Quem corre mais risco ao ser infectado por Coronavírus (COVID-19)

Quem corre mais risco ao ser infectado por Coronavírus (COVID-19)?

Os idosos (por conta dos seus muitos problemas de saúde) estão morrendo mais por conta do COVID-19, entretanto, todos (jovens, adultos, crianças) estão sujeitos ao contagio e às consequências graves (talvez, óbito) em decorrência dos efeitos causados pelo coronavírus no organismo.

"Não é uma gripe. A maioria dos pacientes tem pneumonia. É uma pneumonia muito severa", alertou um médico da Itália, um dos países que mais sofre com o COVID-19.

Ainda em janeiro, quando os casos de transmissão se concentravam na China, onde havia 25 mortes, o Comitê Nacional de Saúde chinês divulgou que homens com mais de 50 anos e com algum problema de saúde eram mais da metade das vítimas de coronavírus. O levantamento apontava que a idade média das vítimas é de 75 anos.

A Organização Mundial de Saúde não divulgou balanço com a idade dos infectados e mortos.

Segundo o médico infectologista Caio Rosenthal, uma série de fatores colabora para que idosos sejam mais afetados que a população em geral. Veja, abaixo, alguns deles:

- O sistema imunológico dos idosos costuma ser deficiente por causa da idade

- Mesmo as vacinas tomadas na juventude já não são tão eficazes, portanto há menos anticorpos no organismo

- Os pulmões e mucosas tornam-se mais frágeis e vulneráveis a doenças virais

- O idoso costuma engasgar e aspirar mais, inclusive levando mais a mão à boca, aumentando o risco de contágio

- Ele também vai a hospitais com mais frequência, ficando mais exposto a micro-organismos

Em 16 de março de 2020, o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, informou que há registro de morte de crianças por causa do COVID-19. Até então, a entidade não havia informado sobre vítimas nesta faixa etária. Não foram dados detalhes sobre crianças afetadas.

Em 20 de março de 2020, Tedros Ghebreyesus, declarou em entrevista coletiva virtual, em Genebra, que os jovens não são invencíveis e que o vírus pode levá-los a internação por semanas ou até matá-los.

 Ghebreyesus enfatizou que mesmo estando assintomáticos, as escolhas dos jovens podem fazer a diferença entre a vida e a morte.

QUESTÃO ANTERIOR:
Hidroxicloroquina e cloroquina combatem o Coronavírus (COVID-19)?

PRÓXIMA QUESTÃO:
- aguarde...

PÁGINA COMPLETA:
Coronavírus (COVID-19)

PESQUISAR OUTRA QUESTÃO

Comentários