de emprego que afeta milhões de pessoas em megarregiões densamente povoadas.

Nesse contexto, leia os trechos selecionados a seguir:

(...) O Rio de Janeiro, ao longo de sua história, exerceu papel de protagonista na produção cultural e intelectual (...) do Brasil. Não podemos compreender o país sem a bossa nova, o samba e o funk; sem as novelas e os filmes produzidos e ambientados na cidade; sem a moda da praia e do subúrbio carioca; sem os projetos de arquitetos, designers e publicitários que se alimentaram da cultura carioca, única, em seus processos de criação. (...) É justamente este histórico que nos faz defender (...) tais ações (...) como um eixo central do desenvolvimento do Rio de Janeiro e, consequentemente, como preocupação primordial no planejamento e gestão das políticas públicas municipais. (...)
(Adaptado de trechos da entrevista do geógrafo João Luiz de
Figueiredo ao jornal o Globo On Line, Opinião, de 14/06/2017.
Endereço eletrônico: https://oglobo.globo.com/opiniao/cultura-criatividade-contra-crise-21333327#ixzz5Nv3c6brD. Acesso: 21 de julho de 2018)

No trecho citado, o geógrafo se refere a um modelo de políticas públicas municipais para a cidade do Rio de Janeiro que priorize a

(A) economia criativa
(B) flexibilização da indústria
(C) globalização da cultura
(D) modernização portuária
(E) valorização da construção civil

QUESTÃO ANTERIOR:
PUC-RJ: A qual tipo de atividade rural, o autor se refere no trecho acima?

RESOLUÇÃO:
Economia criativa é o conjunto de negócios baseados no capital intelectual e cultural e na criatividade que gera valor econômico, investimentos diversos e valorização das características intrínsecas dos lugares. A indústria criativa estimula a geração de renda, cria empregos, produz receitas de exportação, enquanto promove a diversidade cultural e o desenvolvimento humano, e abrange os ciclos de criação, produção e distribuição de bens e serviços que usam criatividade, cultura e capital intelectual como insumos primários. (Adaptado de
https://m.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/segmentos/economia_criativa/como-o-sebrae-atua-no-segmentode-economia-criativa,47e0523726a3c510VgnVCM1000004c00210aRCRD. Acesso em 21 de julho de 2018)

GABARITO:
(A) economia criativa

PRÓXIMA QUESTÃO:
- PUC-RJ: As taxas de natalidade apresentadas no cartograma a seguir mostram que os países da América do Sul que estão mais distantes do terceiro estágio da transição demográfica são, exclusivamente, os seguintes

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:
Prova PUC-RJ 2019.1 com Gabarito

PESQUISAR OUTRA QUESTÃO

Comentários