ENADE: Mulher de 48 anos de idade, moradora de uma capital brasileira, diarista

ENADE: Mulher de 48 anos de idade, moradora de uma capital brasileira, diarista, é encaminhada ao ambulatório de clínica médica a fim de que se investigue quadro de ganho de peso. Relata que nos últimos 6 meses ganhou aproximadamente 8 kg.

Conta também que vem apresentando outros sintomas neste período, como preocupação excessiva com os filhos e marido, desânimo, angústia, perda de prazer em suas atividades, e despertar mais cedo que o habitual (4h da manhã), o que a está prejudicando.

Nega qualquer outro problema prévio. Faz acompanhamento ginecológico de rotina, sem anormalidades. Os dados de saúde da família são insignificantes. Ao exame clínico observa-se paciente tensa, pouco à vontade, em vias de chorar.

Pressão arterial medida no braço esquerdo na posição deitada = 120X84 mmHg; pulso = freqüência cardíaca = 68 batimentos/min; ausculta cardíaca = bulhas rítmicas, sem outras alterações. Não há outros dados de interesse no exame clínico.

Diante das possibilidades clínicas, para o estabelecimento do diagnóstico e alívio dos sintomas, a conduta a ser adotada é solicitar

(A) atendimento nos serviços de saúde mental, pois os dados são suficientes para estabelecimento de diagnóstico.

(B) medida de FSH e LH, Papanicolau e mamografia.

(C) medida de FSH e LH no sangue e iniciar reposição de estrógenos conjugados.

(D) medida de TSH no sangue e prescrever antidepressivos tricíclicos até o retorno.

(E) medida de TSH e T4 livre no sangue e encaminhar para psicoterapia.

QUESTÃO ANTERIOR:

RESOLUÇÃO:
Não temos resolução para essa questão! Você sabe explicar? Copie o link dessa página e envie sua resolução clicando AQUI!

GABARITO:
(D) medida de TSH no sangue e prescrever antidepressivos tricíclicos até o retorno.

PRÓXIMA QUESTÃO:

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.