Prova Psicologia ENADE 2022 com Gabarito

ENADE - Indagação

Prova Psicologia ENADE 2022 com Gabarito

OBS: as questões de 01 a 08 são de Formação Geral, portanto, cobradas em todas as provas. Para conferir elas, basta acessar essa página.

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

QUESTÃO 09
ENADE 2022: O trabalho em uma instituição de saúde, seja ela um hospital, ambulatório ou posto de saúde, necessita ser realizado a partir de uma perspectiva interdisciplinar, de modo que o atendimento oferecido busque a integralidade do sujeito atendido.

Trabalhar a interdisciplinaridade não significa negar as especialidades e a objetividade de cada ciência, mas, sim, desvelar a necessidade de romper com a tendência fragmentadora e desarticulada do processo de conhecimento, além de ressaltar a importância da interação e transformação recíprocas entre as diferentes áreas do saber. Em síntese, o trabalho em equipe é hoje uma prática crescente no atendimento à saúde.
XAVIER, L. P.; REIS, P. P. F.; FRASSÃO, M. C. G.
O trabalho do psicólogo junto à equipe de saúde.
Revista Ciências em Saúde. v. 6, n. 1, 2016 (adaptado).

Acerca do tema abordado no texto, avalie as afirmações a seguir.

I. A atuação das(os) psicólogas(os) junto a outros profissionais da saúde deve contribuir para a articulação da equipe e, ao mesmo tempo, proporcionar-lhes o suporte necessário para o bom desenvolvimento das relações interpessoais.

II. As(Os) psicólogas(os), ao atuarem em uma instituição de saúde, devem colocar em prática um modelo de saúde-doença em que a história individual dos usuários seja levada em consideração tanto no processo diagnóstico quanto no tratamento e prognóstico.

III. As(Os) psicólogas(os) devem atuar ativamente com os demais profissionais da saúde, incluindo médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem.

É correto o que se afirma em

(A) II, apenas.
(B) III, apenas.
(C) I e II, apenas.
(D) I e III, apenas.
(E) I, II e III.


QUESTÃO 10
ENADE 2022: A violência doméstica contra as mulheres configura-se como um problema social de alta incidência no Brasil. Trata-se, portanto, de um tema complexo e sensível tanto para o campo de pesquisa quanto para o da intervenção. A violência configura-se como uma vivência de negação do humano, evocando sentimentos de vergonha, humilhação, medos, que caracterizam a tensão e as dificuldades de falar sobre a situação vivida.

Trata-se de uma experiência de violação de direitos e de conflitos interpessoais que envolve rompimentos nas relações de intimidade e confiança, permeados de julgamentos morais e modelos de masculinidade e feminilidade que desqualificam as mulheres e incidem nas suas subjetividades. A complexidade do problema tem relação com suas múltiplas dimensões, caracterizando-se como objeto transdisciplinar.
HANADA, H.; D’OLIVEIRA, A. F. P. L.; SCHRAIBER, L. B.
Os psicólogos na rede de assistência a mulheres em situação de violência.
Estudos Feministas. Florianópolis, v. 18, n. 1,
janeiro-abril/2010, p. 33-59 (adaptado).

Considerando a atuação dos diferentes profissionais nos casos de violência contra a mulher, avalie as afirmações a seguir.

I. As ações de saúde devem estar voltadas para o tratamento e a prevenção dos agravos físicos, emocionais e de saúde sexual e reprodutiva.

II. A orientação e a assistência jurídica devem ser fornecidas nas situações que implicam separação, disputa de guarda dos filhos, direitos sobre bens e configuração de crime.

III. A assistência social é o serviço responsável por fornecer orientações sobre benefícios que auxiliem no enfrentamento à vulnerabilidade e na ruptura do ciclo de violência.

IV. A orientação psicossocial é importante para a elaboração da situação familiar violenta e para a construção de novos projetos de vida e novas perspectivas de relação afetiva.

É correto o que se afirma em

(A) IV, apenas.
(B) I e II, apenas.
(C) II e III, apenas.
(D) I, III e IV, apenas.
(E) I, II, III e IV.


QUESTÃO 11
ENADE 2022: As ações sociais voltadas para a promoção de saúde são sintetizadas na Carta de Ottawa, de 1986, que define quatro diretrizes para atuação: integração da saúde como práticas de políticas públicas saudáveis, atuação da população na gestão do sistema de saúde, reorientação dos sistemas de saúde e ênfase na mudança dos estilos de vida. É nesse último eixo que a Psicologia estará situada, como campo de saber que propõe quais poderiam ser esses estilos para uma vida saudável.
MEDEIROS, P.; BERNARDES, A.; GUARESCHI, N.
O conceito de saúde e suas implicações nas práticas psicológicas.
Psicologia: Teoria e Pesquisa. Brasília, v. 21, n. 3, p. 263-69, set-dez. 2005 (adaptado).

Considerando a importância de uma perspectiva crítica da Psicologia nas políticas de promoção da saúde, avalie as afirmações a seguir.

I. A Psicologia oferece subsídios para o entendimento e nivelamento dos sujeitos em relação a critérios de normalidade e anormalidade, o que fundamenta o conceito de saúde como ausência de doença.

II. A Psicologia contribui com a promoção da saúde ao atuar de forma crítica em oposição às práticas individualizantes, privatistas e assistencialistas.

III. A implantação do Sistema Único de Saúde no Brasil foi um marco nas discussões epistemológicas sobre a saúde e acarretou uma série de consequências metodológicas voltadas para as políticas públicas de saúde que têm como foco a população.

IV. As diretrizes de integralidade e interdisciplinaridade propostas pelo SUS criam a necessidade de articulação entre campos de saber distintos na saúde pública, que incluem a Psicologia, para o entendimento de fatores relacionados ao indivíduo, em detrimento do coletivo.

É correto apenas o que se afirma em

(A) I.
(B) II.
(C) I e IV.
(D) II e III.
(E) III e IV.


QUESTÃO 12
ENADE 2022: Um estudo do qual participaram homens e mulheres com sintomas de ansiedade social, incluindo voluntários de um grupo controle, teve o objetivo de analisar respostas para a atribuição de emoções. Para a realização do estudo foram apresentadas imagens de faces neutras, diante das quais os participantes atribuíam emoções de alegria, medo, raiva e tristeza. Os resultados parciais obtidos estão apresentados nos gráficos a seguir.

Percentuais de atribuição das emoções de alegria, medo, raiva e tristeza às faces neutras 
por homens (A) e mulheres (B) com ansiedade social e voluntários do grupo controle.

Percentuais de atribuição das emoções de alegria, medo, raiva e tristeza às faces neutras  por homens (A) e mulheres (B) com ansiedade social e voluntários do grupo controle.

Com base nas informações do texto e dos gráficos apresentados, avalie as afirmações a seguir.

I. O grupo dos homens com ansiedade social apresenta maior atenção para detectar sinais de raiva frente às faces neutras, em comparação com o grupo controle.

II. O grupo de mulheres com ansiedade social considera as faces neutras com expressão de tristeza e medo com maior frequência que os homens com ansiedade social.

III. O conjunto dos dados permite inferir que os padrões são similares na atribuição das emoções pelos grupos com ansiedade social, o que indica que o sexo biológico do participante não é uma variável determinante.

IV. Os grupos de homens e mulheres com ansiedade social tendem a interpretar faces neutras com expressão de raiva com maior frequência, ao passo que, nos grupos controle, a atribuição da emoção de tristeza é a mais expressiva.

É correto apenas o que se afirma em

(A) I e II.
(B) I e III.
(C) III e IV.
(D) I, II e IV.
(E) II, III e IV.


QUESTÃO 13
ENADE 2022: Considere que um paciente de 45 anos com sequelas neurológicas decorrentes de Covid-19, incluindo perda de memória recente e comprometimento do quadro de atenção, procurou uma clínica de Psicologia por encaminhamento de seu neurologista.

Com a descrição do pedido de avaliação psicológica, foi atendido por uma psicóloga. No processo dessa avaliação, o uso dos instrumentos psicológicos foi decidido de acordo com orientações dos respectivos manuais de testes e da legislação vigente.

Considerando as orientações do Conselho Federal de Psicologia (CFP) referentes à elaboração de documentos psicológicos (Resolução n. 006/2019) e à condução de procedimentos de avaliação psicológica (Resolução n. 009/2018), avalie as afirmações a seguir.

I. A psicóloga deve elaborar um atestado psicológico, na conclusão do processo, contendo detalhes sobre os testes utilizados, resultados obtidos e diretrizes para a intervenção integrada com o serviço de neurologia.

II. O laudo psicológico e os protocolos de resposta e correção dos testes devem ser cuidadosamente guardados por, no mínimo, cinco anos.

III. A psicóloga pode emitir uma declaração de comparecimento do cliente aos encontros de avaliação, para fins de justificativa de ausência ao trabalho nos dias de realização da avaliação psicológica.

IV. A psicóloga, na escolha dos instrumentos psicológicos para a investigação das demandas apresentadas, deve optar por aqueles que avaliam aspectos relacionados à personalidade, inteligência e atenção.

É correto apenas o que se afirma em

(A) I e IV.
(B) II e III.
(C) II e IV.
(D) I, II e III.
(E) I, III e IV.


QUESTÃO 14
ENADE 2022: A causa dos transtornos de ansiedade infantojuvenil é, muitas vezes, desconhecida e inclui fatores diversos. Até a década de 1980, havia a crença de que os medos durante a infância eram passageiros e benignos.

Atualmente se reconhece que os medos podem constituir transtornos bastante frequentes, causando sofrimento e disfunção à criança ou ao adolescente.

A identificação precoce dos transtornos de ansiedade pode evitar repercussões negativas na vida da criança e dos adolescentes, tais como a evasão escolar, a utilização demasiada de serviços de saúde por queixas somáticas associadas à ansiedade e, possivelmente, a ocorrência de problemas psiquiátricos na vida adulta.
CASTILLO, A. R. G. L. et al. Transtornos de ansiedade. Revista Brasileira
de Psiquiatria. n. 22, p. 20-23, 2000 (adaptado).

Considerando as informações apresentadas no texto e o contexto dos transtornos de ansiedade em crianças e adolescentes, avalie as afirmações a seguir.

I. Os sintomas de ansiedade na adolescência são difíceis de se identificar, uma vez que podem ser confundidos com comportamentos comumente reconhecidos como típicos dessa fase da vida.

II. O desenvolvimento emocional, as relações familiares e o ambiente incidem sobre as causas e a maneira como se manifestam os medos considerados patológicos, em crianças e adolescentes.

III. O transtorno de ansiedade em crianças e adolescentes tende a ser transitório, sendo superado no curso do desenvolvimento, uma vez que medos e preocupações são comuns nessa etapa da vida.

IV. A avaliação e o planejamento da intervenção psicológica são fundamentais para obter uma história detalhada sobre início dos sintomas, possíveis fatores desencadeantes, tipo de apego, estilo parental e significado da experiência para a criança ou o adolescente.

É correto apenas o que se afirma em

(A) I.
(B) II e III.
(C) III e IV.
(D) I, II e III.
(E) I, II e IV.


QUESTÃO 15
ENADE 2022: As concepções socialmente construídas de que mulheres são inferiores a homens e a de que indivíduos não heterossexuais são inferiores aos heterossexuais frequentemente estão associadas à violação dos direitos humanos. A violência contra a mulher e a homofobia estão entre as consequências mais diretas dessas violações. A discriminação não se limita às questões de gênero, mas também a outros marcadores sociais, como classe e raça.
MURTA, S. G. et al. Sexismo e heterossexismo: do impacto
sobre a saúde às possibilidades de prevenção.
In: VIANA, T. C. et al. (org.). Psicologia
clínica e cultura contemporânea. Brasília:
Liber Livros, 2012, p. 448-469 (adaptado).

Considerando o texto apresentado e o fortalecimento de uma cultura inclusiva de diversidade de gênero e sexual, avalie as afirmações a seguir.

I. Os livros didáticos e os projetos desenvolvidos nas escolas, em que o tema da sexualidade é considerado ação preventiva, garantem, ao tratarem da perspectiva biológica, a abordagem dos direitos sexuais e reprodutivos, dispensando a exploração de outros contextos.

II. Os programas relacionados à equidade de gênero e diversidade sexual objetivam transformar, por meio de intervenção educativa, o sistema de crenças e de comportamentos dos seus participantes, que podem tornar-se multiplicadores e influenciar mudanças culturais.

III. A discussão sobre a diversidade sexual na escola, embora seja importante, pode impactar o desenvolvimento de um curso natural da sexualidade.

IV. Os programas educacionais e as estratégias de desenvolvimento pessoal com estudantes são essenciais para promover a equidade de gênero e o respeito à diversidade sexual.

É correto apenas o que se afirma em

(A) II.
(B) III.
(C) I e III.
(D) II e IV.
(E) I, II e IV.


QUESTÃO 16
ENADE 2022: A rede de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) constitui-se em um espaço privilegiado para identificação, acolhimento, atendimento, notificação, cuidados e proteção de crianças e adolescentes em situação de violência, bem como para a orientação às famílias. É importante compreender as especificidades dos grupos mais vulneráveis, buscando-se alertar os profissionais para riscos e possibilidades de prevenção, cuidados e proteção.
BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Departamento de Ações
Programáticas e Estratégicas. Linha de cuidado para a atenção integral à 
saúde de crianças, adolescentes e suas famílias em situação de violências.
Brasília: Ministério da Saúde, 2010 (adaptado).

Considerando a linha de cuidado das ações de proteção frente a situações de violência propostas pelo Ministério da Saúde, avalie as afirmações a seguir.

I. A capacitação dos profissionais de saúde é fundamental para que se consiga identificar as diferentes formas de expressão da violência, segundo a faixa etária e o sexo da criança e do adolescente.

II. A multideterminação do fenômeno da violência requer a conscientização dos profissionais de saúde sobre a importância da integralidade do cuidado.

III. O atendimento inicial de crianças e adolescentes deve ser realizado por profissional especializadoe, se constatada situação de violência, devem ser formadas equipes multiprofissionais no próprio serviço ou articuladas com a rede de cuidado e de proteção social.

IV. A promoção de ações educativas junto às escolas e aos espaços comunitários para identificação, reconhecimento e busca de atendimento nas redes de proteção pode auxiliar a interrupção do ciclo de violência vivenciado por crianças e adolescentes.

É correto apenas o que se afirma em

(A) I e II.
(B) I e III.
(C) III e IV.
(D) I, II e IV.
(E) II, III e IV.


QUESTÃO 17
ENADE 2022: O aumento da população e sua concentração em áreas urbanas, a expansão dos mercados internacionais e as mudanças culturais colocam novos desafios aos profissionais das organizações e do trabalho e aos trabalhadores que precisam lutar constantemente em defesa de seus direitos.

Nesse contexto, as pessoas trazem para o ambiente de trabalho uma pluralidade de características que desafia normas, estilos, padronizações, processos e políticas que antes eram impostos e obedecidos sem tantos questionamentos.
ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO. PNUD. Promoção dos Direitos Humanos 
de Pessoas LGBT no Mundo do Trabalho. 2. ed. Brasília, 2015 (adaptado).

Tendo em vista o tema da diversidade de gênero e as intervenções propostas no âmbito da gestão de pessoas nas organizações, que auxiliam na promoção da igualdade e não discriminação de colaboradores LGBTQIAPN+, avalie as afirmações a seguir.

I. A implementação de um programa de escuta e orientação dos colaboradores LGBTQIAPN+ é essencial para sua adequação ao ambiente de trabalho.

II. A identificação dos colaboradores LGBTQIAPN+ e a criação de canais de reclamação institucional específicos são práticas capazes de evitar os problemas com esse público.

III. As empresas devem contribuir para o desenvolvimento de ações afirmativas na seleção, contratação e permanência de colaboradores, considerando a diversidade sexual e a igualdade de gênero.

IV. O desenvolvimento de ações que reforcem o compromisso da organização com a erradicação de práticas de discriminação em relação à diversidade sexual é uma medida que pode ser tomada pela organização a fim de evitar casos de discriminação.

V. O tema da diversidade sexual deve ser evitado no âmbito do trabalho, dadas as implicações não controláveis na produção e na qualidade das relações no ambiente interno da empresa, que podem acarretar perda de recursos e de resultados.

É correto apenas o que se afirma em

(A) III e IV.
(B) I, II e V.
(C) I, III e V.
(D) II, III e IV.
(E) I, II, IV e V.


QUESTÃO 18
ENADE 2022: Nos últimos tempos, diversos segmentos da sociedade têm protagonizado debates acerca da redução da idade penal. Além disso, uma série de situações revela a ausência de garantia de direitos humanos em diversas instituições ou entidades em que o profissional da Psicologia atua, principalmente aquelas em que há privação de liberdade, como nas unidades de internação de jovens em conflito com a lei. É prática comum nesse tipo de instituição os psicólogos receberem solicitações para diagnosticar, prognosticar, emitir pareceres, entre outras atribuições.
DOTTO, K. M.; ENDO, P. C.; SPOSITO, S. E.; ENDO, T. C. (org.)
Psicologia, violência e direitos humanos. Conselho Regional de
Psicologia da 6ª Região. São Paulo: CRP SP, 2011 (adaptado).

Com relação às informações do texto, assinale a opção correta acerca de atribuições da prática dos psicólogos que atuam no contexto das medidas socioeducativas com privação de liberdade.

(A) Elaborar relatórios e pareceres com a finalidade de subsidiar decisões judiciais e orientar as práticas disciplinares adotadas pelos dirigentes da instituição diante de problemas de comportamento de adolescentes no cumprimento de medida socioeducativa.

(B) Projetar programas num contexto interdisciplinarem conjunto com a equipe técnica com ações direcionadas à superação das dificuldades de ajustamento ao meio social e à aceitação de regras e limites pelos adolescentes.

(C) Considerar a subjetividade do jovem e o contexto social, com intervenções que contribuam para a garantia de direitos do adolescente e para o caráter socioeducativo das medidas adotadas.

(D) Realizar diagnóstico e prognóstico da conduta do jovem, centrados na identificação das patologias sociais ou pessoais, como forma de compreender os atos infracionais e elaborar medidas de tratamento apropriadas.

(E) Promover ações de intervenção após a realização e o conhecimento do resultado de perícia psiquiátrica que tenha aferido a periculosidade de adolescente com inúmeras passagens pela instituição e crescente agravamento das infrações.


QUESTÃO 19
ENADE 2022: Recentemente, foi inaugurado, numa comunidade, um Centro Especializado de Referência de Assistência Social (CREAS) vinculado à Coordenadoria da Mulher e ao Conselho Municipal dos Direitos da Mulher. Os profissionais do serviço estão preocupados com a promoção desses direitos e com a garantia da equidade de gênero. Desse modo, procura-se desenvolver uma série de ações de caráter preventivo e educativo com as mulheres que pertencem à comunidade, com o objetivo de diminuir a vulnerabilidade da população feminina.
CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Prêmio Profissional:
Democracia e Cidadania Plena das Mulheres.
Brasília: CFP, 2012 (adaptado).

Considerando o texto apresentado e as ações pertinentes às (aos) psicólogas(os) nos CREAS, com vistas a atingir os objetivos mencionados no texto, avalie as afirmações a seguir.

I. A realização de ações focadas no diagnóstico psicológico de mulheres em situação de vulnerabilidade deve ser prioridade para a(o) psicóloga(o) que atua no CREAS.

II. A(O) psicóloga(o) deve propor ações direcionadas à promoção de autonomia, visando-se ao bem-estar de toda a família envolvida em processo psicoterapêutico.

III. A criação de espaços de reflexão para valorização, autonomia, fortalecimento e instrumentalização das mulheres deve ser incentivada, com vistas a ajudá-las a se reconhecerem como sujeitos de direitos.

IV. A promoção de ações na modalidade de grupo deve ser direcionada a todas as mulheres da comunidade, enquanto a psicoterapia individual deve ser restrita a mulheres em situação de violência de gênero.

É correto o que se afirma em

(A) III, apenas.
(B) I e II, apenas.
(C) III e IV, apenas.
(D) I, II e IV, apenas.
(E) I, II, III e IV.


QUESTÃO 20
ENADE 2022: A população em situação de rua configura-se como uma grave expressão da desigualdade social, pois são indivíduos que, sem trabalho e moradia, seguem à margem do processo produtivo, excluídos das condições de suprir a própria sobrevivência, fazendo da rua o meio para tal.

É conhecida a fragilidade das políticas públicas, espaço muitas vezes ocupado por instituições não governamentais e/ou religiosas. De acordo com as orientações sobre o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (CENTRO POP) e Serviços Especializados, entre as principais ações voltadas ao atendimento à população em situação de rua está o serviço de acolhimento institucional, cuja especificidade encontra-se na oferta de proteção integral que garanta condições de estadia, convívio e endereço de referência, para acolher com privacidade pessoas em situação de rua, assim como famílias e indivíduos que se encontram sem referência e/ou em situação de ameaça.
BRASIL. Secretaria Nacional de Renda e Cidadania e Secretaria
Nacional de Assistência Social. Ministério do Desenvolvimento Social
e Combate à Fome – MDS. Orientações Técnicas: 
Centro de Referência Especializado para População em
Situação de Rua – Centro Pop. SUAS e População em Situação de Rua, v.
3. Gráfica e Editora Brasil LTDA, Brasília, 2011 (adaptado).

Considerando a atuação das(os) psicólogas(os) no contexto de acolhimento institucional de população em situação de rua, mencionado no texto, avalie as afirmações a seguir.

I. A promoção do fortalecimento dos vínculos interpessoais e/ou familiares dessa população é papel das(os) psicólogas(os).

II. As(Os) psicólogas(os) podem contribuir para a construção de projetos de geração de renda que favoreçam o desenvolvimento da autonomia dessa população.

III. A realização de ações psicoeducativas que problematizem a realidade da população de rua, buscando empoderar os sujeitos atendidos, é um dos trabalhos que deve ser desenvolvido.

IV. As(Os) psicólogas(os) devem atuar para promover a adequação do comportamento dessa população ao padrão social, de modo a tornar os indivíduos aptos para o mercado de trabalho.

É correto apenas o que se afirma em

(A) I e III.
(B) I e IV.
(C) II e IV.
(D) I, II e III.
(E) II, III e IV.


QUESTÃO 21
ENADE 2022: Uma psicóloga trabalha em um hospital-escola atendendo crianças e seus familiares. Nesse serviço de saúde, existe uma equipe multiprofissional formada por assistentes sociais, enfermeiros, médicos, nutricionistas e psicólogos, os quais atuam de modo integrado com vistas a atender as necessidades das crianças em tratamento e apoiar seus familiares.

A equipe multiprofissional se reúne periodicamente e todos têm participação efetiva nas discussões e nas decisões, de modo que a equipe tem sido considerada referência em sua área de atuação.

Considerando o caso apresentado, avalie as afirmações a seguir.

I. A psicóloga, ao ter acesso a informações pessoais da mãe da criança que não são relevantes para a condução do tratamento, poderá repassá-las para a equipe multiprofissional.

II. Ao realizar uma entrevista psicológica, a psicóloga deverá informar os resultados das investigações aos familiares ou responsáveis legais, pois esse é um direito assegurado às pessoas submetidas a esse tipo de procedimento.

III. As pesquisas desenvolvidas no serviço de saúde pela psicóloga não precisam ser submetidas a um comitê de ética de pesquisa com seres humanos, pois se trata de um serviço ligado a uma universidade.

IV. Ao atuar em um hospital-escola, a psicóloga não deverá transpor o modelo da clínica individual; ao contrário, deverá considerar não somente os aspectos individuais, como também os grupais e institucionais em seu trabalho.

É correto apenas o que se afirma em

(A) I e III.
(B) II e IV.
(C) II e III.
(D) I, II e IV.
(E) I, III e IV.


QUESTÃO 22
ENADE 2022: Para aumentar a sua clientela, uma psicóloga que realiza atendimentos individuais de crianças com dificuldades de aprendizagem criou uma conta em uma rede social e passou a realizar postagens diárias. Os temas incluíam desenvolvimento infantil, sinais precoces de dificuldades de aprendizagem, indicações de leituras e filmes relacionados aos temas, além de outros materiais que pudessem interessar ao seu público em potencial. As postagens da psicóloga foram elaboradas a partir de aulas de Marketing digital que ela realizou.

Considerando o uso adequado da rede social pela profissional, assinale a opção que apresenta uma postagem que respeita os fundamentos teóricos e técnicos e o código de ética profissional.

(A) Participe de nossas lives nas terças-feiras às 19h30. No tema de amanhã, serão abordadas estratégias facilitadoras para o processo de aprendizagem na escola.

(B) Promoção do mês das crianças: realize a avaliação psicológica escolar do seu filho(a) em 3 sessões e receba um desconto no valor final da consulta! A promoção é válida para pacientes novos que se cadastrarem nos dias 10, 11 e 12 de outubro.

(C) Hoje, neste vídeo, vamos conversar com o Henrique. Ele está aqui com a mãe dele para dar um depoimento. Ele chegou aqui sem saber ler e agora já consegue ler pequenos textos. Eu vou compartilhar a avaliação dele para que vocês possam compreender melhor o caso.

(D) Hoje é o Dia da Família! Uma família desestruturada causa dificuldades de aprendizagem, autoestima precária, além de estar relacionada ao envolvimento com álcool e outras drogas no futuro.

(E) Você sabia??? O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é um problema de ordem psicossocial, que interfere na aprendizagem da criança. Mas as crianças com TDAH são mais criativas, inteligentes e podem chegar aonde quiserem! Venha saber mais no vídeo compartilhado no link da bio.


QUESTÃO 23
ENADE 2022: A automutilação refere-se a comportamentos cuja intenção é causar a si mesmo algum dano físico ou psicológico e que são praticados de forma intencional e consciente. O tema da automutilação ainda é considerado tabu em nossa sociedade, o que torna sua abordagem adequada uma importante estratégia de prevenção. Por concentrarem crianças, adolescentes e adultos jovens, os ambientes educacionais, como escolas e faculdades, devem ser alvos de esforços de prevenção à prática de automutilação.
Disponível em: http://biblioteca.cofen.gov.br/
wp-content/uploads/2021/09/prevencao-automutilacao-suicidio.pdf.
Acesso em: 03 jul. 2022 (adaptado).

A partir do texto e considerando as possibilidades de intervenções psicoeducativas com o propósito de prevenir a automutilação, avalie as afirmações a seguir.

I. A escola deve viabilizar programas de capacitação para a sua equipe com o propósito de desenvolver conhecimentos, atitudes e habilidades que propiciem a identificação dos alunos que exibem sinais e sintomas como depressão e ansiedade.

II. A equipe escolar deve ser orientada sobre a melhor maneira de abordar os alunos para discutir suas preocupações, motivando-os a procurar ajuda.

III. A prevenção a comportamentos de automutilação pode ser realizada por meio de programas multidisciplinares contínuos, que devem ser implementados como parte das estratégias preventivas a comportamentos de risco nas instituições escolares.

IV. A intervenção psicoterapêutica com grupos de adolescentes na escola deve ocorrer com enfoque nas mudanças comportamentais, emocionais e cognitivas relacionadas às características pessoais.

É correto apenas o que se afirma em

(A) I e III.
(B) II e IV.
(C) III e IV.
(D) I, II e III.
(E) I, II e IV.


QUESTÃO 24
ENADE 2022: Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), no primeiro ano da pandemia de Covid-19, a prevalência global de ansiedade e depressão aumentou em 25%. Solidão, medo de se infectar, sofrimento e morte de entes queridos, luto e preocupações financeiras foram citados como estressores que levam à ansiedade e à depressão. Esse agravamento do sofrimento psíquico exigiu a ampliação das intervenções psicológicas em modelo remoto.
Disponível em: https://www.paho.org/pt/noticias. Acesso em: 23 jun. 2022 (adaptado).

Considerando a temática abordada no texto, as intervenções psicológicas e processos clínicos em modelo remoto, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.

I. Durante a prestação de serviços psicológicos em modelo remoto, a(o) psicóloga(o) está obrigada(o) a especificar a pacientes quais recursos tecnológicos serão utilizados para garantir o sigilo das informações que lhe serão repassadas.

PORQUE

II. É de responsabilidade da(o) psicóloga(o) na prestação de serviços, por meio das tecnologias de informação, orientar pacientes sobre a importância de um ambiente com privacidade, seguro e livre de interrupções para a qualidade do atendimento.

A respeito dessas asserções, assinale a opção correta.

(A) As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I.
(B) As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa correta da I.
(C) A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
(D) A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.
(E) As asserções I e II são proposições falsas.


QUESTÃO 25
ENADE 2022: Quando Ametista levava situações de racismo sofrido por ela para a terapia, sua terapeuta branca tentava convencê-la de que “somos todos um, que somos todos iguais...". Ao ser entrevistada, Ametista verbalizou: “todas as experiências (com psicoterapeutas) que eu tive sempre confirmaram  as críticas de que a Psicologia não daria conta das especificidades das vivências raciais” e completou:  "Parece que as pessoas não ouviam o que eu estava falando e afirmavam uma universalidade  da experiência”.
DAMASCENO, M. G.; ZANELLO, V. Psicoterapia, raça e racismo no
contexto brasileiro: experiências e percepções de mulheres negras.
Psicologia em Estudo, v. 24, p. 1-15, 2019 (adaptado).

A partir do texto e considerando as vivências da população negra em razão do racismo, assinale a opção correta.

(A) As teorias psicológicas, em sua maioria, abordam as relações raciais como constituintes do sofrimento psíquico, não corroborando com o silenciamento de vítimas de racismo, como Ametista.

(B) O racismo estrutural observado nas relações sociais cotidianas não é facilmente observado no contexto terapêutico, uma vez que apenas uma pequena parcela de pacientes apresenta essa demanda na psicoterapia.

(C) As questões raciais devem ser abordadas pelo paciente durante a sessão, cabendo ao terapeuta conduzir o processo a partir do discurso que lhe foi trazido e, se avaliar que é clinicamente relevante, incluir a problemática no processo terapêutico.

(D) A percepção de Ametista sobre seu processo terapêutico está equivocada, pois não há necessidade de tratar a relação e a aliança terapêutica de modo específico, com foco nas relações raciais, uma vez que isso pode gerar um obstáculo ao processo terapêutico.

(E) A profissional que atendia Ametista deveria abordar o assunto das relações raciais durante o processo terapêutico de modo direto ou dando continuidade ao relato dela, podendo, assim, aumentar a chance de estabelecer um vínculo e proporcionar maior progresso da psicoterapia.


QUESTÃO 26
ENADE 2022: Em 2020, com a pandemia de Covid-19, o mundo entrou em contato com novas apresentações da morte, suscitando na sociedade reformulações em seus rituais mortuários, trazendo também o pesar do luto e o persistente temor da finitude.

Isso impactou também a forma como as crianças passaram a lidar com esse fenômeno, bem como a forma como os adultos passaram a abordar a temática com elas. A infância se caracteriza por ser um período em que a criança está em pleno desenvolvimento físico e cognitivo e uma perda faz com que seja necessário repensar esse fenômeno, bem como enfrentá-lo junto à criança.
NASCIMENTO, A. M. et al. Psicologia da morte e fenomenologia:
notas para a pesquisa empírica em tempos de COVID-19.
Revista AMAzônica, v. 14, n. 1, p. 168-204, 2022 (adaptado).

Considerando o texto e a relação estabelecida entre luto e processo de aprendizagem, avalie as afirmações a seguir.

I. Para Piaget, a aprendizagem ocorria por meio da consolidação das estruturas de pensamento, não sendo impactada pelos processos psicossociais do contexto em que a criança está inserida, tais como as experiências de luto vivenciadas durante seu desenvolvimento.

II. Para Bowlby, o luto é uma condição que interfere no funcionamento emocional de uma pessoa e, caso não seja elaborado, pode influenciar no processo de aprendizagem de crianças e adolescentes.

III. Para Wallon, a aprendizagem oscila entre o afeto e a inteligência, e as experiências relativas ao luto podem afetar diretamente o desenvolvimento do processo de aprendizagem.

IV. Para Vygotsky, os conceitos complexos que correspondem ao significado das palavras são desenvolvidos espontaneamente pela criança; portanto, a vivência do luto independe do contexto social e cultural e não afeta diretamente o processo de aprendizagem.

É correto apenas o que se afirma em

(A) II e III.
(B) III e IV.
(C) I, II e III.
(D) I, II e IV.
(E) I, III e IV.


QUESTÃO 27
ENADE 2022: É inegável o fato de a Internet ser uma invenção tecnológica que transformou os pensamentos e comportamentos humanos. Essa ferramenta tem criado um ambiente multifacetado, provendo para seus usuários as diversas possibilidades que oferece um sistema com características de alta velocidade e hiperconexão em uma rede de informação global.

Portanto, um processo de mudanças e adaptações a essa realidade na cognição humana vem delimitando a aprendizagem dos sujeitos. Estudos das diversas mudanças biológicas produzidas pelo uso comum dessas tecnologias têm sido crescentes, evidenciando impactos, tanto positivos como negativos, no nível das funções cognitivas.
PEREIRA, F. C. et al. Funções cognitivas e os impactos das
tecnologias digitais na memória. Temas em Saúde. 
v. 18, n. 4, p. 197-217, João Pessoa, 2018 (adaptado).

Considerando as informações apresentadas no texto, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.

I. Indivíduos da chamada “Geração Google”, ou seja, nascidos após 1993, estão apresentando uma memória de trabalho mais restrita e menos confiável que as gerações anteriores, ou seja, tendem a não se lembrar do conteúdo da informação.

PORQUE

II. A função cognitiva da memória vem sofrendo prejuízos, uma vez que se confia na tecnologia como uma fonte de memória externa que não requer esforços para apreender o conteúdo da informação, que pode ser facilmente recuperável a qualquer momento.

A respeito dessas asserções, assinale a opção correta.

(A) As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I.
(B) As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa correta da I.
(C) A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
(D) A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.
(E) As asserções I e II são proposições falsas.


QUESTÃO 28
ENADE 2022: De acordo com o relatório Suicídio no mundo em 2019, elaborado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o suicídio continua sendo uma das principais causas de morte em todo o mundo. Todos os anos, mais pessoas morrem como resultado de suicídio do que em decorrência de guerras ou homicídios. Em 2019, mais de 700 mil pessoas morreram por suicídio: uma em cada 100 mortes. O suicídio é um fenômeno complexo em que vários fatores interagem, contribuindo para propiciar seu aumento ou redução.
ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Suicídio no mundo em 2019:
Estimativas Globais de Saúde. Genebra, 2021 (adaptado).

A partir das informações apresentadas no texto, avalie as afirmações a seguir.

I. A resiliência pode ser considerada um fator de risco e está associada tanto à ideação quanto à tentativa de suicídio, podendo ainda interagir com outros fatores de risco e anular eventuais fatores de proteção a que o indivíduo está exposto.

II. As causas do suicídio são heterogêneas, porém existem características comuns em indivíduos que apresentam comportamento suicida do ponto de vista social, clínico e neurobiológico, que podem auxiliar a identificar indicadores de risco desse comportamento.

III. As alterações neurobiológicas decorrentes de repetidas experiências adversas durante a infância, particularmente a violência física e sexual, aumentam a probabilidade de desenvolvimento de transtornos mentais graves, bem como ocorrência de comportamentos suicidas ao longo da vida.

IV. A sensibilidade e atenção orientada para estímulos vinculados ao suicídio, o comportamento impulsivo, a tendência ao silenciamento, a dificuldade de planejamento das tarefas diárias e a tomada de decisões não adaptativas são diferentes tipos de alterações primárias cognitivas que podem estar relacionadas ao comportamento suicida.

É correto apenas o que se afirma em

(A) I e II.
(B) I e IV.
(C) II e III.
(D) I, III e IV.
(E) II, III e IV.


QUESTÃO 29
TEXTO 1
ENADE 2022: Em maio de 2022, Genivaldo de Jesus Santos foi asfixiado e morto por gás lacrimogênio, segundo laudo do Instituto Médico Legal, dentro de uma viatura da Polícia Rodoviária Federal no Estado de Sergipe, após ser abordado por andar de motocicleta sem capacete. Durante a abordagem policial, um sobrinho da vítima informou que o mesmo sofria de esquizofrenia, encontrava-se em tratamento há cerca de 20 anos e fazia uso de medicação, a qual, inclusive, estava em sua posse. Ainda que os policiais tenham sido informados, a abordagem prosseguiu com o uso de força e violência, desproporcional ao risco oferecido por Genivaldo.
Disponível em: https://g1.globo.com/se/sergipe/notícia/2022/05/31/
esquizofrenia-de-genivaldo-santos-morto-durante-operacao-da
prf-ja-havia-sido-comprovada-em-processo-judicial.ghtml.
Acesso em: 10 ago. de 2022 (adaptado).

TEXTO 2
No início do século XX, surgem as primeiras iniciativas eugênicas no país, cujos problemas coletivos eram compreendidos a partir da proliferação indesejada de pessoas que se reproduziram, durante consecutivas gerações, propagando características comportamentais e mentais viciosas, criminosas e degeneradas. Sob o discurso altruísta de garantia de tratamento, o louco-criminoso passou a ser contido e isolado em manicômios judiciários, instituições vinculadas ao sistema penitenciário e administradas, à época, por importantes médicos psiquiatras.
BAGATIN, T. A eugenia e o tratamento do louco-criminoso
no início do século XX. VIII CONGRESSO INTERNACIONAL DE HISTÓRIA.
p. 1.545-1.553, 2017 (adaptado).

A partir das temáticas abordadas nos textos, avalie as afirmações a seguir.

I. Historicamente, o isolamento, a violência e a morte de pessoas em sofrimento psíquico têm sido justificados como procedimentos de segurança necessários para garantir o bem coletivo e a defesa da sociedade.

II. Para o pensamento eugênico, o controle do comportamento de indivíduos considerados degenerados deve ser realizado por meio de um tratamento psicossocial a esses indivíduos marginalizados pela sociedade.

III. Mesmo após a Reforma Psiquiátrica, a associação entre loucura e periculosidade tem sido utilizada como um argumento estratégico para a manutenção dos manicômios judiciários.

IV. O caso de Genivaldo reúne elementos que evocam as marcas do pensamento eugênico, como a criminalização de pessoas pobres e negras.

V. Ainda que a morte de Genivaldo pudesse ter sido evitada, por vezes, o uso desproporcional da força justifica-se em decorrência dos comportamentos agressivos e imprevisíveis da esquizofrenia.

É correto apenas o que se afirma em

(A) I, II e III.
(B) I, III e IV.
(C) I, IV e V.
(D) II, III e V.
(E) II, IV e V.


QUESTÃO 30
ENADE 2022: A Psicologia, historicamente, tem sido construída como ciência e profissão de acordo com um modelo da sociedade ocidental. Suas práticas, por diferentes conjunturas, chegaram às comunidades indígenas de diversos povos do Brasil. A Psicologia chegou como uma ciência branca, colonizadora, etnocêntrica e racista, trazendo um discurso de explicar para os indígenas o que é saúde mental e pensando políticas públicas, por vezes, sem considerar os códigos culturais indígenas.
Disponível em: https://www.visibilidadeindigena.com/.
Acesso em: 10 jul. 2022 (adaptado).

Considerando o papel de psicólogos e a sua atuação junto aos povos indígenas e tradicionais, avalie as afirmações a seguir.

I. Cabe ao profissional da Psicologia contribuir na luta por direitos, como a demarcação de terras e a sustentabilidade das aldeias, e no desenvolvimento de ações que busquem a articulação com diversas instâncias da sociedade civil, por meio de políticas públicas para essas populações.

II. O uso de álcool e outras drogas, a discriminação, os conflitos com invasores e os choques culturais são variáveis que ajudam a explicar taxas mais elevadas de mortes por causas violentas e não violentas, sendo que a atuação da(o) psicóloga(o) deve incluir o desenvolvimento de ações diferenciadas em saúde e educação, respeitando a diversidade cultural e histórica e fomentando o protagonismo dos povos indígenas.

III. Embora as taxas de suicídio sejam semelhantes entre indígenas e não indígenas, profissionais da Psicologia devem abordar a temática de modo diferenciado, considerando o papel da violência institucional e da violação dos direitos humanos, cabendo à(ao) psicóloga(o) abordar a problemática a partir de uma perspectiva individual com aqueles que se encontram em situação de risco.

IV. A Covid-19 é uma das ameaças mais recentes aos povos indígenas, impactando tanto a sua saúde física como a mental; desse modo, a intervenção da(o) psicóloga(o) deve ser voltada para a composição de equipes de saúde, com foco em saúde mental e suporte social, e para a realização de ações em conjunto com lideranças e educadores indígenas, objetivando melhoria na saúde e qualidade de vida.

É correto apenas o que se afirma em

(A) I e II.
(B) II e III.
(C) III e IV.
(D) I, II e IV.
(E) I, III e IV.


QUESTÃO 31
ENADE 2022: Desde a Constituição Federal de 1988, a adoção passou a ser um direito de pessoas, independentemente do estado civil. A parentalidade por meio da adoção deixou de ser um direito exclusivo de casais heterossexuais e passou a ser exercida por novas configurações familiares. Um dos efeitos disso foi o aumento de casos de adoção tardia.

A partir do texto, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.

I. A exclusão social, a carência de crianças no perfil definido pelos postulantes, o número pequeno de famílias dispostas à adoção tardia e amorosidade da justiça são aspectos que contribuem para o longo período de permanência de crianças e adolescentes em instituições de acolhimento, superando o caráter transitório dessa medida.

PORQUE

II. O processo de adoção tardia pode revelar dificuldades e, por isso, é importante possibilitar um espaço de discussão para que as famílias possam repensar e ampliar o perfil de filho idealizado, incluindo crianças antes preteridas, como crianças acima dos três anos ou adolescentes.

A respeito dessas asserções, assinale a opção correta.

(A) As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I.
(B) As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa correta da I.
(C) A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
(D) A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.
(E) As asserções I e II são proposições falsas.


QUESTÃO 32
ENADE 2022: Nos últimos anos, desastres ambientais de grandes proporções têm sido frequentes no Brasil. São exemplos trágicos desses desastres as chuvas intensas ocorridas no ano de 2022, em Petrópolis‒RJ, Angra dos Reis‒RJ, Recife‒PE e Teixeira de Freitas‒BA.  Outro exemplo são os rompimentos de barragens ocorridos em Minas Gerais, nos municípios de Mariana(2015),Brumadinho(2019)eNovaLima(2022).

Cidades destruídas, economias colapsadas e, sobretudo, as vítimas fatais e os desabrigados, que se somam às centenas, são os resultados vividos. Essas situações emergenciais exigem esforços coletivos imediatos e, no contingente de profissões mobilizadas, a Psicologia vem sendo cada vez mais intensivamente demandada.

Nesse sentido, a respeito da participação de psicólogas(os) nos processos de Gestão Integral de Riscos, Emergências e Desastres, avalie as afirmações a seguir.

I. Psicólogas(os) podem contribuir para a percepção dos riscos sociais e ambientais presentes num determinado território, promovendo estudos e análises que considerem contextos psicossociais.

II. Psicólogas(os) podem atuar na escuta de pessoas que passaram por experiências traumáticas, oferecendo acolhimento e contribuindo para processos de nomeação do sofrimento psíquico.

III. Psicólogas(os) podem mobilizar líderes comunitários, populações vulneráveis e demais atores sociais para a construção coletiva de estratégias de prevenção, preparação e mitigação de desastres.

É correto o que se afirma em

(A) I, apenas.
(B) III, apenas.
(C) I e II, apenas.
(D) II e III, apenas.
(E) I, II e III.


QUESTÃO 33
ENADE 2022: A(O) Psicóloga(o), a partir de seus conhecimentos, pode atuar e colaborar para a inclusão de estudantes autistas. Assim, no contexto escolar, poderão preparar recursos que tornem mais práticos o ensino e a aprendizagem desses estudantes. O objetivo é contemplar as dificuldades comumente presentes em crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA), de acordo com o seu grau e suas peculiaridades, dando assistência a professores e responsáveis.

Deverão também, ao formular as atividades escolares, ter o cuidado e a atenção de pensar nos alunos com TEA, priorizando, em especial, questões direcionadas ao desenvolvimento da linguagem e do comportamento social, favorecendo a produção de respostas promissoras no ambiente escolar. Em função do preconceito, que é estrutural, faz-se necessário, ademais, que profissionais da área da Psicologia ajudem na luta anticapacitista.
ALMEIDA, D. C. A importância do psicólogo na inclusão
escolar do autista. Revista Eletrônica Acervo Saúde.
v. 15, n. 4, p. 1-7, 2022 (adaptado).

Em relação ao capacitismo contra pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA), avalie as afirmações a seguir.

I. O capacitismo configura-se como uma atitude discriminatória ou que denota preconceito contra pessoas com deficiência (PCDs) e uma de suas características é o uso de expressões e termos que visam inferiorizar PCDs.

II. O conceito de pessoa com deficiência apresentado pela Organização das Nações Unidas (ONU) reforça a necessidade de psicólogas(os), no campo do trabalho institucional, avaliarem e diagnosticarem a pessoa com autismo, de modo a traçar um plano individualizado a ser desenvolvido pela escola.

III. A Psicologia pode contribuir com a luta anticapacitista frente ao autismo, promovendo a aderência à educação inclusiva, que passa pelo entendimento das barreiras que prejudicam a aprendizagem na observância da relação com as representações sociais sobre o transtorno.

IV. O TEA deve ser abordado a partir de uma perspectiva biomédica, reforçando a associação da deficiência à doença e ao anormal, cabendo a(ao) psicóloga(o) intervir em busca de uma performance que se aproxime de um sujeito universal.

É correto apenas o que se afirma em

(A) I e II.
(B) I e III.
(C) II e IV.
(D) I, III e IV.
(E) II, III e IV.


QUESTÃO 34
ENADE 2022: A aprovação da Lei da Reforma Psiquiátrica, Lei n. 10.216/2001, promoveu um redirecionamento do modelo assistencial em saúde mental no país, com o fechamento gradual de leitos em hospitais psiquiátricos.

Entretanto, decorridos 21 anos desde então, esse modelo vem sofrendo com a escassez de investimentos, mesmo ante um contexto em que se avolumam problemas econômicos e sociais, que tendem a agravar o quadro de saúde mental das pessoas. Levantamento da ONG Conectas e do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap) aponta que entre 2017 e 2020 houve significativo investimento público em comunidades terapêuticas, todavia, desde 2011, o valor necessário à abertura de um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) permanece inalterado.
Disponível em: https://www.epsjv.fiocruz.br/noticias/reportagem/
35-anos-da-luta-antimanicomial-e-o-avanco-dacontrarreforma-
psiquiatrica. Acesso em: 26 jun. 2022 (adaptado).

A partir da temática abordada no texto, avalie as afirmações a seguir.

I. Os CAPS, tal como propostos, garantem legalmente às pessoas com sofrimento psíquico o direito de serem tratados com humanidade e respeito, bem como de serem protegidos contra qualquer forma de abuso e exploração.

II. A problemática da inclusão das comunidades terapêuticas na Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) é que muitas delastrabalham orientadas por princípios morais e religiosos, focados na abstinência, em detrimento das práticas de cuidado baseadas em evidências técnicas e científicas, tais como a redução de danos.

III. O maior investimento nas comunidades terapêuticas sem o necessário investimento nos CAPS tende a acarretar descompasso nas obrigatórias ações integradas, o que torna precária a atenção integral à saúde mental, retrocedendo à lógica manicomial e descumprindo preceitos legais.

É correto o que se afirma em

(A) I, apenas.
(B) III, apenas.
(C) I e II, apenas.
(D) II e III, apenas.
(E) I, II e III.


QUESTÃO 35
ENADE 2022: Ser homem ou mulher é uma construção que ocorre em níveis muito além do biológico, significando que não é algo instalado em um genital.

A identidade de gênero pautada em uma concepção binária é um reducionismo humano e deve ser reconhecida como uma construção cultural que insiste em determinismo biológico, assumindo posturas que padronizam um alinhamento entre sexo, gênero e desejo.

Diante dessas posturas normativas é que podemos compreender a legitimidade de uma classificação psicopatológica referente à pluralidade das identidades de gênero como também estigmatizações, ações discriminatórias e excludentes que fortalecem a marginalização.
BENEDET, A. M. et al. Psicologia e transtorno de identidade de gênero.
II Simpósio de Integração Científica e Tecnológica do Sul
Catarinense – SICT-Sul, 2013 (adaptado).

A respeito das questões de gênero e transexualidade, avalie as afirmações a seguir.

I. A discussão acerca da transexualidade implica um olhar histórico e cultural do nosso contexto sobre conceito ou categorização de corpo, sexo e sexualidade.

II. A transexualidade, por ser considerada uma psicopatologia, requer a atuação das equipes multiprofissionais de saúde para minimizar o sofrimento psíquico.

III. O processo terapêutico no cuidado à pessoa transexual deve ser orientado pelas vivências do sujeito, suas dificuldades, desejos, autonomia e as implicações decorrentes de processos discriminatórios e excludentes.

IV. A compreensão da transexualidade como patologia se constitui historicamente ao longo dos séculos XVIII e XIX, quando o corpo, em suas dimensões individual e social, torna-se objeto de medicalização pelo poder biomédico.

É correto apenas o que se afirma em

(A) I e II.
(B) I e III.
(C) II e IV.
(D) I, III e IV.
(E) II, III e IV.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.