(UEL 2020) Com base na charge (figura 4), no texto I e na teoria de Pierre Bourdieu, é correto afirmar que museus expressam, também

Leia a charge (figura 4) e o texto I a seguir e responda às questões 34 e 35.

vetaram uma exposição num museu o que se passa com essa gente

Texto I

Assim como [...] [Mário de Andrade] reconhece e afirma que há uma gota de sangue em cada poema, assim também, parafraseando o poeta, queremos reconhecer e sustentar que há uma gota de sangue em cada museu. [...] Admitir a presença de sangue no museu significa também aceitá-lo como arena, como espaço de conflito, como campo de tradição e contradição. Toda a instituição museal apresenta um determinado discurso sobre a realidade. Este discurso, como é natural, não é natural e compõe-se de som e de silêncio, de cheio e de vazio, de presença e de ausência, de lembrança e de esquecimento.
CHAGAS, Mario Souza. Há uma gota de sangue em cada museu:
a ótica museológica de Mario de Andrade. 2. ed.
Chapecó: Argos, 2015. v. 1. p.19.

QUESTÃO 35
(UEL 2020) Com base na charge (figura 4), no texto I e na teoria de Pierre Bourdieu, é correto afirmar que museus expressam, também,

a) o poder da ideologia dos que se impõem economicamente pela posse dos meios de produção.

b) a consciência coletiva do conjunto da sociedade e suas formas de solidariedade.

c) o arbitrário cultural ou leitura de mundo proposta pelos dominantes em uma estrutura específica.

d) a ação racional com relação a valores visando combater a anomia social e preservar as instituições.

e) o esforço da burguesia em demonstrar a existência de vencidos e, sobretudo, vencedores na história.

QUESTÃO ANTERIOR:
(UEL 2020) Com base na charge (figura 4), no texto I e nos conhecimentos sobre história e memória, considere as afirmativas a seguir.

Conteúdo programático:
O conhecimento em Ciências Sociais: introdução ao estudo da sociedade - Teoria e método.

RESOLUÇÃO:
a) Incorreta. Bourdieu não centra sua discussão na questão da ideologia nem especificamente do poder da ideologia, uma vez que, para ele, os referenciais para se entender as relações dominante e dominado passam pela utilização de conceitos como "violência simbólica", "arbitrário cultural", "racismo da inteligência", entre outros.

b) Incorreta. O conceito de consciência coletiva foi elaborado por E. Durkheim e não encontra espaço no interior do pensamento de Bourdieu, sobretudo porque o conceito de consciência coletiva serve para pensar, em Durkheim, a unidade dos indivíduos em torno das instituições.

c) Correta. Para Bourdieu, nos museus é possível observar a consolidação de leituras sobre o que seria a "cultura legítima", ou seja, aquela interiorizada por mecanismos de "violência simbólica", e que são tão somente uma forma de cultura possível, entre outras possíveis, isto é, arbitrários culturais.

d) Incorreta. Essa é uma problemática weberiana estranha ao pensamento de Bourdieu, autor que opera não com a ideia de ação racional com relação a valores, e sim com a de construção de habitus.

e) Incorreta. Embora fale de dominação, para Bourdieu esta não se exercita apenas entre as classes nem é exercida somente por uma classe. Ocorre dentro dos microespaços, entre indivíduos e grupos de indivíduos, estruturando relações dominantes e dominados, em estruturas específicas.

GABARITO:
c) o arbitrário cultural ou leitura de mundo proposta pelos dominantes em uma estrutura específica.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- (UEL 2020) Como parte do acervo do Museu do Louvre, as obras Estátua Equestre e Espada Joiosa expressam o período de Carlos Magno, na alta Idade Média europeia (séculos VIII-IX).

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:
Prova UEL 2020 (1ª e 2ª Fases) com Gabarito e Resolução

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.